segunda-feira, 24 de novembro de 2008

E o Alberto e o Albino também...

Olá malta! Depois deste curto interregno, o qual se deve a uma micro tournée musical realizada por terras da Alemanha (se um dia destes me vier à real gana, postarei sobre a dita) , eis que regresso ao nosso sítio. Aqui vai o segundo capítulo da estória “ E o Alberto e o Albino também…”:


II

E O ALBERTO E O ALBINO TAMBÉM…


HÁ MAIS MARIAS NA TERRA


Era uma vez um casalito - lito só porque eram mesmo novinhos, que maturidade, dignidade e sentido de vida não lhes eram em míngua – que, depois de muito matutar, resolvera, por unanimidade, aceitar a ajuda dos dois casais progenitores para continuar a estudar. Os empregos e o ou os filhos viriam mais tarde.
Certo dia “ Olá narrador presunçoso! Estás bom, velho amigo? “, “ Tu?!, outra vez tu?! Ó pá, Albino, nunca te disseram que a casamentos e baptizados só vão os convidados?, arre!..., bem, a culpa é minha… “, “ O que é que queres dizer com isso, narrador? “, “ Com isso o quê, com o arre ? “, “ Não, com o outro paleio. “, “ Albino… É pá, será que não compreendes que não és bem-vindo? Ter-te-ei convocado, por ventura? “, “ Ok, não me chamaste, pá. Só que eu já estava com saudades! “, “ Saudades de quem, meu? “, “ É pá, de ti… e do Alberto, principalmente dele, pronto. Se ao menos me pusesses em contacto com ele!... Nem que fosse só para o cumprimentar. “, “ … Ó pá, prometes que me deixas em paz? “, “ Prometo, palavra de escuteiro! “, “ Lá sabes tu o que isso é!... “, “ Sei sim, isso é que sei! Olha, vou contar-te um segredo: não fui só teu personagem, nem eu nem o Alberto. Existimos em cabeças várias, não és o único que nos narras… Daí que não sou o ignorante por que me tomas. Dá-se, que simpatizava contigo. Narrador, palavra de escuteiro, sim, que não te incomodo mais, tragas-me tu ou mesmo não me tragas o Alberto! “, “ Tá bem pá, vou convocar o Alberto: ó Alberto! “, “ Sim, narrador, que me queres? “, “ Está aqui o Albino para te cumprimentar. “, “ Narrador, diz ao meu amigo que agora não dá, estou bastante ocupado com o trabalho que me está a dar um colega teu. Mais tarde, diz-lhe que mais tarde. Convoca-nos aos dois daqui a uns dias, tá? “, “ Não, não tá! Vão os dois enganar a real puta que vos há-de vir a parir. Vocês existem só e unicamente na minha lavra. Aliás, nenhum camarada de ofício se daria ao trabalho de alimentar dois meliantes como vocês, dois mal-paridos, desconchavados e de elevado défice estrutural. “, “ Não, narrador, nem eu nem o Albino somos os personagens que ora pintas. E o que aqui somos a ti devemos. Por acaso já leste sobre o Alberto de Sicrano e o de Beltrano? “, “ Já, pá, conheço-os muito bem, são dois brilhantes personagens, cada um à sua maneira… Não, rapazito, com vocês não há hipótese. A vossa natureza não permite a mim narrador grandes veleidades. Os outros Albertos, e os outros Albinos, que também conheço admiráveis em outros narradores, não são vocês… muito longe! mais Marias na Terra. “, “ Então… queres dizer nunca mais? “, “ Tudo acaba, ou pelo menos muda. O nunca mais não constitui excepção. É, também ele, temporal. Caso mudem; se a hibernação (não se limitem a respirar!) a que vão ficar sujeitos vos ensinar alguma coisa, um dia voltarão. Dar-vos-ei hipótese de tal. “
Cansados e aborrecidos com a intromissão, Mafalda e Pedro Miguel deram o fora. Já sei como é, hoje já não os apanho.


Carlos Jesus Gil

49 comentários:

paxorrentalíssimotalada disse...

Arre!
É melhor dar o fora antes que isto fique feio.

Vivian disse...

...meu Deus
no que vai dar esta pendenga toda?

bjus

Pico minha ilha disse...

Uma boa semana.Abraço

desaforadíssimotalada disse...

Enquanto o Alberto e o Albino andarem chateados, não venho cá!
Que bronca pá.
Diz lá ao narrador pa eles fazerem as pazes, quero ver isto animado!

O Profeta disse...

Tu és um grande ficcionista...


Abraço

Darwin disse...

Reconheço que este tipo de texto não dá para grandes comentários a não ser o "gostei" ou "não gostei".
Sinceramente gostei dos dois textos, e não o digo porque sou teu amigo ou porque faz sentido. De facto escreves muito bem, nota-se na tua capacidade criativa, a clareza e a simplicidade de escrita que são comuns nos bons escritores.

f.r. disse...

Podes não apanhar a tal Mafalda e o seu Pedro Miguel, mas apanhas-me a mim que me pélo por esta saga do "Alberto e o Albino também...".
Simpatizo desde já com estes dois porque, alma caridosa que sou, faz-me espécie a paciência e submissão destes pobres de Cristo a um narrador tirano e mal agradecido, sempre a escolhambar as criaturas enquanto se vai aproveitando delas para para dar largas à sua imaginação. Fosse comigo e tu já tinhas levado uma desanda que nem atinavas com a gateira da porta. Espero que da próxima vez que me apareçam estas duas ilustres personagens lhes seja prestada a homenagem mais que merecida por tanta dedicação e desvelo, e o narrador se lembre, que já que pode dispôr delas a seu bel-prazer,o faça de forma a retirar-lhes o actual estatuto de bobos da corte. Para ti, apesar de tudo, vai um grande beijo com todo o carinho.

wally disse...

Tudo acaba, ou pelo menos pode mudar.
Beijinhos de sol!

Ana Maria disse...

Tenha uma noite maravilhosa!
Beijinhos!

anónima funcionaria pub disse...

lamento mas eu não gosto, não reconheço qualquer estilo literário a este tipo de estorieta. Só me faz pensar num tipo presunçoso com a mania de que escreve alguma coisa de jeito. Só ainda não descobri porque continuo a visitar este blog, mas só pode ser por simpatizar muito com o presunçoso do seu autor.
Beijinhos. Parabéns pela tournée. Já agora, a mim agradaria muito mais saber que tal correu o espetáculo por terras germânicas, se encontraste conterraneos, etc, porque, com o devido respeito,
realças mais o teu génio e veia literária quando escreves de coisas concretas, daquelas com nexo. Mas claro, esta é só uma humilde opinião (que aposto será apagada mas...)

Maria Zua disse...

Boa noite. Agora que estás de regresso, espero uma visita. Gostei dos dois textos, tirando a conclusão no tão difícil que é agradar a Gregos e a Troianos. Bj.

intimidades disse...

agora estou ainda mais curiosa

Jokas

Paula

aa disse...

Olá!
Gostei do texto... Com muita imaginação e criatividade... E é bem verdade que a casamentos e baptizados só deve ir quem é convidado... que é para não se sentir indesejado... E com a intrumissão lá se foi a Mafalda e o Pedro Miguel...:)
Abraço,

AA

Anónimo disse...

muito bom.

stériuéré disse...

Já cá não venho há um tempo. E quando venho deparo-me com estes dois gajos à luta?????
Caro Gana, apesar do texto ser daqueles que se gosta ou não, sou sincera, não é dos meus. Mas, gosto da maneira como escreves, toda p´rá frentex. É isso mesmo!
Assim ninguém se chateia. Abraços grandes, e fia bem. E já agora purki nunca maiiiiiiiiiiiissssssssss me fostiiiiiiiiiii visitáriiiiiiii, irra , zangadito hein?
heheh, sei que não, era só pa te rires um pouco. inté

Anónimo disse...

stétiuéré...

Gandagana disse...

O Alberto e o Albino também, agora estão cheios de sorte, andam praqui resmas de gajas.E parecem boazonas meu.Vai lá vai...

Anónimo disse...

o alberto e o albino parecem gajos porreiros.

firmina12 disse...

é assim: só hoje fui ao meu "montedepecados" e vi tão febril comentário. dá-me o teu endereço e ainda acabo por te enviar um livrinho. ou escreve-me

lagartolagartolagarto disse...

SPOOOOOOOOOOORTING!!!

albino disse...

ó narrador eu sei que não sou bem-vindo aqui porque não me haveis convocado e porque sou desconchavado.
Tenho pena de ser assim, mas não tenho culpa sou fruto da tua imaginação iluminada e existo só na tua lavra porque ninguém haveria de dar ao trabalho de me alimentar.

Mas ao menos queria pedir-te uma coisa, ao menos vem por-nos comida na tigela que estamos a morrer à fome. Já que me criaste ao menos sustenta-me ou deixa-me ir à minha vida.

Um abraço sentido ao meu amigo Alberto.

dragao vila pouca disse...

Meu caro, simplifica, conta coisas para todos e não só para alguns...assim não vais conseguir acabar a história.
Um abraço

Darwin disse...

Para esse anónimo das 11:15 do "clube da gaivota" que veio aqui gozar com um clube da CHAMPIONS LEAGUE. Vocês estão na UEFA (sim, UEFA) caro amigo!! Europa para vocês é às quintas-feiras! Deixem a Elite do Futebol Europeu em paz ...

Anónimo disse...

Por falar em casalito diz que há aí um casalito novo ele é novo ela é que não

lagartolagartolagarto disse...

Caro Darwin. Para a Europa, esta semana, até joguei na 3ª feira e saí-me bem, fique o sr. a saber.

lampião disse...

Acho que esta história até promete. Darwin, temos uns pontitos a mais que o sporting cá no campeonato. Isso já diz alguma coisa.

o verdadeiro anónimo disse...

Não sei o que se passa com o Alberto nem com o Albino, a única coisa que eu sei é que os srs. professores ( lacaios do agitador Nogueira )passam o tempo em frente às câmaras de televisão qual "big-brother" de mã memória de um passado recente. Dão realmente um grande exemplo ao país do que devia ser a educação. Ai as saudades que eu tenho do Grande Estadista que foi o Senhor Doutor Oliveira Salazar. Ele é que lhas cantava...

roda28 disse...

Stériuéré? C'a raio de nome.Parece-me marca de grafonola.

porreiraço disse...

vamos lá a continuar com a história. Estou curioso e estou a gostar.

Anónimo disse...

ora ora já cá anda o verdadeiro outra vez, a coisa promete. cante-lhas amigo cante-lhas. se a falar não dá pode ser que a cantar entendam. vai ver que em 2 tempos lhe fazem aí uma melodia em dó e sol que nem o dúóláváéxé.

o que me vier à real gana disse...

Boa madrugada a todos!

Não venho aqui novamente há uns tempitos; o mesmo tem acontecido com as visitas aos blogs que me as merecem. A disponibilidade tem sido escassa. É assim!
Uns minutitos hoje, bem bom!

Albino, tá porreiro pá! Mas não te esqueças, há mais marias na Terra! Tu, pelo k vejo, é tipo fixe; o outro, o amigo do Alberto, nem por isso - pelo menos por enquanto! Pá, tu és homonímico, como tantos outros, do outro... do desconchavado!

Firmina12, a oferta é para mim? Se o for, confirma. O prazer de receber um livrinho teu é todo meu! Dar-te-ei o meu endereço.

Com tempo, voltarei aos cantinhos preferidos.
Fiquem bem!

lagartolagartolagarto disse...

Lampião...o que dizias tu ontem??

lampiãolampião disse...

BENFIIIIIIIIIIIIICA!

firmina12 disse...

sim, seria uma oferta que te faço pela dedicação e porque os teus elogios me penteiam a aoto-estima.
entretanto escrevi-te um e-mail, para o enderço que tens no blogue. não recebeste?

albino disse...

Narrador mal agradecido, que me concebestes de mansinho em alegre pecado na inércia de uma noite de vinho... tem dó de mim que não vejo uma Maria dessas há meses, há anos, para dizer a verdade nem sei se alguma vez vi uma, não te esqueças que sou apenas fruto da tua criação pouco nutrida, quem deve saber disso és tu. Guloso!
Nem dessas nem das outras, as bolachas, mas nem isso me dás. Ingrato!
Uma pessoa aqui com o estômago que mais parece uma betoneira e tu...
Assim não dá, narrador fraco, assim não há condições para uma personagem fictícia como tu vir a singrar. Déspota.
Ao menos atira-me aos leões, sempre serei mais útil do que isto...
Não me alimentas em condições e ainda me chamas nomes? Homonímico é coisa que se chame a alguém? Eu não sou nada que comece pelo prefixo Homos, fica sabendo, excluindo o Homos-Esfomeadus!
Covil, lança-me ao covil!

Anónimo disse...

está engraçado este diálogo entre o gil e o albino.

Anónimo disse...

afinal o albino até é um personagem bastante humano.

Anónimo disse...

eu sou o anónimo antes deste último. é só para dizer que o diálogo não é entre o gil e o albino. é entre o albino e o narrador. meti água

cedofeita disse...

POIS EU ACHO QUE O ALBINO ESTÁ A SAIR DAS CASCAS!

Anónimo disse...

anónimo a seguir ao anónimo que não és tu: metes-te água? não é difícil... já nos abituaste a isso.

Anónimo disse...

olhe que não sr. anónimo, olhe que não

Anónimo disse...

Sou o 1º anónimo de todos. O Albino é o gajo que lava as unhas com Cilit Bang?

Peter disse...

Fiquei cansado, nem um parágrafozito para descansar...

Pico minha ilha disse...

Um bom fim de semana.Abraço

nani disse...

boa peter. Aquele gajo não pensou nos alentejanos.

Praia minha terra disse...

Isto é tudo lindo, tudo lindo. O Albino é porreiro, o Alberto idem aspas e o narrador é uma grande cachola.

Anónimo disse...

E isto tá fixolas outra vez

Táxi Pluvioso disse...

Hmmmm, o povo anda mais virado para os Manéis.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Carlos!

Rapaz, eu é que digo: taí um blog que vale a pena visitar.

Estou gostando da criação, e apostando que uma hora dessas o criador e a criatura hão de se confundir, vou ficar atento a isso. Por enquanto, eles só me fazem rir muito, com suas tiradas.

Vai aqui um trecho que gostei e que muito fez-me rir:

"“ Narrador, diz ao meu amigo que agora não dá, estou bastante ocupado com o trabalho que me está a dar um colega teu. Mais tarde, diz-lhe que mais tarde. Convoca-nos aos dois daqui a uns dias, tá? “, “ Não, não tá! Vão os dois enganar a real puta que vos há-de vir a parir. Vocês existem só e unicamente na minha lavra. Aliás, nenhum camarada de ofício se daria ao trabalho de alimentar dois meliantes como vocês, dois mal-paridos, desconchavados e de elevado défice estrutural"".kkkkkk

Um abraço e volte quando quiser.