quinta-feira, 23 de abril de 2009

O Cágado velho

O CÁGADO VELHO




Tão avisado, o Cágado Velho; tão enorme a sua sabedoria!... O Cágado Velho é simples, quer dizer, parece, que as perguntas que faz assim no-lo permitem pensar… Sim, é maiêutico, o Cágado velho. Como o outro, tão Velho quanto ele, procura conhecer-se a si próprio e chegar, assim como quem quer mesmo a coisa, a conhecimentos complexos, mesmo à Verdade; como o outro, não regista nada do que diz… sabe que outros o farão. Ao contrário do outro, não é ameaçado pela apologética apologia do sopro do que sabe mas, mais uma vez como o outro, defende a propagação da necessidade do exponencial aumento do saber, pois, como ele, sabe que nada sabe… Como me apraz o desejo que sinto em ser discípulo do Cágado Velho!




Carlos Jesus Gil

12 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

No português actual creio que cágado já não leva acento...

Nirvana versus Beach Boys.

Darwin disse...

Belo texto.Também gostava de ser discípulo desse velho Cágado, parece-me uma figura experimentada nos saberes da vida; mas também o mestre que nos pode inspirar com a sua sabedoria.
Honestamente, além de estarmos a entrar na era da sabedoria inata e da ligação directa à fonte, e do dispensar dos mestres; espero não parecer negativo ao dizer que também vivemos tempos de muito disparate, ego exacerbado e uma nova forma de andar perdido que é: andar perdido mas com a mania que se sabe.
Gostava de encontrar o mestre, um sábio que me falasse e me fizesse sentir na sua humildade e clareza, a grandeza que procuro, um pouco às escuras, descobrir.
Obrigada por teres feito com que pensasse nisto.

JotaSP disse...

são assim os valiosos saberes de uma vida______________________________

entre a sabeboria e a terra_______________

um abraço «««

GMV disse...

E do outro, não? :)

Não sei porquê, mas parece-me que já és discípulo da "assertiva" sabedoria.

Um beijo, Carlos

J P G disse...

Ser-se cágado velho não é para todos, meu velho...

linda disse...

Ei gilito, este é complicadito, mas penso que já lá cheguei. Penso

Táxi Pluvioso disse...

Gorbachov.

raulus_brutus disse...

Porque falar com tanta reverência do cágado velho e não falar da sabedoria da velha cabra da montanha?

Monique Frebell disse...

Tô meio tonta! É mta sabedoria pra uma mente só! RSrs*

Bju

Laurindo disse...

A mais bonita das belezas. claro, a sabedoria.

Régis Castro disse...

Creio que eu também estou apaixonado pela sabedoria do cágado velho...

Será que posso eu ser seu discípulo...

Belo texto.. até mais...

Depois de tanto tempo, voltei ao meu palco-blog... e, como é bom matar a saudade.

Abraços!

Daniel Savio disse...

Agora caiu a ficha, vocÊ já viu o Kung Fu Panda (não sei como ficou o nome em português de porutgal)?

Lá tem um mestre cágado...

Mas sempre há algum mestre que possamos aprender.

Fique com Deus, menino Carlos.
Um abraço.