sábado, 2 de agosto de 2008

A corrida e o treino

Era para ter postado sobre a ida do mais elevado magistrado da nossa nação à televisão, ou melhor: sobre a razão da… mas como agora qualquer um, por o que quer que seja lá vai, optei antes por isto:




Correm todos muito,
e não devagar,
atrás daquilo que o tempo deu;
que o tempo há-de tirar.
É esse, da prole de Deus, o grande intuito.

Nem todos, lá por correrem – muito -, colarão!

Fundamental a vigília, pr’a sonhar:
jamais tal expediente é vão
àqueles que nunca alcançarão.
Correr bem não depende do treinar!




PS poderia, isso sim, era ter postado sobre a confirmação, pela sonda phoenix, da existência de água em Marte, o “planeta vermelho” – não, não tem nada de nada a ver com o Benfica! -, ainda assim, resolvi-me pelo que mais se me afirmou na real gana.




Carlos Jesus Gil

16 comentários:

O Diabo Veste Prada disse...

uiE fizeste bem em te ter decidido por este tema. Já agora, lamento dizer-te mas Portugal tem magistrado muito mais altos que o PR. Olha, eu conheço um que mede 1,97. Nem preciso medir o Cavaco para saber que não é mais alto.
Por outro lado, o nosso país, felizmente, e apesar dos ventos contrários que sopram, tá pejado de magistrados que ainda que não sendo os mais altos, são os mais dignos. E sabes porquê? Porque correm incessantemente, em exercício quase paranormal, contra a vox populis, contra a tudo e contra todos num único intuito: a Justiça. Nem sempre o conseguem, são humanos e por isso erram e não agradam (nem podem) agradar a todos, mas correm com esse fito, e correr atrás de um objectivo por vezes é até mais importante que o alcançar. Porque é no correr atrás de algo importante que se caminha para a perfeição...aquele estádio que ninguém atinge.

o que me vier à real gana disse...

Bem dito. Séria e humoristicamente dito! Concordo contigo, pradita. Vê lá se apareces mais vezes.

J P G disse...

Dois assuntos bastante próximos, pois dadas as exibições (e resultados) do 4º classificado, acredito que será em Marte (planeta vermelho) que se encontram os tais 6 milhões de adeptos...

SL.

o que me vier à real gana disse...

Peço esculpa, mas não posso deixar de concordar com o JPG. Eh eh!

ANSNJ disse...

Boa noite

Venho informar e perguntar se há interessados em frequentar um curso de primeiros socorros.
Para mais informações visitem a pagina da Associação de Nadadores Salvadores Nuno Janeiro

http://www.nunojaneiro.com

ANSNJ disse...

Se puderem divulgar, ou se conhecerem algum interessado é com contactar a ANSNJ por Email.

Obrigado

Porque não custa Salvar uma vida.

Darwin disse...

Cavaco Silva, presidente da república fartou-se de falar na sua declaração ao país. Eu sinceramente esperava que ele viesse falar dos problemas dos portugueses ou da possível saída de Mantorras do Benfica. No entanto ele optou por falar de Direito Constitucional e dos Açores.

Acho que Cavaco Silva quis dar um sinal de que não está para aturar certas coisas.Não sei que coisas são essas, mas parece-me bem que tenha interrompido as férias.
Se calhar como não percebo nada de Direito Constitucional não entendi nada do que se passou ou que ainda se passa. Para mais, ainda não ouvi o prof. Jorge Miranda falar sobre o assunto, que é o único em quem confio nestes imbróglios.
Porque ao contrário do que se possa pensar, a grande maioria das pessoas vive aterrorizada com o problema do estatuto da região autónoma dos açores!

Agora falando mais a sério, achei despropositada tanta solenidade, achei sobretudo descabido tanto secretismo. Se o Presidente iria pronunciar-se à noite sobre o estatuto dos Açores, devia ter informado logo desse pormenor os portugueses, evitando doze horas de absurdas especulações. As intervenções presidenciais, tenham o conteúdo que tiverem, deverão ser consideradas um facto perfeitamente normal no sistema constitucional que nos rege. O Chefe do Estado terá de ser o último a comportar-se como se uma posição sua fosse algo cabalístico ou extravagante.

Este País de facto é uma maravilha!?...

Zíngaro disse...

Correr... correr... correr; estar acordado para poder sonhar. Depressa ou devagar, apesar do nosso "devagar se chega ao longe", muita gente corre sem nunca ambicionar atingir a meta. Outros correrão com mais ambição. Com a por vezes funesta ambição de serem os primeiros, sem olharem a meios para atingir os fins. Só que os meios, muitas vezes, decorrentes desse sonhar em vigília, levam-nos à utilização de tácticas que nem sempre são as melhores para atingir a meta... Toda a razão ao amigo Darwin pela sua reflexão acerca do secretismo da alocução ao País por parte do nosso PR.

mélita disse...

Gostei do poema.

o que me vier à real gana disse...

Darwin, talvez Cavaco tenha feito o jogo das televisões: criar suspense! Menos gente nos copos, mais frente ao ecrã.. de todas, é certo, mas mais gente a ver televisão. Os anunciantes, por eu lado, agradecem.
zíngaro, pegaste no poema. Fizeste bem, até pq sugeres uma possibilidade bem plausível das coisas.
Continuação de boas férias!

maria zua disse...

Caros amigos, temos que ter um certo senso de humor, eu atá achei bem o suspense... até porque no jornal das 13h, o jornalista já tinha dado o tópico, daí, pensava eu na minha santa inocência que o secretismo da aparição fosse para desejar umas boas férias aos Portugueses(vá para fora dentro de casa), mas tudo bem, ele pelo menos interrompeu as férias eh, eh, eh,...valeu a intenção de tanta espera, não é nada a que já não nos tenha habituado a ESPERAR, ESPERAR...

ZMB disse...

Amigo Gana,
Escolheste bem o post, meu amigo, escolheste sim.
E como o assunto é sério, o meu coment tb vai ser sério – pelo menos assim espero.

Numa altura em que (quase) tudo o que é organismo público está de férias ou pelo menos a carburar a ¼ de gás – sim, porque a ½ gás andam eles o ano inteiro (os eleitos pela cruz)–, é de se considerar estranha a intervenção do nosso PR.
Podemos levantar várias questões, quer sobre o timing quer sobre a intervenção em si e o seu propósito (o homem estava a dirigir-se a quem, alguém me diz?), no entanto a mais flagrante é mesmo, quanto a mim, o timing;

Se o nosso PR pretendia, com isto, juntar o útil (questionável) ao agradável, e mostrar aos portugueses que é capaz de interromper umas férias para mostrar serviço, para justificar o cargo que ocupa, o vencimento que aufere e as responsabilidades que lhe são acometidas, então… mais valia continuar lá nas suas férias.
Sim, porque nada justifica a intervenção, pois ouvi-o falar 0 sobre algo que se parecesse com desigualdades sociais, justiça, a segurança dos portugueses, o impacto das políticas do governo na saúde, na educação, na economia (…), e sinceramente não reconheço o Estatuto dos Açores como um problema prioritário para o país. Portanto, ter interrompido as férias para isto foi um absurdo.
Apenas, e só, um absurdo. Para nós todos e para ele.

Acho que a figura do PR é capaz de muito mais do que isto, mas tenho pena que actualmente não esteja a exercer como é hábito, isto é, cumprindo o período de férias.


O tempo para comentar vai sendo escasso, ainda assim há sempre 10 ou 15 minutos para ler, e os poucos-mas-bons e incisivos comentadores têm dado bem conta do recado.
É sempre um gosto ler-vos.

Um abraço,
Com votos renovados de boas férias.

Táxi Pluvioso disse...

Como está sempre a passar em rodapé no Curto Circuito, decidi espreitar.

Um feito científico notável seria encontrarem vinho em Marte. Água é demasiado h2o. Muito banal.

Tenho de falar no discurso de Cavaco ainda estou no de Constâncio, está aqui. Escrevo posts longos, porque assim ninguém lê e eu evito os processos judiciais, mas a música dá para ouvir e alguns links são engraçados.

qwz disse...

Em vez do Cavaco Silva mais valia porem no ar um episódio dos Monty Pyton. Ou mesmo que fosse só meio episódio...

plageonline disse...

Sonhar... correr... alcançar... treinar... o tempo e o espaço...

Nós, eles (O PR e outros que tais), Marte (nós futuros marcianos???!!!)... continuar...

a tentar... a treinar... a alcançar... a experimentar...a correr... a sonhar

o que me vier à real gana disse...

Tá boa, maria zua!
zmb, como sempre, excelente!
táxi pluviso, eh pá aparece sempre. De acordo contigo, uma castazinha de tinto de eleição seria bem mais interessante!
qwz, monty pyton sempre!
plageonline, excelente. Bem-revindo!