domingo, 13 de julho de 2008

Tratar-se-á de pura sobranceria?

TRATAR-SE-Á DE PURA SOBRANCERIA?


“ NÓS POR CÁ “ é um excelente programa da SIC, transmitido às terças-feiras, com apresentação da bonitíssima e competente Conceição Lino.
… Excelente e útil, o programa. Não me assoma qualquer espécie de dúvida quanto à proficuidade do dito, até porque existem provas de que tem contribuído para a resolução de bastantes imbróglios (sempre caricatos!). Gosto de assistir ao programa, palavra!... Uma “coisita”, porém, me causa alguma perplexidade: sendo o erro uma condição à qual o humano não pode – corra por onde correr, salte por onde saltar – fugir e, pelo menos a que eu tenha assistido, não tendo o programa jamais apontado uma única caricata embrulhada da estação que o transmite (… claro que as teve!), sou levado a crer que a Produção do, reitero, excelente espaço televisivo se julga não humana!?... E que atribui o mesmo patamar ético e indefectível aos demais conteúdos de todo o Grupo Comunicacional a que pertence. Ou será pura sobranceria?
Diz-me aqui uma vozita: puro comércio, meu rapaz!




Carlos Jesus Gil

20 comentários:

T.D. disse...

Eu, penso eu de que, acho que os erros cometidos quer pela produção do dito excelente programa televisivo quer pelo grupo producional a que pertence,não trarão consequências tão graves ao atento espectador como um sinal de trânsito mal colocado, um poste eléctrico em local absurdo, uma rotunda inadequadq ao espaço em que se insere, como é a que se encontra na entrada da Praia, por exemplo, etc.,etc. Também penso que os produtores do programa só têm conhecimento dos casos porque este são denunciados por quem deles se apercebe. Portanto, competirá assim ao espectador cumprir a sua obrigação de denunciar o que considera estar errado.

Anónimo disse...

Este T.D. parece-me que tem razão.
A queixa deve partir do consumidor.

tou baralhado disse...

Cá para mim Sr. Gana usa vocábulos demasiado complicados para que se possa apreender de imediato o que se pretende comentar!

branco das neves disse...

Elevadíssimo Gana

Atarefado com milhentas coisas, tem aqui o seu amigo descurado a "obrigação" de manter o contacto com esta sua tertúlia, acto pelo qual desde já me penitencio.
Tem o Amigo lançado interessantíssimos temas, para os quais lhe têm retorquido, com escritos de verdadeira eloquência,uma élite de tertulianos de se lhe tirar o chapéu. São tantos e tão bons que me abstenho de acrescentar uma vírgula que seja a tal rol de escorreitas e eloquazes opiniões. Contudo, e haverá sempre um "contudo" ou um "porém", permita-me que, apesar da minha já confessada alergia à horrenda política e seus agentes, aproveite este interregno no meu militante idealismo anti-política, para expurgar o que me vai na Alma. Amigo, se a canalha política tivesse enveredado pelos caminhos certos, talvez o nosso país fosse agora um excelente sítio para se viver e o povo não andasse com as calças na mão, mendigando dignidade, e subserviente ao triste e errado ideal colectivo do fatal destino luso: o sermos pelintras!
Desonestidade e falta de carácter dos ditos figurões de Estado embocaram-nos irremediavelmente neste estado de letargia, do qual nunca sairemos! E a culpa não é do Bom Povo Trabalhador de Portugal! É
sim dessa cáfila governativa que nos tem desgovernado ao longo dos anos, e que se tem governado no enchimento dos bolsos próprio. E nós, (nós não, que aqui o Branco já não cai na esparrela!...), lá vamos, enaltecendo uns, abespinhando outros, contribuindo para o jogo do empurra em que a dita democracia portuguesa se transformou: sai tu agora daí, que chegou a minha vez de me orientar! Votos para mim, Amigo Gana, só mesmo em branco, tanto que assim vou homenageando o sagrado apelido da minha querida mãezinha. O meu retorno aos interesses pela política só regressará quando sentir que o/a comandante desta nau Lusitana, por ora à deriva,segurar
o leme com a Nobre intenção de nos levar até bom porto, servindo a marinhagem e não se servindo dela.

Senhor Gana, desculpe-me os devaneios e chega de política...

Comentando o teor do seu escrito nesta página, à competente Conceição Lino só lhe devemos agradecer. Que organismo neste país se atreverá, após lhe ser descoberta a careca, a não solucionar prontamente o motivo de uma reportagem televisiva depreciativa? É tiro e queda Benevolente Gana! Mas, já reparou o Ilustre que os Gabinetes ou Acessorias logo se apresentam com a ladaínha costumeira de que o problema estaria para ser solucionado na próxima semana, o mais tardar até ao fim do mês? Que nunca aos operadores de câmara desse "Nós por cá" lhes doa nem os olhos nem os ombros...
"Ingénuo" Gana, oh homem, proponha à TVI ou à RTP que produza um "Vós por Lá" a descobrir as fragilidades ao Balsemão! Isto na guerra das audiências vale tudo, até tirar olhos...

Gana, o que é feito
do Cara de José, do Falso, do Chapuisat, do Amigo Botas, do Pescador do Alto, da MG marca de carro, dos outros todos que contribuíram para as centenas de comentários em cada post, muitos cheios do essencial Humorix e que davam gosto ler, tirando do estado sisudo qualquer um? Isto, às
vezes, parece um melodrama, um crau-crau corvino digno do "Birds" de Hitchcock.

Grande abraço Distinto Gana.

o que me vier à real gana disse...

A todos um bom soninho! Muito contente por o ter cá de novo, amigo branco.
Uma coisita: não compreenderam o post. Talvez a razão se deva ao k, ironicamente, o "tou baralhado referiu". Ora bem, eu disse, e não menti, k o programa é excelente; disse, e não menti, o melhor da apresentadora - por quem, aliás, estou apaixonado de há muito -; desejo k o programa não saia de grelha, pois ajuda a resolver "imbróglios". Não sois só vós a achardes k o conteúdo televisivo em causa é de enorme qualidade. Só que existem outras coisas... Não se trata de jornalismo, por isso o directo não tem lugar. Fiquem bem!

o que me vier à real gana disse...

Antes k surja alguma confusão: o meu post é que " não se trata de jornalismo".

Gânia "noticias" disse...

Mas o que é isto senhor Gana, a elogiar a concorrência?

O que me custa no meio de tudo isto é eu, na minha carreira como jornalista, ter perdido horas a inventar novas maneiras para melhorar as notícias para este blog e este gajo nunca reconheceu o meu esforço, nunca me deu um único elogio, nem o apoio necessário para continuar.
Já sei que és rico o suficiente para fazeres uma lipoaspiração às virilhas, pá!

Vamos então às notícias:

Um relatório recente refere que os doentes portugueses são mal alimentados nos hospitais e por isso perdem peso, quando internados. Mas não é por causa da falta de qualidade da comida. O problema reside no facto de ela ser servida sem atender às necessidades particulares. Por exemplo, parece que é e comum servir carne a doentes sem dentes ou sopa a quem não consegue segurar uma colher. Segundo o relatório, o problema tem origem no facto de os técnicos se concentrarem na doença e nunca pesarem os doentes.

A autarquia de Tavira decidiu passar a abastecer a frota automóvel em Espanha.
E do outro lado da fronteira Zapatero cantou, "São Macário, São Macário deu à costa”

Dizem que o Abramovich é gajo para ter dinheiro para vir a Portugal atestar o depósito do carro se lhe apetecer.

A GALP vai baixar o preço dos combustíveis para os veículos movidos a Energia Positiva...

Anónimo disse...

Tem toda a razão Gânia, a Conceição Lino não lhe chega aos calcanhares. (é pequenita coitada!)

Anónimo disse...

Eu tenho pena mas não posso comentar porque raramente vejo televisão e o que vejo mais são as notícias.

Mirtota disse...

Sr. Gana, se fossemos a falar do que é noticia ou não noticia, não falaríamos só do “Nós por cá”. Porque, decididamente, todos os noticiários da TV pública fazem o mesmo. Prolongam por horas os ditos programas, com histórias de desgraçadinhos, artigos sensacionalistas e repetem factos dias a fio, incluindo aqueles que nem são, de facto, noticia.
E, mais, chegam ao cúmulo de interromper programas para directos, que prolongam (mesmo quando não têm mais nada a dizer) para não serem os primeiros a sair do directo.
Finalmente, para mim o pior, são os sucessivos intervalos para comerciais.
Será, que nunca viram os noticiários das famosas cadeias televisivas, como BBC ou CNN?

Anónimo disse...

Muito bem Mirtota, como sempre. Gosto muito dos seus comentários sempre concisos e equilibrados.

Anónimo disse...

A mirtota não é aquela moça que dá bufas na cama e abafa-se com os cobertores? É, não é? Pelo menos já li isso noutro post.

o que me vier à real gana disse...

à direcção do Gânia "notícias": estão equivocados ou, no mínimo, esquecidos. Leiam comentários antigos. Lá encontrarão alguns, talez não os suicientes, ok., elogios ao Vosso trabalho;
mirtota, o que é editado e emiido pelo "Nós por Cá" é notícia. Daí me entristecer o facto de, tb tu, não teres compreendido o post.
Boa tarde a todo o pessoal.

Darwin disse...

Como não vejo muita televisão, depois é no que dá, não estou capacitado para comentar este post, mas concordo em absoluto com o comentário da Mirtota.

No entanto há tempos assisti ao programa, “Aqui e Agora da SIC”, que foi dedicado aos “Perigos da Internet”.
Confesso que nunca tinha ouvido tanto chorrilho de disparates saídos da boca de Moita Flores, foi de tal ordem que me recuso descer ao seu nível para tecer uma palavra que seja sobre a sua distância do real. Coloca-se a pertinente questão dos painéis de comentadores, chamados a opinar sobre os mais variados assuntos, mesmo aqueles que não dominam. Ou — como é o caso — pelos quais nutrem um antagonismo que expressam de forma primária. Coloca-se a questão do respeito. Eu respeito Moita Flores enquanto comentador de casos policiais (entre os melhores no affaire McCann), pelo que ele me obriga a um esforço para separar as coisas.
Neste tipo de painéis fixos, acabamos a seguir personalidades e opiniões, não seguimos assuntos.
Ficámos sem dúvida, com um programa injustamente falhado. Ao apostar nas já estafadas virgens histéricas para “analisar”, a SIC perdeu a oportunidade para um programa interessante. Exceptuando as questões dos enganos, a porcaria do costume onde só vão mudando as moscas, as reportagens de apoio até estavam boas em geral e havia ali matéria para levar a sério. Claro, com gente que saiba no mínimo sobre o que vai falar. Se não confiam nos nacionais habilitados, importem. De Espanha. Dos EUA.

Passo a citar algumas frases dos intervenientes no debate sobre os blogs:

«São mundos de devassa e violentação» — Moita Flores
«O mais grave é a utilização dos blogs por terroristas» — Moita Flores

«A vida é um boato, há sempre boatos sobre nós» — José Gameiro
«A Internet foi muito positiva para quem se sente só» — José Gameiro

«Não podemos aceitar que um instrumento tecnológico seja violador da privacidade» — Moita Flores

A qualidade jornalística deste programa, para além da natureza altamente anti-democrática, foi extremamente baixa e insultuosa a qualquer cidadão que queira usufruir do seu direito à liberdade de expressão. É uma campanha para silenciar os cidadãos.

Eu sinceramente fiquei chocado. Como é que a SIC pensa que isto é jornalismo? A julgar por estes senhores, a Internet é um antro de terroristas pedófilos que espalham verrina e veneno, difamação, injúria, etc…e vai daí, insultaram todos os bloggers.

Anónimo disse...

Jornal ganense, olhe que o sr. gana já aqui o enalteceu. Veja bem.

Amigo do alheio disse...

Não para o "Nós por cá", mas se calhar para o álbum da nossa memória colectiva.
Estive este fim de semana na Praia de Mira e verifiquei, com pena o digo, o desmantelamento do último palheiro de habitação da avenida principal - ali ao lado do Amsterdam. Ainda resta o Texas Bar mas esse, pelo que sei nunca foi de habitação.
Um a um vão tombando essas magníficas edificações que outrora deram o nome à povoação.
É óbvio que há um legítimo interesse económico dos proprietários, o que é pena é não terem sido criados mecanismos de apoio à sua preservação.

Peço desculpa pelo despropósito do comentário mas deu-me uma grande nostalgia que gostaria de partilhar convosco.

Gânia "noticías" disse...

Amigo Anónimo das 16:55,
Estávamos a brincar com o amigo Gana. Claro que lemos todos os elogios que nos fez!
Nem sei se merecíamos tal!

Aproveitamos para deixar esta notícia:
Leiam bem este edital da Universidade do Algarve:
Mestrado em Gestão e Manutenção de Campos de Golfe!

Não é curso profissional, nem licenciatura, é mestrado!
O doutoramento virá a seguir.

Na cauda da Europa, mas com todo o requinte e muita pinta...

Anónimo disse...

gania noticias:
gostava de vesitar o arneiro?
então não perca esta chance e traga boas noticias.
viagens ao arneiro .50€
bilhetes na marisqueira tezinho

o que me vier à real gana disse...

é pena, amigo do alheio, é uma pena!

o que me vier à real gana disse...

Sr. director do orgão informativo oficial da Gânia, eu sei k brincava. De qualquer forma, apesar de ser um orgão de informação do estado, a redacção não é controlada pelo mesmo, LOL. Não, é verdade, este orgão é pago pelo estado mas é livre na edição e publicação. A propósito,excelente apanhado noticioso, este do curso da Universidade do Algarve!