segunda-feira, 15 de junho de 2009

Perfeição na diversidade... Mas primeiro comem os leões, ohhh!

PERFEIÇÃO NA DIVERSIDADE… MAS PRIMEIRO COMEM OS LEÕES, OHHH!


Vi desertos
Ermos
Amplos

Vi prados
E florestas onde o verde impera
Vi-os, vi-as a perder de vista

Conheço uma paleta indizível

Vi areias
- Filhas beneficamente arrancadas a penhascos –
E as mães

Sim
Experienciei o apelativo sinuoso
E a doce monotonia indolente

Ouvi gritos
Nem todos de dor
E os de dor convém distingui-los

Não desconheço as convenções…
algumas delas
Vi gente “boa”
Da outra também
Ah, e gente “linda”
Pois, e da outra também

Vi o Sol
Vi a chuva
A calmaria
A tempestade
A maldade
A bonomia
A fartança
A saudade

Vi animais
Vi plantas
De outros reinos também
Estudei tudo a preceito
… É tanto, tanto, tanto e não demais!



Há isto
Há aquilo
E tudo… que profusão!
Tanto, tanto que é!
Hodiernamente.
No passado não assim
No porvir, mais e mais e mais
Que o muito do pouco vem.
Porém, agora como dantes
Nada igual
Tudo diverso.
Eis a riqueza
Do universo!

E eu pensei
É bom
É bom assim
É muito bom
Óptimo
Perfeito!



Perfeito?!!
Mas, se os leões são os primeiros a comer!




Carlos Jesus Gil

22 comentários:

oscaralberto disse...

Excelente amigo
me ha tocado el alma

agradezco tu visita
un abrazo sincero

Nanda Assis disse...

o mundo e tudo que ha sobre ele é perfeição, mas o que ha dentro de nos torna isso imperfeito, somente a nossos olhos, pq imperfeito é o que esta dentro de nos.

bjossss...

batutaemeia disse...

Olká. Concordo com a Nanda. as coisas parecem imperfeitas mas não são. Tudo tem razão de ser. Agora o gil deve estar a escrever metaforicamente, claro.

Abraço a todos

linda disse...

Ei. O mundo é perfeito, não tenho dúvidas

bj

J P G disse...

Ora se os Leões não são os primeiros em tudo.

Pelo menos no que toca a corridas (atletismo, por ex.)

aa disse...

Olá 'real gana'
gostei bastante do li...

Quanto maior a diversidade, maior a heterogeneidade e a variedade... e é aceitando a diversidade tanto no que diz respeito à variedade, como às idéias, como às aceitações das diferenças nos outros, que faz de nós sermos ou não um bom 'ser humano'... um viva à diversidade em todos os sentidos...

E no meio de tanta diversidade, alguém tinha que ser o primeiro a comer... sorte a dos leões...:)))
Boa semana para ti...
Beijos,

AA

Ana Maria disse...

"O sonho e a esperança são dois calmantes que a natureza concedeu ao ser humano." (Frederico I)

1000 beijinhos!

sarasvati disse...

A síntese do poema está, como nos sonetos, no final - "Perfeito?!!
Mas, se os leões são os primeiros a comer!"

Pensar nisso, como escutar a chuva, não dói e pode ser conveniente, penso eu...

Obrigado pelo poema. Gostei do blog e fico a esperar mais.

Bom dia. :)

Tomasio disse...

Ao Amigo Gil:
Viva Maço, desde há algum tempo. Espero que te encontres bem.
Desculpa-me a ousadia deste comment, à margem do teu bom post, prometo ser breve e conciso e sobretudo não reincidir.
Um abraço para ti. Tudo de bom.

Ao Darwin:
Olá Amigo, como estás?
Venho apenas deixar-te uma palavra de gratidão pelo teu comment do dia 9 de junho aqui no blog do maço Gil;
Revendo-me nas tuas palavras, porque as tenho em enorme consideração, sublinho que também eu aprendi bastante, sem dúvida mais do que aquilo que têm aprendido comigo - o que tenho para dar, por si só, é pouco -, e, também sem dúvida, que muito do interesse em tertúlias como as que se experienciam no realgana (ou noutros), é assente em contribuições como as tuas.
Gostava de participar mais, mas honestamente não dá.
Seja pelo rigor técnico ou pela clarividência com que expões os pontos de vista, a qualidade dos teus textos é meritória e só ao alcance de alguns - poucos, infelizmente -, não só na blogosfera mas na generalidade dos meios.
Obrigado, mais uma vez, por te manifestares com tanta qualidade. A Praia ganha com isso, e muito.
Fica com um abraço.

(quis tornar este comentário público por livre vontade minha, apenas e só, porque entendo que pessoas como o Darwin são impulsionadores de quem não podemos adbicar)

Cumprimentos a todos na Gânia, antigos e recentes.


João José Tomásio

Laurindo disse...

Viva a todos. Pois, há quem coma primeiro mesmo sem ter "caçado". Bom, Gil.
Ainda assim considero que a natureza é perfeita, o mundo é perfeito.

o que me vier à real gana disse...

João José, sabes que és sempre bem-vindo!

Abraço

AZUL DRAGÃO disse...

Perfeito !





Abraço

Monique Frebell disse...

Cadeia ALimentar, caro!

Beijos*

loirinhaquenãoédeaveiro disse...

Boa observação em poesia. Mas o mundo é lindo

Conceição Duarte disse...

Jesus!
Que maravilha o que lí nesse poema. E incrível como em tudo na vida, temos os leões por perto, as vezes muito perto, chegam a nos ferir.

Muito obrigada por me visitar.
Estarei sempre por aqui, tenha uma ótima semana, um beijinho, CON

Philip Rangel disse...

Uma grande comparação verdadeira....entre as escritas;...

abraçao

Café da Madrugada® Lipp & Van. disse...

E a tal "elite" predomina...
haha, até nas poesias...

Dulce disse...

E não é exatamente essa diversidade que torna a vida mais preciosa? Sem ela seria um tédio sem fim...

Passei para agradecer sua gentil visita e conhecer seu cantinho, que é interessantíssimo com bons textos, poesia com sensibilidade, e um incrível toque de humor.
Gostei muito.
bjs.

Dulce

Anónimo disse...

Nuito bom!

Deh Bee disse...

os leões comem pq são egoístas. eu não sou egoísta. prefiro que toda a perfeição do mundo me atravesse... e siga. bju e... obrigada pelo comentário, tu é um amor de guri.

Mariazita disse...

Felizes os que ainda conseguem ver prados e florestas, a perder de vista, dum verde brilhante.
É a Natureza em todo o seu esplendor, em toda a sua diversidade, o que aqui tão bem descreves.
E, apesar de teres posto os leões a comer em primeiro lugar… ainda assim construíste um poema belíssimo!
Gostei imenso, de verdade!

Bjs
Mariazita

Ana Martins disse...

Simplesmente fantástico!!!!!!!!

Beijinhos,
Ana Martins