sábado, 28 de fevereiro de 2009

O Congresso do Partido Socialista

Depois de lerem, perguntarão – ou não – vocês: mas o que é que isto tem a ver com o Congresso do PS?!... Bem, resposta(s) prévia(s): tudo; nada; muito; pouco.

Outro PS o presente post é eclético, em termos político-ideológicos.





A Política é um jogo de contrapartidas e chantagens!





POLÍTICA


No sistema iníquo em que vivemos, os políticos não podem prescindir de dois instrumentos fundamentais: as contrapartidas e as chantagens.
Por mais idóneo, mais íntegro que seja um político, existirão sempre situações em que terá que recorrer a estes instrumentos - isoladamente ou em conjunto -, sob pena, caso o não faça, de não conseguir alcançar as grandes causas a que se vai propondo.
Na Política, como, de resto, nas demais actividades da sociedade, a concorrência é uma constante, e cada vez mais global. É imprescindível concorrer em paridade, usando instrumentos que, no mínimo, não sejam inferiores aos da concorrência.




Carlos Jesus Gil

8 comentários:

DanyOctrome disse...

A minha diminuta inteligência (ou como se chama) não me permite enterder muito bem este post.

Mas há coisas que eu entendi, como por exemplo a chantagem...

Eu não tenho notado que haja chantagem... (aos meus olhos)

E agora fora do assunto, como criou o banner? (gostava imenso de aprender)

Continue o bom trabalho.

Um abraço,
DanyOctrome (parareter.tk)

Ana Maria disse...

Acredito na existência da política e da politicagem.
Um sábado glorioso!
Bjinhos!

Pena disse...

Talentoso Amigo:
O Congresso do PS autêntica propaganda política.
Não vou com o Sócrates, nem com a Manuela Ferreira Leite.
Votarei mais à esquerda.
Abraço amigo de respeito.
Sim! A Politíca não vai com chantagens ou contrapartidas...


Com cordialidade e amizade por si...

pena

AZUL DRAGÃO disse...

Está explicada a razão que explica muita coisa !


Um abraço

PS: Logo à noite , no Dragão , explicamos o resto !

linda disse...

Hoe foste para apolítica. Tásse.

Bj

Laurindo disse...

Viva o Manuel Alegre!

Laurindo disse...

Viva o Manuel Alegre!

Daniel Savio disse...

Infelizmente devo concordar com a utilização das ferramentas excussas, mesmo sendo um politico "honesto"...

Fique com Deus, menino Carlos.
Um abraço.