quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Ministério da Educação Trapalhão

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO TRAPALHÃO


O artigo 22 do novo Estatuto do Aluno já fez correr muito mais tinta do que aquela que os seus redactores julgaram necessária. Enfim, erro de planeamento. Não é por aí… tinta não há-de faltar.
O problema é que, sempre com o objectivo de administrativamente mascarar as estatísticas, o Ministério da Educação (mas não só, que a característica é comum a todo o Governo) tem feito “trinta por uma linha”. Ó meus caros senhores, então querem lutar contra o absentismo profusamente instalado na nossa sociedade (sei que já não é tanto assim), promovendo-o desde cedo nas mentes em formação?! Boa!!!
Escola eficaz, camaradas, que cumpra idóneos desígnios, não pode abdicar de rigor: na Disciplina, na Assiduidade; no Aproveitamento… O quê?!, “passar” só por “passar”; só para ficarmos bem na fotografia (leia-se estatísticas!)? Não, rapazes e raparigas da governação. Não se incomodem se vos apelidarem de “troca-tintas” (até porque o são). Legislem Bem! Sim, é uma ordem.
P.S. Já agora, não vos ficava nada mal pensarem noutra figura pr’ ó cadeirão da Educação. Esta é a minha opinião… e a de muitos outros!




Carlos Jesus Gil

2 comentários:

J P G disse...

Quando a nossa rapaziada se aperceber que se trata de mais uma "benesse", vai ser bonito a escola a competir com os centros comerciais, com a praia, com as ruas e tudo o que lhe é inerente.
Definitivamente, o "Ministério do Ensino" é-o cada vez menos!

Tomas de alencar disse...

por principio, nao comento.