domingo, 27 de abril de 2008

Desafio

DESAFIO


“… E posto que na semana só dois se chamam vossos, nenhum dia vos é vedado.”

Vá, decifrem, suas mentes brilhantes… ok, duas pistas: religião; literatura… ok, outra pista: jogador de futebol.




Carlos Jesus Gil

124 comentários:

dalai lama disse...

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.

dalai lama

chapuisat disse...

Também posso comentar? Ou devo manter-me calado, grandioso Gana?

o que me vier à real gana disse...

à vontadex e co enorme prazer da rapaziada, grande chapuisat!

o que me vier à real gana disse...

Devo dizer k estou com atenção ao meu Sporting. Fraco jogo!... Toadavia, vou dando uma espreitadela ao blog.

o que me vier à real gana disse...

Pronto lá ganhámos... pôôôôôça!

João Cara de José disse...

Não lhe quero pregar nenhum sermão, ilustre Real Gana, até porque não sou padre. Ainda se me chamasse António e fosse primo do presidente do Glorioso. Jogador de futebol ? Não sei! Há muitos, até fomos campeões do mundo em sub-20, por duas vezes em 1991 em casa. Houve até um jogador nosso que foi considerado o melhor do torneio, mas agora não me lembro o nome.
Você lembra-se de cada uma...

ó calastricimo disse...

Sábado e domingo 2 dias qur nós podemos usufruir como nos der a real gana.
e nos outros tambem nada nos é vedado, ou não fossemos nós seres vivos.

chapuisat disse...

O cristão devoto cumpre a penitência de não incluir carne na sua alimentação durante todas as sextas-feiras (ou seja, uma vez por semana) do período da Quaresma (o tal jogador de futebol). Aparentemente, o Pe. António Vieira (Santo António), no seu “Sermão aos peixes”, e particularmente através desta expressão, dá a entender de uma forma mais ou menos clara que, naquele tempo (sec. XVII), esta penitência era cumprida duas vezes por semana.
Claro que, e tal como nós próprios fazemos hoje em dia, não se espera pela penitência da Quaresma para se poder disfrutar de um bom sargo, robalo, carapau ou qualquer outro delicioso peixe, e por isso mesmo, “nenhum dia vos é vedado”.
A obra é uma preciosa peça de alegorias, e excelente, como aliás outras do Pe. António Vieira.
Estiveste bem, Gana.

Anónimo disse...

É verdade, vitória suada... mas merecida!

chapuisat disse...

o anónimo de cima sou eu.

pescador do alto disse...

é masso
os dias que são nosos é o sávado e o dumingo proque us ôutros são das feiras né? olha a grande abaria. pois masso atão pois, só nu sávado e nu dumingo é que um home pode vever mais calquer cuisita sim cer criticado. cuméssasse cum matavicho no purreta e ópois jogasse mas cartadas na cumissão e vévesse mas surbejas cuns aminduins
ou atão ma pinga da voa cu ma lata de sardinha nu calssas. nus ôtros dias se agente faz iso sômos logo uns vurrachões, mêmo se agente se fartare de travalhar nu praso e a pôr as redes olha lá ese juão jusé que iscrebe aí num dise práí queu tinha o naris bermelho? pois pá o pescadore é bisto asim e pronto camaradinha num á nada a fazere. pois a relegião é a messinha au dumingo e ás bezes o confeço au sávado. esa maria rosa num sai de lá, fês tantas que debe de tere a alma incardida cum tanto pecado ou atão ese cuirão tamém anda inrrolada cu padre.
cando acórdo vem desposto e os gazes do alcól num me suviram á caveça custumo lere o binte cuatro oras ó dumigo de manhê purtanto,é um jurnal qué um espetáculo, a gente save tudo o que se paça, mas é masso jugador de futevol asim ligádo ó fin de semana só habia o dumingos do porto que marcaba sempre golus ó mê benfica. num tô a ber mais denhum.

é lá ese lama iscrebeu aí ma coiza que faz pinsar, ida bou tentare ber o quele quere dezer cum iso.

é masso deicha ese chapussat iscreber quele save tudo e olha lá é o único aqui queu cumpriendo o quele diz. á home duma cana.

ese é quéra vom pra pescare ó faite aqui cu pescadore. é maso chapussat cando quizeres é só dezeres e ópois bai ó lume ma caldiradita de ruvacos e pimpoins e cavritas e gudiões se agente os apanhare né? Se não á sempre mas cabalitas salgadas pra cuzer cumas vatatas e uns grêlus masso. olha iso é quéra um dia á maneira.
cumenta masso que se algém save dessas coizas és tu. mas se tu já saves a adebinha do masso gil num bale né?
massito gil inté

antónio horácio disse...

é gil, isto é algum post. bota ai qualquer coisa mais porreiro, este o chapuisat já descobiu. conta aquela dos sapatos de cabra, essa é porreira.

chapuisat disse...

Isso pescador isso. Uns robacos é que era... é preciso é que o dito faite esteja à maneira de pôr à água, porque disso não pesco nada, amigo.
Olhe que eu não descortinei o desafio do Gana, só dei a minha opinião, apenas isso, porque também tenho um espaço guardado ao Pe. António Vieira aqui nas minhas estantes. Não quer dizer que seja aquilo, com tantas alegorias...

廣東聯 disse...

上海市東莞市旗峰路1號國閔行區虹梅路3211號泰豪大廈5樓5震豐股份有限公司‧版權所有‧轉載必D2

pescador do alto disse...

é masso chapussat
tou tôdo cuntentinho de me teres respundido a final o pescadore inda tem algum balor, tão a ber maltinha.
mas agora masso tens que me dezer se souveres olha lá ese padreca antóino bieira é o tal que anda a cunfeçar a minha maria rosa e amancebado cum ela? se souveres diz proque se fôr tá claro queu num póço tere tantas alegrias cumo tu dises aí. olha lá eu já cum póço cum ela mas mêmo asim né? Cando quizeres aprender a pescar ó faite é só dezeres aqui ó tóino, num tem tanto arrazuado cumás ôtras siências mas tamém é porreirinho pá.

pescador do alto disse...

ai maizinha

é masso gil poi ta pau canda aqui um birus masso, bai-te escangalhare esta coisa tôda. bai ó juão da farmássia a ber se ele te arranja alguma coiza pra acavar cum estes gatafunhos ou atão é tuda mangassão desse curisco do gastinha salssão ó do catareca da matareca ó do crespim esses cóbois malbados .á malta danada.

何塞馬里奧布蘭克 disse...

你為什麼不學會講葡萄牙語首先,您驢洞

Jesuíta disse...

... Proibindo Deus no jejum a pior e mais groeesira carne... Um só lugar vos deram os astrólogos entre os signos celestes... Tomai o exemplo das irmãs sardinhas... Os solhos e os salmões são muito contados...

pescador do alto disse...

é lá
este jasuíta é palabrozo

agora já se tá a falare a linguage do pescadore, sardinha salmõis e sôlhas. num percevi nadinha du quele quere dezer mas cando a coiza é sovre peiche intressa sempre ó pescadore.
redes á áuga camaradinhas.

ZMB disse...

Pois parece que temos novo post, mais trabalho para entreter. Já vi que alguns comentadores se arriscaram, eu acho que não vou fazer isso. Vou primeiro fazer umas pesquisas no Google e depois colo aqui os textos mais vistosos pode ser? É que nem sei o que Sr. Gana pretende com isto, nem quem é o padre António Vieira, não sei. Ah, mas amanha vou saber… olá se vou… e depois esperem para ver o meu texto. Vou ver se não me esqueço das aspas, como fez o jesuíta. Mas afinal que pista é essa do jogador? É o quaresma, o peixe ou o chapuisat? Em que é que ficamos?
Tenho uma outra dúvida, antes de pôr o Google a bombar:
Isto para decifrar é alguma regra, ou projecto-lei? (podias dar uma pista mais)
É que se isto for um anagrama, podia ficar: “E se nenhum posto vos é vedado, que se chamam só dois na semana” – sobra um “dia”, para tentar dar pai à criança.
Facilita lá isso, sim?

o que me vier à real gana disse...

joão cara doutro, você lembra-se... vocês cala-se, seu maroto! Até ao "fim" do post quero-o só a bincar, tá?

o que me vier à real gana disse...

chapuisat, meu grande caracitas! Não sabias fazer como o teu comparsa joão cara doutro... deixar o suspense ao menos por mais meiodiazito! Sacanita!

o que me vier à real gana disse...

Ah pois, suámos; não jogámos e acordo com as faculdades, ainda assim... merecemos os 3 pontinhos!
P.S. sim, podem abordar tb a jornada futebolística!

o que me vier à real gana disse...

pescador, chapuisat... cheira-me que vocês ainda hão-de pescar juntos... na trvessa. Ok, são bem homens para ir à água! Eu vou convosco.

o que me vier à real gana disse...

chinês, eh pá, assim só nós dois é k entendemos!

o que me vier à real gana disse...

pescador, já fui "apanhar" vacina!
Já podem atacar aos milhões, k não causam dano.

o que me vier à real gana disse...

jesuíta, ... porque servem à mesa dos reis e dos belmiros de azevedo...

o que me vier à real gana disse...

zmb, cultíssimo zmb, assim está bem... o tenho por essa conta, o desafio. Doutro modo teria eu postado?
Mais, feliz, quase tanto quanto verdade fosse eu angelina ter...por esposa, fico eu com a sagacidade e epifânica cultura dos habitantes desta república. Só uma coisita, digno compatriota, projecto-lei não!, que esses, enquanto leis não forem não deixam se ser projectos. Na Gânia vigora uma só lei - por enquanto-, a qual bem conheceis... e essa, de há se encontra promulgada e publicada no diário da nossa república.

sócio nº 21795 do FCP disse...

* Ricardo Quaresma não é exclusivamente de etnia cigana, a família da sua mãe é de origem angolana.
* O seu primeiro brinco de brilhantes foi feito usando um pingente do lustre da sala da casa dos pais.

VIVÓ PORTO!

Darwin disse...

Pois é, não me sinto António, nem sequer é o meu nome, nunca me senti no papel de Santo, quanto mais ainda a pregar aos peixes...nem na quaresma gosto de fazer penitências.
“Ah moradores do Maranhão, quanto eu vos pudera agora dizer neste caso! Abri, abri estas entranhas; vede, vede este coração. Mas ah sim, que me não lembrava! Eu não vos prego a vós, prego aos peixes.”

Sandra disse...

«Abria Santo António a boca contra os hereges, e enviava-se a eles, levado do fervor e zelo da fé e glória divina. E eles que faziam? Gritavam como Tobias e assombravam-se com aquele homem e cuidavam que os queria comer. Ah homens, se houvesse um anjo que vos revelasse qual é o coração desse homem e esse fel que tanto vos amarga, quão proveitoso e quão necessário vos é! Se vós lhe abrísseis esse peito e lhe vísseis as entranhas, como é certo que havíeis de achar e conhecer claramente nelas que só duas cousas pretende de vós, e convosco: uma é alumiar e curar vossas cegueiras, e outra lançar-vos os demónios fora de casa»
Mas porque não é o taumaturgo português que neste blog nos exorta o espírito, descoberto o seu inigma, aguardemos novo tema, que temo que não seja a essância do escrito que aqui postou aquilo que de facto pretende que aqui se comente.

F.R. disse...

« Se gostas da afectação e pompa das palavras e do estilo que chamam culto, não me leias. Quando este estilo mais florescia, nasceram as primeiras verduras do meu ( que perdoarás, quando as encontrares ), mas valeu-me tanto sempre a clareza que, só porque me entendiam, comecei a ser ouvido, e começaram também a ser os que reconheceram o seu engano e mal se entendiam a si mesmos...»

( Padre António Vieira - do prólogo aos sermões )


Já sei que isto não tem nada a ver com a charada, mas não resisti a deixar aqui estas sábias palavras.

Então está resolvido o enigma? Eu nunca lá chegaria!!! Serviu pelo exercício mental. Previne a Alzheimer.

Sandra disse...

«Abria Santo António a boca contra os hereges, e enviava-se a eles, levado do fervor e zelo da fé e glória divina. E eles que faziam? Gritavam como Tobias e assombravam-se com aquele homem e cuidavam que os queria comer. Ah homens, se houvesse um anjo que vos revelasse qual é o coração desse homem e esse fel que tanto vos amarga, quão proveitoso e quão necessário vos é! Se vós lhe abrísseis esse peito e lhe vísseis as entranhas, como é certo que havíeis de achar e conhecer claramente nelas que só duas cousas pretende de vós, e convosco: uma é alumiar e curar vossas cegueiras, e outra lançar-vos os demónios fora de casa»
Mas porque não é o taumaturgo português que neste blog nos exorta o espírito, descoberto o seu inigma, aguardemos novo tema, que temo que não seja a essância do escrito que aqui postou aquilo que de facto pretende que aqui se comente.

Zíngaro disse...

É Maço Gana, Isto é que se chama ter pinta. Agora pões a malta toda a prégar. Tens que organizar uma excursão aos Covões mas primeiro temos que ir dar um lanço à chincha. Pede uma ao Ti Manel da Laurinda.

a47 disse...

a resposta à tua adivinha é:

Sermão de Santo Antonio
Pe. Antonio Vieira

Pregado em S. Luís do Maranhão, três dias antes de se embarcar ocultamente para o Reino

Vos estis sal terrae. S. Mateus, V, l3.

a47 disse...

bem e aqui deixo um para voces


o ultimo homem na terra está trancado numa sala, ouve um bater na porta, quem será ?

Adivinhão disse...

A última mulher!

Sandra disse...

a47: Deve ser o Gana, que bate leve, levemente, como quem chama pelo Robert Neville, que está trancado no seu gabinete mas julga que quem bate é um mutante, vítima do transhumanismo do post passado. Teve medo, não foi ver. Não viu que era a neve, branca e fria, branca e leve, nem percebeu que era o Gana que com ele brincava para que viesse para o seu blog onde ainda poderia fazer o que lhe desse na sua real...

a47 disse...

não percebo o porque de tanta poesia... será para encobrir alguma coisa.... não tenho sequer curiosidade... mas a piada e a poesia a ver de muitos não se unem...

a47 disse...

adivinhão... boa :)

ZMB disse...

Ah bom, assim nos entendemos. Toda a gente copia mas ninguém se esquece das aspas.
Bom, se vou gastar o pouco tempo de almoço aqui no blog então é melhor esquecer as pesquisas, ou fico sem tempo para comentar o Sermão. As já ligeiras tremuras em resultado do vinho ingerido ontem lembram-me que isto de lançar um osso ao Google poderá resultar num copy/paste desgovernado, tal é a teimosia com que o cursor se balança por entre as letras, qual joaquin cortés dançando sobre brasas. Assim sendo, desisto para já dessa ideia, pois correria o risco de falar sem ser ouvido, e tempo é uma coisa escassa que não convém perder.
Mas entretanto deixo aqui um relato, muito breve, deste sonho que me animou a noite, talvez fruto da fermentação da uva, ou quiçá da sua efervercência moral.
Sonhei, apenas, com peixes a levarem um raspanete. Faz sentido, pois se o tal padre Vieira lhes deu um sermão então foi porque eles não fizeram boa coisa. Hoje, ao acordar, tudo se fez mais claro (tudo, até a minha debilitada lucidez), e num flash dei por mim a pensar: «Mas é claro! Só pode ser! Os peixes levaram um sermão porque são imorais, porque se comem uns aos outros, são perversos portanto», e andei com esta ideia na cabeça toda a manhã. Então, se é verdade que os peixes se comem uns aos outros, e partindo do princípio que existem regras próprias em cada cardume, é de admitir a possibilidade de existir algumas excepções nessa sociedade subaquática, como um certo liberalismo, talvez, que lhes permita, a eles peixes, disfrutar do direito à diferença, o que explica a permissividade (ligeiramente) ilícita de se aceitarem elementos com gostos distorcidos da restante comunidade. Ainda assim, parece-me que as regras estão bem definidas, pois fica bem claro que “... na semana só dois se chamam vossos, nenhum dia vos é vedado.” não é mais do que uma orientação para a dieta alimentar dos próprios peixes, isto é, podem-se comer quanto quiserem, mas não o devem fazer mais do que duas vezes por semana.
Agora o que é que isto tem a ver com um jogador de futebol? Isso agora é que não faço a mínima ideia. Juro.

Cantona disse...

o Amigo Gil,
Aqui na France não a nada disto hein, ve la se consegues uma praçazita para eu poder tanbem parlar com voces.
Mas assim essas advinhas c'e pas possible para mim. Ja estou como aquele ministro eu adivinhar "Jamais" poem mas é essa malta toda a parlar de futebol que assim tanbem posso dizer quelque chose. Ja bistes o meus PSG consegue estar pior do que o SLB e o Sporting juntos. Só o nosso Touring é que safa isto parece que foram champions é na pa muito orgulho tenho eu de ser dessa terra mas aqui em Lagny tanbem somos muitos e somos todos do FCP grande equipe, foi a unica coisa que eu percebi foi quanfdo parlaram do Quaresmo grande Gitano .
Por falar em Lagny o grande orgulho que eu tenho de ver a malta da tera todos anos ca vir encher as bentonas de vinho e cerveja, essa malta tanbem bebe assim o ano todo? e que aqui são um espetuclo bebem ate cairem e depois só fazem palhaçada melhor que ir a eurodisney. Um abraço

Darwin disse...

Hoje acordo com esta terrível noticia. O neto bateu na avó. A população veio toda a terreiro, tentando fazer justiça pelas próprias mãos. Onde é que se já viu isto? Um neto bater na avó?! Onde é que este mundo vai parar, quando já não há respeito pelos mais velhos? E, pegando em foices, cajados, varas e mais material de guerra, dirigem-se a casa da avó do neto a fim de julgar o criminoso. Na frente, seguia o primeiro-ministro da aldeia, que em tempos andou pela Suíça, tem uma distensão muscular de subir e descer os Alpes. Vida dura a de emigrante! Mas aquela subida era bem capaz de lhe provocar cãibras, pois a ladeira era bem íngreme. A populaça, lá chega esbaforida, encontra já a presença do guarda mais popular da aldeia, que por acaso é presidente de uma associação local, que lhes explica que a avó e o neto estavam simplesmente a brincar à estátua, quem se mexe... leva!
O primeiro, coitado, lá regressou com a sua distensão muscular, arrastando a perna. Ao seu lado seguia uma velha senhora, que lhe disse: Ó homem no seu estado, porque raio se foi incomodar!... O primeiro, olhou para senhora, encolheu os ombros e seguiu o seu caminho. Como este povo é ingrato!

Frank Zé Pá disse...

Caro amigo Gana

De repente sinto enormes dificuldades em participar no teu blog.
Na minha modesta opinião a escrita deve ser o veículo mais importante para nos ensinar e divertir (a par com a tal experiência do saber feito).
Desde o início que eu achei que iria ser difícil. Iniciei a minha intervenção dizendo isso mesmo. Pensei que este fosse um lugar de encontro de amigos novos e velhos em que o humor e a partilha de conhecimentos fosse o litmotiv do blog Depressa verifiquei que o insulto e a transcendente inteligência de alguns intervenientes aparece em primeiro lugar. Efectivamente, quando vi mentes tão brilhantes, com um sentido de humor tão apurado vi logo que teria dificuldade em integrar-me. Não é culpa de ninguém é apenas falta de substrato meu. Pessoas que opinam em temas tão simples com transhumanismo, resvalam pelo futebol e insultam quem não pensa como eles são sempre difíceis de acompanhar. O 25 de Abril foi há três dias mas muita gente esquece-se que aquilo que de mais importante nos trouxe a liberdade: foi precisamente o respeito pelos outros, pelas ideias dos outros, pelo direito à diferença. Será assim tão difícil?
Fica na consciência de cada um.

A verdade é que me recuso terminantemente a representar neste palco.
Por isso, vou passar a declamar poesia.
Então aí vai o primeiro poema que recitávamos em conjunto com o Ferreira.

Que de ve vene
Ne ve de ne
Sap zás trás pum
Sonzom trosté
Vinctero plumbum
Madjé plocté.

Quem conseguir decifrar recebe um exemplar da 1ª edição do “Twins Peak…enos”.

Cantona disse...

Então amigo Darwin quer dizer que nessa aldeia anda tudo lesionado.
O presidente com uma distensão muscular (imagino que seja num braço de tanto levantar copos) o vice-presidente anda de muletas (parece que caiu com um baril de cerveja, é o que faz dormir de baixo com a torneira aberta) e o tal guarda anda tão inchado com a subida do Touring e certo com o que ele bebe que nem se mexe.
Só me apetece dizer: ó linda praia de mira, arrasada sejas tu, ou com cravos ou com rosas, ou com merda do meu cu.

Darwin disse...

Cantona, vocês não sabem brincar, sem ofender as pessoas?
Em relação ao presidente que falo no post, falta-te um danoninho assim «----------------------------------------» só para lhe chegares aos calcanhares.

Indignado disse...

Tem razão Darwin, isto está sempre a resvalar para o insulto e arruaça e este Cantona que também era o Zua (comparem os discursos) está sempre a trazer estas coisas de junta e touring sem necessidade.

M&M disse...

Apoio o Sr Darwin. É muito fácil, chegar aqui, a coberto do anonimato e ofender as pessoas. Se o Sr Cantona está desagradado, em 2009 concorra e faça melhor. Desejo-lhe boa sorte.

zmb disse...

O que é isso, o que é isso? A estátua da praia de Mira mexeu-se? O neto arreou na avó? Então e o pescador não fez nada? Tá mal. É enviar uma reclamação ao Alves André... ele que esculpa alguma subserviência no menino. Onde é que já se viu?

indignado disse...

Acho que o Cantona deve ser o Zíngaro e já começou outra vez na má língua.

zmb disse...

Prezo-me por ser uma pessoa que se dá ao respeito, sou pouquíssimo tolerante a faltas dele, e sendo sociável q.b. acho que ainda sei discernir onde acaba o meu espaço e começa o de outros. Normalmente não gosto de objectar, mas às vezes sou obrigado a isso, e neste caso a minha crítica (ou birra, como às vezes lhe chamam) vai direitinha para esse Sr. Cantona. Meu amigo, você começou tão bem com o seu afrancesado, porque descambou de tal forma? Olhe que para dizer mal já chegam os que lá estão... lá, na praia de Mira, ou que costumam ir até lá com frequência como é o meu caso. Se tal aldeia não lhe serviu para amadurecer as suas raízes, não terá o meu amigo o direito de a ela se referir com semelhantes propósitos de a denegrir, a ela e aos que lhe têm zelo, para que ela se encontra viva e de braços abertos para acolher o seu regresso, pois afinal trata-se de sua casa. Ingrato, é o que o Sr. é, pois não servindo tão nobre população para viver parece servir para o amigo evacuar suas demências. Mostre algum respeito, homem, que quem lá está é gente boa e séria.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Ó zmb n digas asneiras pq td gente sabe q tás cá tds dias.

zua disse...

Calma, calma que eu não tenho nada há ver com isso.
Não é por eu ter feito um comentário uma vez (e numa de brincadeira sem querer ofender as pessoas que até são amigos) que agora assim que alguém faça um comentário sobre esses temas que eu seja logo associado.
Se forem honestos, também saberão ver que nunca mais fiz nenhuma alusão ao tema, e posso vos garantir que sempre que venho ao blog venho com este nome e mais nenhum nem se quer em anónimo (o que não é o caso de todos).
Não tenho nada a ver com esse Cantona e se necessário poderei dar a cara ao amigo Gil (alguns habituais do blog até já sabem quem sou).
Quanto a junta e ao Touring os que lá estão que fiquem que eu de certeza é que não quero o lugar deles.

O Karateca da Marateca disse...

Epá e respeito de parte a parte ? hã ? Não era lindo ? Principalmente pelo dono do blogue.
Tenham dó...

Anónimo disse...

Zua, sabemos quem tu és por isso tranquilo, mas se calhar esse tal cantona não foi inocente. Um abraço amigo

o que me vier à real gana disse...

Sócio nº… do fcp, quem é que lhe perguntou tal?; Darwin, no Padre António Vieira habitava, ou pelo menos visitava-o, grande génio!; Sandra, pois encontra-se bem enganadinha!: descobrir o enigma, 1º passo para o debate sobre o Homem, sobre a Obra, e sobre o que nela defendia. É bom, muito bom, a revisita ou a visita a este grande Homem da Igreja, da Filosofia e da Literatura!; f.r., este blog é uma autêntica clínica de tratamento naturo-lúdico para imensos males… Resolvido o enigma, podeis, como já referi, discorrer sobre o Homem e a Obra.; zíngaro…, que é meu tio e meu padrinho… e grande mestre na “coisa”!; a 47, podes entrar no debate sobre o Homem e a Obra. O enigma fora, quase de imediato, resolvido (vocês sabem por quem)!... Agora tb administras o blog!?; zmb, se for preciso faço-te um desenho!; cantona, grande futebolista-karateca, o pessoal aqui, no Inverno, só bebe água de Luso!; Darwin, continua no nível a que nos está a habituar… elevado!; Frank Zépá, subscrevo o que diz… Mais, “exijo” que continue a habitar esta república e que não deixe de, regularmente, continuar a enviar o imposto com que tão bem tem contribuído para a alimentação dos nossos cofres. Com cidadãos como o sr., não haverá lugar a défices… qualquer que seja a sua natureza!

zmb disse...

Nem todos, caro anónimo, nem todos nem tanto quanto é minha vontade. E quem me dera que toda a gente dissesse tantas asneiras como eu, com certeza que as esfarrapadelas e atropelos que se vivem aqui no blog seriam mais escassas, possa raros são os dias sem as ver por aqui. Se ao menos o Gana me desse ouvidos...

o que me vier à real gana disse...

anónimo das 16:13, apaguei o teu comentário. Vai tratar mal quem tu quiseres,mas em tua casa!

Anónimo disse...

Boa tarde a todos,
Tenho o hábito de vir a este blog, mas nunca aqui escrevi, por uma razão muito simples é que seria facilmente descoberto dado nunca ter tido escolaridade portuguesa.
Decidi hoje escrever porque não quero ser de forma alguma associado a estas 2 personagens (Zua e Cantona) a primeira porque já me vieram comentar que era eu, e a segunda dada a escolha do nome podem também me associar a ela (o que da para perceber em alguns comentários).
Sobre os temas preferidos destas 2 personagens, também é verdade que sobre o Touring era capaz de dizer algumas coisas mas sobre a junta tenho lá grandes amigos e respeito por eles.
Não necessito identificar me a 100% mas quem me conhece saberá quem eu sou, já agora vou seguir um conselho de um amigo que passara esta mensagem a quem me quiser identificar (não abuses) assinando Sarkozy.
Um abraço e continuem.

Cantona disse...

Je suis tre conten ah, ah, ah, demain digo quem sou ah, ah,ah
ou não. sou o Zua ah, ah, ah

errante disse...

É pessoal, confraternizemos. Olhem p'ró exemplo do mestre Padre!
Brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

o que me vier à real gana disse...

Apaguei o comentário do anónimo das 16:13, porque, ora porque não o era... um comentário. Tratava-se de grave ofensa ao cantona. Temperança, exijo!

Sandra disse...

Gil, não tanto enganadinha. A menos que pretendas aqui uma discussão meramente a nível literário, que não me apetece empreender, parece-me que quem por aqui vagueia, com o devido respeito a todos os que o merecem, não terão pachorra para discorrer (a palavra era entender, mas poderia ser conotada com ofensa à inteligência de alguns mais sensiveis) sobre o valor da penitência que o nosso Santo nos queria incutir. E como me recuso a ver tal obra como mera obra literária, aguardo o próximo...

Anónimo disse...

eu sei e fizeste bem em apagá-lo escrivi aquilo porque o cantona disse muito mal aqui da praia e de pessoas que estimo muito. foi só um desabafo mas pronto, desculpa lá.

o que me vier à real gana disse...

Boa errante!; ok. Sandra!; estás desculpado, anónimo das 16:13!

Anónimo disse...

O zmb gostava de ir ao restaurante do sr. Charmander.

Cantona disse...

O anónimo (Sarkozy) também sou eu ah, ah, ah,
Ou será o zua, ah, ah, ah
E esse anónimo a pedir desculpas ah, ah, ah,
0 o que me vier a real gana, no teu blog é tudo uma cambada de tolos ah, ah, ah

mélita disse...

cantona, o único tolinho que por aqui vejo é você. Tolinho e ignorante!

alberto joão disse...

Esse mal-educado desse cantona na minha ilha não tinha hipótese.

Anónimo disse...

eu só n entendo porque que o meu comentário foi apagado e o do cantona que fala em arrasar a praia de mira com merda do cú dele não foi.

Anónimo disse...

sera porque o Amigo Gil esta a precisar de mais clientes para este blog? voces estao todos a ser explorados mas é.

gastão salsinha disse...

epá, eu até lhe mandava uns tiros de sal com a flover, mas sei lá, a malta já me anda a pedir para me entregar! será que posso mandar só mais uns tirinhos?prometo que desta vez é sal fino.

Anónimo disse...

é que se aquilo foi uma ofensa o que é então aquilo que ele disse? um elogio? como zua e pescador sou obrigado a sentir-me orgulhoso pelo que ele disse da minha terra. tá certo.

O vizinho do lado do verdadeiro anónimo disse...

E ainda dizem que Salazar não faz cá falta...

Cantona disse...

A final o anónimo das 18h47 é o Zua, então sou eu ah, ah ,ah

João Cara de José disse...

O Sr. Real Gana tem apelado por diversas vezes para que os comentários não se circunscrevam a questões simplesmente locais. Pela profusão de opiniões de versam, sobretudo, aspectos da vivência meramente bairrista, fico com a desagradável e estranha sensação de que sou o único participante neste blog que está completamente a leste quando o discurso resvala para estes caminhos.

Anónimo disse...

Não sou Zua coisa nenhuma sou zua sou da praia e tamem sou um pescador, ou nao percebes a diferença entre um z e um Z. Que riso mais desenxabido...

Anónimo disse...

la esta este joão josé c o mm discurso tecnocrata de sempre qdo a conversa n lhe agrada la vem ele c os seus textos a versar queixas ao gana. ou escrevem o q ele quer ler ou ele caivos em cima c uma profusão de sinonimos. vai lá vai.

João Cara de José disse...

Sr(a) Anónimo(a) das 19.29:
Discurso tecnocrata ? queixas ? Isso era para mim ?
Já ouviu falar numa coisa que se chama "regra do hospedeiro" ?

Mirtota disse...

Os únicos dias que realmente são nossos, são: o dia do nosso nascimento e o dia da nossa morte. No entanto qualquer um dos dias nesse intervalo está livre para fazermos o que disse o Dalai Lama.

pescador do alto disse...

é maltinha voa urganizemsse é pá issu bai práí ma garreia pegada por casa dum padre que fala cus peiches e que debe de cer tulinho. se eu cunhessesse ese tal padreco dezia-lhe é masso ólha cus peiches num são pra falare masso são pra agarrár á falsa fé. e tamém lhe dezia quele habia de falare mas é ca maria rosa que fique lá cum ela e lhe fassa vom probeito, olhim que a frite cum môlho de escamveche cumo agente fas cum us pimpoins. agora falare cum peiches masso bieira? cá pra mim é asim amandulhe a rede seja lá cual fôr e ópois cando eles lá xegam nim tempo têem de dezer ai nim ui, num bou agora tare a dezer ó sarginho ó rubalinho ó carapauzito andem cá amigus benham cá queu queru falare cum bocês, portimsse vem e benham até aqui á rede do pescadore. já tou mêmo a ber o resoltado massos, birabam us ravos e as vadanas e tóca a andare se não inda bamos acavar na panela do tóino. não massos, u peichinho é pra tratare cum carinhu mas num é pressiso munta faladura queles nim gostam diso e são descunfiadões olham um camarada sempre de ladu e a fazere fusquêtas ca vôca e gargarujos. numca nus infrentam ólhos nus ólhos e tão sempre a pinsar que agente quere é tirarlhes a camiza. purtanto é masso bieira deicha lá iso dus peiches pra quim save. olha cando tu quizeres bem cá a caza du pescadore e bem mais o masso chapussat queu fasso aqui um ensupadinho de lula prá gente os trêz, mas é massos num benham cá cum esa da conbersa cus peiches quissu com migo num péga.

P.V. disse...

Pois comesta é que tu "nos" tramas-te (pelo menos a mim), dei uma vista de olhos pelos comentários para ver se decobria (FINA) e nada.
estou a zero.
tambem dá para copiar da net?
ah ah ah

darwin disse...

Amigo João cara de José,

Estou inteiramente de acordo consigo! Nunca pensei que um simples post, com uma pequena brincadeira, desse a peixeirada que deu. Mas infelizmente há sempre este tipo de gente, que procuram cabalas nas entrelinhas de um simples post.
Se soubesse que iria resultar nisto, nunca publicaria tal coisa.
Pela minha parte, peço-lhe desculpa.

O crispim disse...

Muito importante:

Desapareceu o meu primo gastão salsinha. Tenho quase a certeza que
as pessoas implicadas em tão vil acto só podem ser o sr zingaro, sr carlão ou a senhora mirtorta e algo me diz que o sr. gana tem alguma informação privilegiada. De qualquer modo já alertei as autoridades competentes.

pescador do alto disse...

é masso cântona

num sejas asim masso ca gente save que tu inté és um gajo purreirinho e gostas da nosa praia e do noso turinguezinho que foi agóra campião, é maso num trates ningém mal que num bale a pena pá, ólha um destes dias bamos mas é vever uma minizita ó calssas ô ó purreta e cumemos uns tramossitos da augusta ô atão vevemos ma benhassa voa e cumemos ma lata de cabala de conserba. pago eu masso.

pescador do alto disse...

é masso zapa disme só ma coiza, tu tamém és o mê amigo xaótas? é massito ese puema que tu iscrebeste é u melhore puema queu já oubi inté oje. eu já o cunhecia tamém, tá vestial pá. imagina o masso antóino bieira a dezer iso ós peichitos, os cuitaditos numca mais desobábam pá ficabam mesturadus do juízo. já biste o questa gente arranja masso, um home a falare prós peiches? ó calástramo pró que o pescadore taba guardado. ólha a mim só me fas lemvrar aquela anedóta cando o creador taba a dar o nume ós peiches nu prinssipio du mundo né, e dezia ora tu és o durrubalho e tu és o cassão e tu és o varvo e tu és o linguirão e tu és fião ficas o tamvuril e deu o nume a tôdos e ópois nu fin dise, agóra bão e fassam muntos peichinhus e atão um peichito que tinha ficádo lá ó cantito foi asim é mestre e eu bocê isquesseusse de mim? e o deus dise é pá pois foi, ólha cumo tu istás in sima dum pau ficas o carapau. e o peichito pinsou pôrra se eu taba im cima dum alho. tás a ber masso mas iso era nu prinssipio do mundo nu tempo in que os animais falabam proque o creador inda num tinha feito o adão e a eba.

é maltinha vôa desculpim lá a anedóta cuntei a sim maldade denhuma.

masso zapa um avrasso.

Beato disse...

Leio-vos o responso (aos que andam perdidos)
Se milagres desejais, recorrei a Santo António
Vereis fugir o demónio e as tentações infernais.
Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão,
e no auge do furacão cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão, foge a peste, o erro, a morte, O fraco torna-se forte, e torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.

Todos os males humanos se moderam, se retiram,
Digam-no aqueles que o viram, e digam-no os paduanos.

Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão,
e no auge do furacão cede o mar embravecido.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Recupera-se o perdido.

Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.

Rogai por nós, bem-aventurado António
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

chapuisat disse...

Isso pescador.
Isso é uma boa ideia, não me importo nada de ir à água, só desconfio que não tenha grande utilidade depois de lá estar… é possível que se me embaralhem as voltas do faite nas mãos, e em vez de o amigo juntar uma caldeirada sai-lhe um jogador de futebol emalhado… mas se é como diz, pode ser que consiga aprender consigo essa arte. Oh “masso”, é claro que o pescador ainda tem valor, tem e terá, para mim, muito valor e mérito, e não é só na arte da subsistência.
Já no que à sua amada Maria Rosa diz respeito, gostaria de o poder ajudar mais, mas não consigo mesmo … não sei que lhe diga, quando o homem passa o tempo a clamar aos “pobres” e aturdidos peixes, o que mais conseguirá ele fazer…
Bom, o melhor é o amigo combinar aí uma pescaria ao faite pra fazer uma caldeirada, que eu tenho aqui umas garrafinhas de uma reserva que andam a suplicar para respirar há que tempos – o rótulo até está a ficar triste com a falta de ar-, convida-se o Gana e fazemos uma tainada, que tal hein? E depois enchemos as bent… ok, já percebeu, é melhor ficar por aqui antes que me exceda.

o que me vier à real gana disse...

Mélita, Alberto João…, deixai-o! “Os cães ladram, mas a caravana passa.” Uma pessoa como o cobarde em questão, carece de uns Sermões. Pois, mas isso só adiantaria se a pessoa os entendesse… O substrato deste post é elevado demais. Este tipo de “coisas” não se coadunam…

gastão salsinha disse...

crispim!(pronto), já não te lia há uns tempos, já consegues calçar as botas ou ainda andas descalço? Bom vamos ao que interessa, quando poderes carrega-me a flover com sal fino que os animos por aqui estão a começar a aquecer. depois forma o pessoal que vai haver parada. eles que tragam o sal grosso, mais sal fino, os caroços de azeitona e as pedras de ançã, que agente nunca sabe!!!da-ssssse!

o que me vier à real gana disse...

Zua e Karateca, obrigado!; anónimo das 18:42, tem calma, pá! Eu apanho-o na próxima esquina. Comigo o Karate dele não pega!; anónimo às 18:44, claro,quantos mais, melhor! eh eh eh!; João cara de ´josé, tem razão! Mas você não está só! Caro joão, ele, o anónimo das 19:29, sabe lá o que isso é!?; mirtota, pois, mas o enigma fora decifrado, supra!; pescador, mais uma vez... não há palavras!; p.v., já está descoberto. Ora lê novamente os coments!; beato, porreiro, pá!; chapuisat,é isso. Também quero ir à tainada!

o que me vier à real gana disse...

gastinha salsão, és danado p'rá brincadeira!

o que me vier à real gana disse...

gastinha salsão, és danado p'rá brincadeira!

o que me vier à real gana disse...

2 x... é p'ra inflaccionar!

O crispim disse...

Primo Gastão salsinha como fico feliz por saber que estás de volta. Pensei no pior. Mas já estava a preparar a vingança... até nomes feios lhes ia chamar. Podes contar comigo .....
Atenção não confio muito no gana nem na mirtorta. Mantém-te sempre alerta, que eles agora vêm apregoar o S.Antonio. Querem dar um ar religioso, mas não passam duns hereges.

Gen. spínola disse...

O gastão e o crispim foram os dois passear, o gastão deu um pô e o crispim foi ao ar...

Mirtota disse...

Herege! Não me posso considerar tal. Mas agnostica?! Já acredito que sim. Saudações

cristina disse...

Mirtota, gostei da resposta. Uiiiiii, a gente fraca que por aqui há!

gastão salsinha disse...

olha o general spinola, pimba! já foste! isto é par aprenderes, nem o stº António te vale, ofendeste o meu primo!da-ssssse!

Anónimo disse...

acho de grande dignidade esta homenagem a um grande homem da religião e da cultura mundiais.

gastão salsinha disse...

querem-me ver esta! pimba!toooma!

Anónimo disse...

Senhor Gastão, não achincalhe o post.

O Karateca da Marateca disse...

Epá se for preciso alguém para dar umas arrochadas ao Spínola, digam. Ok ou não ?

deixósrapazes disse...

Neste post também se pode brincar. Eu gosto e ando a acompanhar com gosto as aventuras de Gastão Salsinha, Crispim & Cª. Quebram alguma monotonia que às vezes se instala por aqui. Trazem uma lufada de ar fresco ( apesar do cheiro a pólvora ), e não tratam ninguém mal.

O crispim disse...

Ó Gastão esse anónimo das o:32 está a precisar duma chumbada, dá-lhe que está do teu lado, que eu daquí chamo-lhe nomes para ele desmoralizar.

O crispim disse...

Tenho cá na minha que a mirtorta também vem parar às nossas fileiras!

Railaku leten disse...

Ministru Agrikultura, Floresta no Peskas (MAFP), o pescador do alto(OPDA), husu ba Komunidade fo apoiu ba governu atu hasae produsaun kafe iha rai laran. "Produsaun kafe oras ne’e dadaun folin komesa makas iha merkadu internasional tanba ne’e husu ba komunidade atu fo apoiu ba governu hodi SALSINHA hasae produsaun kafe," nia dehan. Nia husu ba komunidade agrikultura tenki halo peremajaan GASTÃO ba kafe no oinsa kualidade kafe iha rai laran ba iha merkadu international.

Nia dehan lian fuan hirak ne’e wainhira remata halo vizita ba viveirus kafe no mos misaun Portugal iha Gâniense semana liu ba.
A ho D ne’ebe maka halu knaar iha distritu Gleno no realgana hatudu sira-nia armamentos de flovers (salgadeiras) funu nian no halo demonstrasaun taktik oinsa atu kaer kriminosu ida iha operasaun militar.

gastão salsinha disse...

ó crispim pera aí um bocadinho que tenho a minha prima RAILAKU ao telfone.

O crispim disse...

Primo Gastão custa-me dar esta novidade, mas essa que diz ser tua prima, não é prima, é primo, pois trata-se dum travesti e desenvolve a actividade de espionagem. Aliás neste momento anda à procura do Gana.

risota disse...

Estou a gostar. Melhor que o programa do Marco Horácio.

O crispim disse...

Mas o que é que terá acontecido ao gana. Será que está danado c'a gente. Pronto vou comentar o post. Então o St. António fazia milagres e pregava aos peixes. Olha a grande novidade. Em S. bento também se prega só que não se fazem milagres.

gastão salsinha disse...

mas crispim! onde conheceste a minha prima(o)? não me digas que foi ela(o) que te tratou dos pés? olha pera aí que vai ali a passar a cristina, pimba! toooma! eu até atirava ao anónimo, mas eles são tantos, e se eu acerto no verdadeiro?

O crispim disse...

Gastão vê lá não atinjas os inocentes, para isso já basta o governo. Dava-nos jeito uma chaimite para impôr mais respeito. Mesmo que não andasse, mas sempre era outra coisa.

gastão salsinha disse...

ó crispim tu ainda não reparaste que este post é dedicado a nós? olha aqui, dois dias foi o que eu pedi ao presidente da republica(o Gana) para me entregar, e o jogador de futebol és tu.hã!

risota disse...

Eiii, continuem.

deixósrapazes disse...

Ó sr Railaku leten, podi-ó traduzir se me fizesse a fineza?
É que ando com muita atenção a esta rapaziada e não queria perder nada da história. Obrigado.

gastão salsinha disse...

crispim, tenho que ir lá acima á montanha cá de baixo, disseram-me agora que o karateca da marateca está com aquele problema de flatulência e a malta anda toda em alboroço, sabs como é, aquilo não se aguenta.

gastão salsinha disse...

o que aquilo quer dizer, é que o pescador do alto, vai deixar a pesca e vai-se alistar nas nossas forças. tá lá tudo!

Anónimo disse...

Oi, há aqui outro novo: deixósrapazes. E ainda por aqui anda gente a estas horas!

risota disse...

Isto é hilariante. Ah Ah Ah Ah Ah!

deixósrapazes disse...

Eu só vim botá-las nassas

deixósrapzes disse...

Ó gastão você é que era o maço que falava estrangeiro'

o que me vier à real gana disse...

Anónimo das 0:25, obrigado!; deixósrapazes, sim, apesar deste post remeter para alguma solenidade, não vejo grande mal nisso!