terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Então?...

ENTÃO?...



- Por que é que vives com ela?
- Ora, porque ela é muito bonita; e bem feita!… Não, não é por isso. Ela tem carisma, e eu aprecio imenso essa qualidade; além do mais é uma mulher interessante…
Não, também não é por isso. Ela até é absolutamente vulgar, só se distingue entre as eleitas… Deixemo-nos de coisas, de facto ela é é de uma deferência fora do comum, é uma amiga do peito. Reside aí a razão!... Ó pá não, também não é esse o motivo. É a cama pá, a cama é que é a causa: a mulher é recurso qualificado, de enorme produtividade… Porra, não é nada pá, a gaja é de um marasmo atroz; é um texto prolixo!...
Bem…, a gaja nem sequer é, e, vistas bem as coisas, eu nem ando com ela… E, vistas as coisas ainda melhor, ela nem sequer existe!
- Então?...


PS ora, esta semana faz 200 anos k Darwin nasceu (não me perguntem o dia... não o sei. Sei k na net seria fácil, mas como não tenho net... Vejam vocês!). Então, serve este PS para parabenizar o Mundo por ter dado à luz o nobel senhor mas mais, para muito agradecer o empenho indefectível do comentador Darwin.




Carlos Jesus Gil

20 comentários:

Darwin disse...

Épá… é verdade! Faço 200 anos, quase me esquecia! Também ninguém pode exigir tanta capacidade de memória a um cota como eu. Confesso que ando surpreso com o mundo actual e com a evolução das minhas teorias.
No decurso do meu trabalho, desenvolvi diversas teorias e ideias controversas. É minha a frase "Na maior parte dos casos, não há dois organismos da mesma espécie que sejam semelhantes". Sou o autor das ideias da selecção natural e da sobrevivência do mais apto. Isto significa, para mim, que a Terra não sustenta todo e qualquer indivíduo, mas que apenas aqueles que se adaptam e vencem a competição por comida e abrigo, estão aptos para sobreviver. Expressei esta e outras descobertas da minha viagem, no meu livro "On the Origins of Species by Means of Natural Selection", onde sentia um fascínio ardente pela ciência e o mais profundo interesse pelo progresso futuro da humanidade.
Fiz uma viagem à volta do mundo, no navio da Armada Inglesa “Beagle”, onde documentei metodicamente um enorme número de espécies, muitas das quais novas para a ciência. Isto estabeleceu a minha reputação como um naturalista e fez de mim, um dos precursores no campo da Ecologia.
Durante a minha viagem no Beagle, que acabou por originar minha obra “A Origem das Espécies”, não conheci apenas uma gama diversa de animais e plantas, mas também novos aromas e sabores da culinária das diferentes culturas com as quais tive contacto. Assim, descrevi como as espécies se originam através da selecção natural, lutando pela procriação, disputando espaços, ou na procura de alimentos. É neste ponto que nós humanos mais que qualquer outra espécie, conseguimos o domínio da arte de experimentar, misturar, criar e cultivar alimentos a fim de garantir a nossa sobrevivência. Isto tem sido fundamental para o nosso sucesso evolutivo. De facto, tudo o que fazemos ao preparar alimentos como desidratar, salgar, defumar, cozinhar ou adicionar condimentos visa impedir a acção de microrganismos que os deterioram, ainda que o objectivo principal seja apenas realçar o sabor.
Na minha obra “A Origem das Espécies”, formulo a teoria da evolução dos seres vivos mediante uma selecção natural, que favorece nos indivíduos variações úteis na luta pela existência; estas variações transmitem-se, reforçadas, aos descendentes.
A Origem do Homem, em que aprofundo a minha teoria sobre a descendência do homem e do macaco de um antepassado comum. Por formular estas ideias, vi-me lixado e violentamente combatido pelas mais diversas correntes religiosas, que vêm no homem a imagem de Deus. Consequentemente, em redor do meu pensamento cristalizavam as polémicas vitorianas sobre a natureza social, metafísica e fisiológica do homem.
Hoje pouco adianta explicar que nós não “viemos” e sim evoluímos, e que não eram macacos, mas antropóides superiores. A experiência mostra-nos que neste instante a maior parte das pessoas continua a perguntar “onde fica Adão nesta história?!”
Bem pessoal, muito mais tinha para vos contar, sei que apenas me pediram um comentário e não um discurso. Agradeço a vossa tolerância. Até sempre!

Obrigado amigo Carlos!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Ai ai... hoje não era o meu desafio??

Qt ao que escreveste lá... és um abusado (hihihih) era comigo (posso ser gorda, cheia de verrugas e muito chata) e depois com as outras todas??!!!... :D

E sobre o teu post... eu invento tantas coisas:)

beijo

Zeus disse...

Um grande abraço para o comentador Darwin, que tal como o verdadeiro Darwin...é um SENHOR!

Carla disse...

...como diria o outro no amor há razões que a razão desconhece, assim sendo o melhor é não perdermos muito tempo a explicar certas coisas
beijos e parabéns ao Darwin

Helena Paixão disse...

O Darwin é que a sabia toda… a história da evolução, claro! Parabéns ao nobel senhor e… olha, o personagem da tua história que descubra o que quer, talvez assim encontre, ou melhor, a encontre, e se deixe de fantasias mirabolantes!

Inside Me disse...

mulher é um caso sério... e darwin é um cara sério q deixou muita gente sem chão... bjjos

Ferreira-Pinto disse...

Mulher é mulher!

Sobre Darwin, recomendo a National Gepgraphic deste mês. Para iniciado, e não só, é uma óptima leitura.

loirinhaquenãoédeaveiro disse...

ahahah, tá muito bom o texto. Quanto ao Darwin, fizeste uma justa homenagem. O teu comentador Darwin também a fez. Parabéns a ambos.

leitor disse...

Muito bom humor, sim senhor. Boa leitura novamente.
Quanto ao Darwin, é justíssima a homenagem. Já agora "A origem das espécies" deve ser lida apenas na tradução da primeira edição. Nas saeguintes Darwin foi forçado a introduzir alterações que se sabe hoje estarem cientificamente incorrectas. A primeira é a melhor. E existe em português uma tradução recente desta primeira edição. É da editora Europa América. É esta que deve ser lida.
Boas leituras!

linda disse...

Olá

há muito tempo que não comento, mas venho aqui muitas vezes. LOL, ri a bom rir.
Do Darwin axo bom lembrares-te.
bj

Carla P.S. disse...

O motivo (do personagem gostar da menina) é simplesmente que tocou-lhe o coração. "Ou toca ou não toca" (clarice lispector). Há razões que nem conseguimos traduzir.
E grande Darwin...Revolucionista, que muito nos impulsionou!
Obrigada pelo comentário lírico na cafeteria, sempre aberta para amigos escritores como o senhor!
Seus comentários engrandecem, adoro os elogios tb!! E penso que tu estás cada vez melhor!
Mais um café.

o político disse...

Desculpa lá gil. O texto está excelente mas tenho que falar aqui outra vez de política.
Ora vejam lá como é a Direita portuguesa: agora que o Sócrates se propõe, finalmente, diminuir as deduções fiscais aos mais ricos, medida mais do que justa num país em que o fosso entre ricos e pobres já é maior que o Grande Cannyon, a Direita de Manuela Ferreira Leite e de Paulo Portas vem dizer que não, que isso não pode ser. Paulo Portas chega mesmo a dizer que a medida trava a ascenção social.
A Direita portuguesa não gosta nem um bocadito do grande povo.
Desculpa não ter comentado o post

batutaemeia disse...

é pá gil, tu dáz-nos aqui a volta à tola ahahah! Tá bom pá
Grande cientista o Darwin

manel disse...

eheheh!
Atenção ao que diz "O político", ele tem razão.

Laurindo disse...

"... ela nem sequer existe". eheheh!
Darwin, boa lembradura.
Viva a Esquerda!

Mariazita disse...

Tens razão: tolices!
Sem pretender fazer uso da minha formação em psicologia, diria que se trata duma pessoa com sérios problemas de instabilidade mental, com queda acentuada para o fatalismo, etc. etc. etc...
Se quiseres saber mais...tens que pagar consulta.
Sem querer desprestigiar o teu post, mas já desprestigiando...quem está, verdadeiramente, de parabéns, é o comentário do Darwin.
O "outro" Darwin foi quem foi, fez o que fez, mas já lá vai. Ficou a sua obra, é certo, mas já passou.
E "este" Darwin está aqui, por sorte nossa, sempre a presentear-(te)nos com comentários 5*.
Parabéns e um abraço ao Darwin.

Para ti
aquele beijinho
Mariazita

Flavio Ferrari disse...

Eu é que sou amigo do peito
E se Darwin estiver certo
Meus filhos seguir-me-ão no leito

SuNshyne disse...

Darwin ...
Essa cara teve a capacidade e coragem de ir contra a biblia a duzentos anos atras .
Se ele não tivesse dado o primeiro passo estariamos ate hoje presos a uma historia sem noção!

Táxi Pluvioso disse...

Darwin não é tão importante como o Kalashnikov que ainda por cima é mais novo.

Daniel Savio disse...

Hum rabo de saia sempre nos vence (pelo menos a nossa razão)...

Fique com Deus, menino Gil.
Um abraço.