sexta-feira, 17 de abril de 2009

TRABALHO É SEMPRE


Só existe trabalho. Ou melhor, o trabalho é omnipresente; sem trabalho seria o nada!
O Universo é trabalho incessante. Nas galáxias, nas estrelas, nos planetas… nada pára, tudo trabalha; andamentos e ritmos diferentes, admitamos, mas tudo toca.
Já pensaram na hipótese de, em qualquer que seja o ser vivo, um órgão resolver descansar um pouco, mandriar? O ente logo entraria em estado de maleita, não é? Então, e se o órgão resolvesse meter férias ou reformar-se?...
Não, não me venham com essas!... Os malandros, os desempregados, os reformados e outros parados também trabalham. Para além dos órgãos que neles laboram – e eles também são os órgãos – só trabalharem porque eles se alimentam, e isso é trabalho, eles exercem a função de dar trabalho a outros – aliás, função acumulável e comum a tudo e todos.
Também as rochas, pois claro; as casas, as casinhas pois!; tudo o que é imóvel e todas as coisas avariadas que, no mínimo, exercem a função de proporcionar trabalho a outros ou a outras…coisas.
Trabalho, eternamente. Daí a Orquestra não parar, nunca!
O Palco?, Esse vive constantemente e perenemente rearranjos.




Carlos Jesus Gil

25 comentários:

Nanda Assis disse...

sem trabalho n somos nada, e cada coisa com sua devida função.

bjosss...

seixomirense disse...

A única alternativa é o trabalho, trabalho, trabalho.

Monique Frebell disse...

Trabalho, quero férias dele. Tô precisando, preciso descansar... Quero dar trabalho pros outros um pouquinho, eu tbm mereço...

Bju

J P G disse...

Mesmo quando aparentemente nada fazemos, o movimento de rotação, translação, precessão e outros tantos que o nosso planeta insiste em continuar, já nos dão que fazer...

Abraço.

Laurindo disse...

E sendo assim não há malandros ahahah sei que não é isso que queres dizer

Darwin disse...

O grau de exigência nas empresas aumenta cada vez mais a cada dia que passa e que se fala na CRISE.
É também claro que neste aspecto não há motivação que resista à constante pressão a que todos os trabalhadores sentem e sofrem na pele.
A consequência deste quadro negro, é que vemos aumentar exponencialmente os níveis de pressão até ao intolerável. Não é possível viver constantemente sob pressão, coacção e ameaças.
Pessoalmente não tenho qualquer problema em trabalhar mais horas do que o necessário, já trabalhei 12 ou 14 horas por dia. No entanto, aquilo que aprendi no passado é que trabalhar melhor, com maior eficiência, não significa necessariamente trabalhar mais horas por dia.

Anónimo disse...

É isso aí.

AZUL DRAGÃO disse...

Andas a trabalhar demais ,
meu Amigo !



Um abraço

Berimbau disse...

O Cavaco, quando era 1º ministro, tb dizia aos jornalistas que o chateavam: "Deixem-me trabalhar...deixem-me trabalhar..." e vejam lá como ele ficou!

José Félix disse...

Caros amigos, já que falaram nisso, devo confessar-vos, afinal quem faz funcionar esta porra toda, sou eu! sim, sou eu.
Senão vejamos: neste momento estou a tomar o pequeno almoço. Para fazerem o pão que eu estou a comer alguém teve que semear o trigo, para semear o trigo foi preciso construir máquinas, para construir máquinas foi preciso tecnologia, que foi trazida das universidades que homens ajudaram a construir e que tiveram que ser alimentados, para os quais foi preciso plantar montes de batatas, criar gado, mandar barcos para o mar apanhar peixe, explorar petróleo para abastecer os barcos, encontrar pessoas para vender o peixe, construir carros para o transportar...
Enfim, podia estar aqui a vida toda a escrever que nunca mais acabava de vos contar quantas gente trabalhou só para que eu pudesse comer este bocado de pão! E, só estou a falar do pão porque podia repetir o mesmo ciclo INTERMINÁVEL para o café, o leite, o acúcar, a chávena e a colher...
Por isso vos confesso: sou eu o culpado. eu e o Big-bang.

Táxi Pluvioso disse...

Trabalho? Não obrigado... isso é pra políticos...

"It was a Dark and Silly night" do cartonista do New Yorker. Ele também tem este, creio que inspirado no atendimento público português por telefone. bfds

Maria Zua disse...

Boa noite. Trabalho há muitos anos em diversos trabalhos, por turnos,ao frio, à chuva,ao calor, numa secretária, em restaurantes e outros tipos de trabalhos os quais estava longe de imaginar que iria trabalhar um dia. Hoje estou sentada neste computador e não sei qual vai ser o meu trabalho amanhã, mas uma coisa eu tenho a certeza, vou continuar, pois não estamos em tempo da orquestra parar. Pode continuar a música. Bj.

Menino-Homem disse...

aqui revela-se vida e todos os seus derivados...

que bom!

abraços.

Anónimo disse...

Ei pá, muito bom isto aqui. O post e os coments.

Táxi Pluvioso disse...

Queen no computer.

Anónimo disse...

Olá!

Assim ninguém é malandro eheheh

bj

linda disse...

Ok, a anónima atrás sou eu

o dono do blog disse...

Qual trabalho, qual carapuça!
Se o trabalho dá saúde, ponham os doentes a "bulir" :D
O trabalho foi inventado por quem não sabia fazer mais nada :D

batutaemeia disse...

Ora cá está um bom pensamento àcerca do trabalho

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor mais uma vez homenageia os amigos queridos com mais um selo, onde a magia acontece, seja ela qual for.
Não existem regras, apenas repasse com carinho para aqueles que fazem a mágica da escrita criar vida.



Beijos jogados no ar, sempre!

-

fj disse...

Realmente o trabalho e o tempo andam (ou andavam)de mão dadas.

Pior é que antes sobrava-me tempo e
agora tenho mais trabalho que tempo...
Na realidade, 100trabalho nada existia...os unicos que não trabalham...isto é, aqueles que precisam que os mandem trabalhar, são os MALANDROS....

Daí aquela frase de ordem famosa:
"saí daqui, vai trabalhar SEU malandro!"
:))
cARLOS, será que é desta VEZ que TE tenho por lá nas blogOlimpiadas como representante masculino , mas para vencer, ok?
Vá meu amigo!... aparece por lá no meu boteco e participa. Não custa nada!é muito fácil!

Até agora há um dominio absoluto das mulheres...

Um abraço

Carlos, se me permites, deixo um convite a todos os teus visitantes (interessados) para ir até lá ao blog e entrar nestas BlogOlimpiadas de Matemática.
São todos bem-vindos!

Toninho Moura disse...

Aqui no "Dicas Sobre Nada", até o Capitão Ócio trabalha!

o que me vier à real gana disse...

fj, este blog está sempre às tuas ordens. Dispõe!

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, e tudo dá trabalho, mas tudo há o seu prêmio...

Fique com Deus, menino Carlos.
Um abraço.

Anónimo disse...

Muito bom