terça-feira, 5 de agosto de 2008

Blog subnutrido

BLOG SUBNUTRIDO


Sabem?...quando a gente está em casa, cheios de fome, mesmo cheiinhos, e não tem nada pr’a comer? Quer dizer, o ter até temos, estão lá, num saquito de plástico em cima duma prateleira onde param umas garrafitas de gasosas e afins, dois papo-secos…rijos, mesmo secos. Sabem?... Assim está o meu blog hoje, cheiinho dela, larica da bera, e eu sem nadinha, ou quase…Que se fique com este naquito de broa – quase estufa de bolor -, e já é um pau! Vá, mastiga devagar, “real” cabo das tormentas, deglute bem! Não estamos em tempo de estragação.




Carlos Jesus Gil

19 comentários:

Mirtota disse...

Pois, não há fome que não dê em fartura, por isso o principio tambem deve ser válido para o inverso. Porque "Deus" quando dá, dá tudo em fartura, até a fome.

beato salú disse...

Mirtota: Eu gosto de farturas...sobretudo as reacheadas de chocolate

beato salú disse...

O Carlos...


Carlos era loiro, estúpido e muito tímido, mas num dia de inspiração arranjou uma namorada.

Um dia, saíram de carro para um passeio pela Costa de Caparica.
Depois de andarem alguns quilómetros, o Carlos ganhou coragem e pôs a mão nas pernas dela.

E ela disse:

-Se quiseres, podes ir mais longe.

Animado, Carlos engatou a quinta e foi até ao Algarve...

Maria zua disse...

Como te compreendo amigo Gana, sentes o teu blog com quebra de tensão... por falar nisso...hummm... sabes que agora os bébés que nascerem a partir de Janeiro vão andar com uma pulseira electrónica? Em contrapartida vão tirá-las aos que se encontram em prisão domiciliária,(fica muito caro) e tambem não é justo privá-los da luz do dia. Sim porque isto é uma injustiça, já não se pode nascer, prendem-nos logo. Em compensação pode-se cometer crimes que dão-lhes a oportunidade de liberdade. Não sei se é melhor ser bébé ou crescer, eu quero ir para Marte...

Maria Zua disse...

Boa beato salú, essa faz-me lembrar quando o João Pinto estava no Benfica e disse numa entrevista:
- O meu clube estava à beira do abismo e tomou a decisão correcta, deu um passo em frente...

Táxi Pluvioso disse...

Quero ver o que fazes se te bater à porta o fiscal das finanças para penhoras os papo-secos.

Tenho de meter o endereço deste blog nos links favoritos do meu. A drop box já está a ficar atafulhada.

Tens que ver alguns destas músicas celtic punk.

Anónimo disse...

bons dias.
aquela surpresa no futebol de praia!?
que granda BACALHAU.
masso estavas cargadinho de cervejas?
abraço, tenho que trabalhar?

qwz disse...

Por falar em subnutrição...

Há dias conheci um casal holandês que adoptou um rapazola etíope, preto, com os seus 5 anos.
Pelos vistos o catraio nunca tinha visto um branco na vida, e quando chegou à sua nova casa, ao deparar-se com o seu novo irmão, pergunta à sua nova mãe:

- «Senhora, porque é que ele é branco e eu sou preto?»

- «Então, meu filho, o Eric é branco porque eu dei à luz, e tu... sei lá?... olha porque a tua mãe fundiu!»

o que me vier à real gana disse...

taxi-pluvioso, se aparecer a malta das finanças... convido-os -eles a pagar!, no fim digo k vou à casa de banho e dou à sola- para uma mariscada. Obrigado por acrescentares o meu blog à tua lista de favoritos. Vou fazer o mesmo com o teu.
qwz, tá assim pr'ó ... mas porreira!

mélita disse...

Olá! não acho que o blog esteja subnutrido. Para tempo de férias está até bem gordinho.

J P G disse...

Sub-nutrição? Cuidado, pois o "Real gana" está na crise do anito.

Sim, porque estás de parabéns pelo 1º aniversário (13 de Julho)!

Aguenta-te lá firmemente neste defeso que depois o vício volta a atacar e não verás outra coisa.

Abraço!

o que me vier à real gana disse...

jpg amigo, o Povo está contigo.
Abraço!

bairradino disse...

Gana, o que é que queres dizer com isso? Eu acho que o blog está muito bem. Não nos podemos esquecer que estamos em tempo de férias.

RESSACA ® disse...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

Anónimo disse...

Tá animado, prara Verão tá animado. Não dogas que não.

steriuere disse...

Pois é , mas comer é pa quem pode e não pa quem quer . Qualquer dia até pa cagr temos que pagar imposto( quer dizer pagar já pagamos no papal higiénico). E mais , e aqueles que sofrem de prisão de ventre , esses sim , cada vez ficam mais pobres , ao terem que pagar os remédios pa os poder cagar.E depois tá claro ficam desnutridos.Por isso meus amigos pa ficar subnutrido, não é pa qualquer um.
Desculpem lá o paleio , mas o português é mesmo assim.
E já agora ó gana isto , isto tá muita fixe, e o sócrates que se lixe!

Gânia "notícias" disse...

Uma equipa de investigadores em ciência de materiais das Universidades de Illinois desenvolveram o protótipo de uma máquina fotográfica com um campo de visão muito semelhante ao olho humano. O protótipo tem aproximadamente o tamanho e forma de um olho, uma “retina” curva sensível à luz e representa mais um passo para criar uma retina artificial.

A chave da invenção consistiu em vencer os obstáculos técnicos à colocação de fotodetectores de silicone (pixeis) em superfícies curvas, em vez de planas, o que permitiu obter melhor nitidez de imagem e maior campo visual.

Segundo os cientistas, esta nova tecnologia ajudará a simplificar e a aperfeiçoar o desenho de minicâmaras fotográficas e ser também usado em imagiologia biológica.

Falta só conseguirem pôr o Cérbero humano a reconhecer o input que os olhos artificiais enviam… “só”.

Gânia "notícias" disse...

O Magalhães, o primeiro computador portátil que vai ser totalmente produzido em Portugal e que foi recentemente apresentado, está a revelar os primeiros problemas e a ser criticado por «excesso de portugalidade». Vários utilizadores já se queixaram de que, apesar de ter sido anunciado por um preço de 50 Euros, o Magalhães exibe uma mensagem de abertura em que exige o pagamento de mais 150 Euros para arrancar o Windows, devido à necessidade de suprir uma «derrapagem». Mas as críticas não se ficam por aqui.

Existem relatos da existência de um estranho mecanismo de segurança que não permite prosseguir qualquer acção sem que seja introduzida a expressão "Sôtor Magalhães". «É ainda mais irritante do que o Controlo de Conta de Utilizador do Vista», declarou, em rigoroso exclusivo para o Gânia Notícias, um comprador do portátil, que pediu para não ser identificado porque se chama Bill Gates.

Outras críticas feitas ao Magalhães estão relacionadas com a impossibilidade de alterar o wallpaper pré-definido (um padrão de azulejos de gosto duvidoso), com os alertas sonoros das mensagens de erro (uma voz que grita «Ó pá, navegas na net como um tótó») e com o facto de, ao encerrar, o computador emitir um barulho que se assemelha a um traque.

Alguns utilizadores estrangeiros também reportaram que, quando configuram o sistema operativo para a sua língua, o portátil continua a apresentar mensagens em português, só que em maiúsculas e com as letras mais espaçadas.
Quem não se manifestou preocupado com as críticas foi o primeiro-ministro José Sócrates: "Desde o dia da apresentação que ando todo eufórico e aos saltinhos e não é agora que vou parar. Este computador, simplificado e destinado às crianças, continua a ser o único computador que eu consigo utilizar".

célia disse...

Gosto deste blog.