segunda-feira, 13 de abril de 2009

É o Tempo!

É O TEMPO


Este é o tempo do aviso…
Possuímos todos os dados
p’ra tomar siso!

O tempo
para dar a conhecer
que só temos a perder
em não abrandar:
no desperdício;
no vício
de só querermos o poleiro,
o muito dinheiro;
na irreflexão;
no querer já
- se for mais tarde não dá -;
na corrupção.

Este é o tempo cerebral…
O tempo das medições e das conclusões.

Foi escrito?... É bem provável!




Carlos Jesus Gil

10 comentários:

raulus_brutus disse...

Bem, hoje deves estar zangado com o mundo em que vives:)

Este testemunho que combina a pregação de um pároco com o altifalante de um sindicalista bem podia se transformar num discurso, num manifesto de irreverência, ou então não… a escrita poética bem precisa de assuntos não amoroso.

bem haja

Daniel Savio disse...

E principalmente o tempo bem vivido não é menino?

Fique com Deus, menino Carlos.
Um abraço.

São disse...

è o tempo, é...e está a esgotar-se!
Boa semana.

Laurindo disse...

Estejamos atentos. Não sejamos hipócritas; liguemos mais ao espiritualismo.

Pico minha ilha disse...

Devia ser um tempo mas não assim.Abraço

PreDatado disse...

É o tempo da ganãncia!

linda disse...

Oláááá!

E depois das férias é o tempo das aulas. E eu até que gosto.

Bj

Maria Zua disse...

Olá. Falas como quem não recebeu o folar nem amendoas. A crise toca a todos meu amigo.Fiquemos pelo momento de reflexão e abstinência. Bj.

GMV disse...

...e o tempo de tomar algumas decisões...[acertadas :)]

Beijos meus, Carlos, bom terceiro período

batutaemeia disse...

Como estão, malta?

Atentemos pois aos sinais.