terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Eh pá, tu também não estás bem em lado nenhum!

À Mariazita




A brincadeira que dá substância ao post d’hoje, não é fruto da minha imaginação. Palavra! O caso passou-se mesmo. Viveu-o um amigo de um amigo meu, que, prazenteiramente, m’o contou.


Ó PÁ, TU TAMBÉM NÃO ESTÁS BEM EM LADO NENHUM!


Certa noite de determinado Verão, tendo um meu amigo em segundo grau ido com outro amigo - meu também, mas já num afastado terceiro grau – a um arraial, daquelas peculiares festas de Verão tão enraizadas aqui na nossa “jangada de pedra”, a dada altura, e já com o grão na asa – mas não um grão qualquer, que daqueles com um diâmetro já bem jeitosinho se tratava! -, pede o meu amigo em terceiro grau ao seu amigo mais directo, que era o dono do transporte - uma velha motorizada de duas mudanças no punho: “ Eh zé, vamos à festa do Seixo?”; “ Ó homem, não estás já numa festa? ”; “ Eh pá, pois, mas isto aqui não está a dar! ”; “ Ó meu, ainda agora aqui chegámos e já tens ideia formada acerca do rendimento?! ”; “ Eh pá, já aqui estamos há mais de duas horas… E depois, sabes, está lá a Tininha,? Por favor, pá! “; “ Tu estás que nem um cacho. Deixa-te mas é estar quietinho, que ainda evitas más figuras! “; “ Que é que queres dizer com isso? “; “ Nada, nada. Estás um chato do caraças! “; “ Zé, por favor, pá! Ao menos leva-me lá! “; “ Pronto, chaga, anda daí!”.
E assim foi. Daí a minutos já se encontravam em cima da bicha que era suposto transportá-los até ao outro centro de engate, em simultâneo funcionamento não longe dali. Mas eis que, já perto do destino, o grão faz das suas: numa curva, até nada apertada, diga-se, protagonizam tão grande espalhanço que o meu amigo em terceiro grau vai parar dentro dum poço… fundo… bem fundo… “ Eh zé, zé, tira-me daqui, tira-me daqui! “… O outro, completamente esfarrapado e com sentido gemido na voz: “ Ó pá, tu também não estás bem em lado nenhum! “.


De maneira que foi assim.




Carlos Jesus Gil

41 comentários:

Carla P.S. disse...

E vá lá saber de que lado está essa narrativa..Se do teu conhecido, do amigo dele, ou do teu!
Ora pois, pois..
hehehehe
Beijos.

Helena Paixão disse...

lol, esta história é hilariante! E o tal grão da asa não lhe deu asas para sair do poço?

Sam disse...

haaa as saudades daquelas discussões filosóficas a roçar a viloência sobre fameis e zundappes e fameis zudappes. Saudades das corridas das casais de duas kitadas em frente da discoteca! e elas curtiam caralhe! CURTIAM ! inté nos beijavam a jangada de pedra ( gosto deste termo, tenho de me lembrar de a usar mais nas minhas conversas ).Agora não, é só metrosexuais ( individuo que não é gay mas tem alvará pra sê-lo quando quiser ), temos de ter um BMW,andar carregado de cremes e tomar banho todos os dias. e nem pensar numa sandoca de coiratos!
o mundo está perdido e não há Obama que o salve!

Abraçe daqui d' Ovar.

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha e assim são as pessoas, inconformadas com tudo...

Fiquem com Deus, menino.
Um abraço.

Anónimo disse...

Estou como a Helena Paixão e como o Sam: a história é hilariante; agora cultiva-se muito a banalidade.
Traz-nos destas preciosidades, são um lenitivo.

Sun Iou Miou disse...

A história não só é boa, mas bem contada, que é o que faz bestial.

o político disse...

ahahah, mais uma boa história, gil.
Quero no entanto alertar para o facto de o caso Freeport não dever ser esquecido. E também para o facto de já não se falar de o riquíssimo tio de Sócrates, grande promotor imobiliário, só ter apresentado 34 mil euros de negócios em 2007. Temos que levantar a voz contra isto. Passar mensagens aos amigos sobre isto. Dizer-lhes que queremos governos mais justos e sociais.
As minhas desculpas por estar sempre a alertar para isto.

Darwin disse...

O nosso amigo Gana continua sempre bem-disposto a animar a malta com suas histórias hilariantes de qualidade.

Mariazita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariazita disse...

Nem sei bem como devo sentir-me com tanta honra...
Pelo menos devo dizer obrigada, não?
Mas vamos ao que interessa:
"Quem conta um conto, acrescenta um ponto" - e como tu não assististe à cena...Mas eu acredito em ti, tu sabes...
Autêntica ou fruto da tua prodigiosa imaginação, seria sempre uma história muito interessante, que retrata bem, ainda que duma forma distorcida, o que é a inconstância do Homem.
Há muitas pessoas que "só estão bem onde não estão", há outras que são "o descanso impossível", há os "eternos descontentes"...enfim, dava para fazer uma lista enorme, que conduz sempre ao mesmo final: insatisfação.
Todos, no fundo, estão de mal com a vida. Não são felizes. Digo eu...e se calhar estou a dizer uma grande asneira! Admira-te!!!
Deste-me corda, meu querido Carlitos. Agora aguenta-te à bronca -:)))

O tal beijinho
Mariazita

Maçã com Canela disse...

Valha-me Deus.. ah com cada uma!!!

LOLOL

Maçã com Canela disse...

esse ah lei-se há...

LOLOL

Finais de dia são sempre cansativos!!!!

Laurindo disse...

Hilariante, sem dúvida.

susana disse...

e há tanta gente que compartilha esse sentimento... o não estar bem em lado nenhum é essencialmente não estarmos bem connosco mesmos:)
um beijinho su! E brevemente há post novo!:)
su

CãoSarnento disse...

Eheh, há tipos assim, como o António Variações, só estão bem aonde não estão.
Voltarei com mais tempo, ok?

loirinhaquenãoédeaveiro disse...

Grande anedota com o "eu só estou bem onde não estou". Demais.

dragao vila pouca disse...

Em primeiro congratulo-me com o regresso da Carla P.S.( post scriptum). Sobre o post...e inspirando-me na loirinhaquenãoédeaveiro:
-Estou bem aonde eu nao estou
Porque eu só quero ir
Aonde eu nao vou
Porque eu só estou bem
Aonde eu nao estou
Porque eu só quero ir
Aonde eu nao vou
Porque eu só estou bem
Aonde nao estou...

Grande António!

Um abraço

Laurindo disse...

Ahahah! Fixe.

Laurindo disse...

eh pá, desculpa, mas tá mesmo fixe.

Anónimo disse...

Yes meu. eheheheheh

aa disse...

:-) Adorei!
Mas confesso que tenho alguma pena do amigo em terceiro grau... cair logo num poço bem fundo... talvez lhe tenha valido o "grão na asa" para sair de lá...:)))
Beijos,

AA

Cor do Sol disse...

Eu também nunca estou bem onde estou :)

Flavio Ferrari disse...

Divertidíssimo. Aqui no Brasil, engatar a bicha sempre dá confusão.
Veja o caso do Ronaldo fenômeno ...

Ferreira-Pinto disse...

A história está por demais!
E bem ilustrativa da forma filosófica com que alguns encaram a vida e as desgraças alheias.

J P G disse...

Do melhor caro amigo, do melhor!

Nessas noite que parecem dias, só é pena a memória não acompanhar tudo o que vai sendo dito, pois colocaria a conversa da treta a um canto (o que não é fácil...).

Abraço!

Ana Maria disse...

Venha comer bolo!!!!

loiranãoburra disse...

Demais.

leitor disse...

De acordo com jpg. Boa leitura.

Colibri disse...

Olá,

Ainda bem que ele não estava lá bem, pois ao menos pode dizer que queria de lá sair... Doutro modo, poderia ter lá ficado, como tantos outros...

Ainda bem que correu tudo pelo melhor. :-)

Um abraço
Colibri
------
Os meus últimos sentires…
Eis-me aqui: Testemunho dramático…
Colibrir as Emoções: A filha da onça…
Traços de Angola: Parte 11 - Fotos do Lobito (Parte I)…
Corais dos Recifes: Camarões ornamentais…

atento disse...

Em primeiro, isto aqui tá muito bom.
Depois, senhor "o político", ainda há mais. O estudo internacional que diz bem das reformas no primeiro ciclo não é da OCDE, mas de uma empresa independente à qual o governo pagou. Ora encomenda-se e paga-se um estudo (com o nosso dinheiro), o resultado qual será? A dizer mal ou bem?

stériuéré disse...

" Estou bem,
onde não estou
Eu só quero ir,
onde eu não vou.....
Porque eu só estou bem
onde eu ... não estou!"
Realmente, nunca se está bem como está nem onde se está.
Uns porque trabalham demais, outros porque não trabalham nenhum, uns que estão gordos, outros porque estão magros demais.... XI pá, realmente nunca se está como se quer.
Belo texto ó Gana, tiro-te o chapéu.
Beijos da sté

batutaemeia disse...

Ainda estou a rir eheheh

AZUL DRAGÃO disse...

...E , também por isso , é que estou aqui !


Abraço

Regis Castro disse...

kkkkkkkkk...

olá, Boa noite!
Muito legal a história...
Estou ainda rindo...
ele relment em nenhum lugar estava bem!!!

Me divertir muito com este texto!

Abraços!

Anónimo disse...

Realmente é disto que a malta está a precisar. Obrigado pá.

risonha disse...

Esta história tá demais. Aquilo aconteceu mesmo? ahahah

A Senhora disse...

Menino! kkkkkkkkkkkkkk
Tadinho dele!kkkkkk

xistosa - (josé torres) disse...

E depois nada.
Como era noite, certamente que nem se via para nadar.
É o que tem a escuridão e festas de aldeia.
Não se vê onde se põem as mãos ...
Mas há sempre locais e talvez a água arrefeça e acalme ... ou talvez não.
Veja-se o que se passa á beira-mar duma qualquer praia algarvia e se há possibilidade de arrefecer, (com aquele sol todo, pudera)

Só gostava de saber como é que Carlos jesus Gil, saiu do poço?
Desculpe, o amigo do seu amigo?
Terá saído pelo fundo?
Dá para pensar, como é que com asas se sai dum poço ...

Depois disto tudo só há uma moral:
"As mulheres infernizam a vida aos homens de boa vontade!!!"

o que me vier à real gana disse...

Boa noite a todos!
Tá boa, amigo José!

fj disse...

é por causa destas e d'outras que os nossos politicos estão cada vez piores....só se sentem bem onde não deveriam estar!

Um abraço

Ps: Tem piada, tb nunca estou bem em lado nenhum...

raulus_brutus disse...

Já muitos, grandes e pequenos, escreveram sobre o Amor, e apesar de pensarem sobre o mesmo conceito, escreveram sempre sobre algo diferente.

Urge esculpir a Alma dessa Doença ou então fotografá-la ou...ou então não...