segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Efeito de dominó

O mundo vive (e só vive porque...) em " Efeito de Dominó ". A "esfera" económica é a mais visível, no momento... Será a mais intensamente visível, como legitimamente podemos antever, durante tempo indesejavelmente longo!
Do que disse, decorre a decisão de repostagem do seguinte pequeno texto, escrito há já uns tempitos:




EFEITO DE DOMINÓ




Por exemplo: há uns anos atrás, já lá vão uns quantos!, um homem e uma mulher, em momentos de amor e erotismo, conceberam um outro homem… Foi mais uma peça que caiu. Antes, porém, outras peças caíram para que a união dos pais de W. Bush se concretizasse.
Sim, as peças que hoje caiem estão a ser empurradas por outras, que já o foram por muitas outras por aí ancestralmente fora.
Obviamente, também podemos evocar o caso daquele cantor famoso que só o é porque na hora XPTO o grande produtor resolveu, porque algo concorreu para tal, ir tomar um copo ao bar de Beltrano… Tantas peças que caíram para que o iluminado produtor pudesse encontrar o talentoso cantor!
É, de facto, uma questão de toques em cadeia… é claro que é possível desenhar e redesenhar o percurso, mas…há um limite para a inflexão. A peça de trás só tomba a da frente se lhe tocar até determinada secção.
A primeira foi empurrada – por quem? Deus, por certo!... Se algum dia uma não cair…, é o nada!
Não temo; haverão sempre peças… a cair!




Carlos Jesus Gil

86 comentários:

Victor Manfredine disse...

ééééé.
a vida é essa.
pq não seria?
vivemos num mundo capitalista mesmo.. tem q ser assim!
pessoas em cima.
empurrando os outros pra baixo..
e sempre cabeças rolarão por causa disso.
incrível o q um dominó solitário na frente de outros pode fazer quando cai.. =]

Darwin disse...

"O Risco de contágio é real e profundo" sobre a crise económica norte-americana. É um sinal muito claro: há um início de incêndio no sistema bancário. Na passada semana, a crise alastrou ao sistema financeiro europeu, ganhando impacto público com a suspensão de três fundos do banco francês BNP,a injecção de 50 bilhões de euros no Hypo Real Estate, bastante afectado pela crise dos créditos hipotecários de risco nos Estados Unidos (subprime), gerou quedas nas bolsas a nível mundial e obrigou a forte intervenção dos bancos centrais.

Mas, o mais inquietante, é a subida dos preços das matérias-primas e alimentares e a especulação que a acompanha. Na falta de regulação, essa exuberância irracional corre o risco de provocar estragos maiores. Porque a tendência dos mercados para o desastre não mudou.
Estes ricos de contágio começam a produzir o indesejável efeito dominó.

Ana Maria disse...

Com certeza, sempre peças cairão.
Ótima segunda-feira!
Beijinhos!

stériuéré disse...

"Efeito dominó" ou até mesmo "bola de neve", é um facto. Mas , se não caissem as peças , teria a vida qualquer piada?
A vida é como um jogo, e cada um joga de acordo com as peças que tem. Uns recebem mais pontos , outros menos , é tudo uma questão de sorte.
Agora se é Deus ou não, pois não sei.Ele existe?

Inside Me disse...

benditas peças ¬¬ mas é o mundo, esse mundo veio sem freio... fazemos parte disso tb. inté

Mariazita disse...

Ninguém pode ter a ilusão de que vive, ou pode viver, isolado do mundo e das suas oscilações.
O que acontece num determinado local do globo, mais tarde ou mais cedo, por esse tal efeito de dominó, acaba por chegar até nós.
Assim foi sempre e sempre assim será.
Sem efeito de dominó...deixo-te beijocas
Mariazita

deh disse...

bom, nesse caso só me resta escolher entre ser uma peça empurrada ou quem empurra as peças!

Peter disse...

Neste efeito dominó da economia só espero que não saiamos maguados.

Lc disse...

Esperemos que melhore, embora já não acredite muito...

JOCENDIR CAMARGO disse...

Se você acredita na VIDA, acredita então que somos peças a bailar num salão imaginário da mente poderosa de um Deus... as vezes volto ao Olimpo e sinto que sou uma peça dum jogo de Deuses onde minha vontade é ser o "Deus" e criar autonomia em meus lances... outras vezes me pego lutando com gana para decidir meu caminho como se forâ eu o único a poder decidir meu futuro... A VIDA me ensinou que posso caminhar para onde quiser, mas desviar de meu destino final não me é permitido, uma Mão invisível sempre irá me empurrar para meu ponto final, que nada mais é o ponto de uma nova partida, um novo início. SEU CAMINHO PODE SER FLORIDO, MAS EXISTIRÃO SEMPRE ESPINHOS... APRENDA A TRATAR DOS ARANHÕES E SABERÁ DESFRUTAR COM PRAZER DO PERFUME EXALADO PELAS FLORES...
uma bela semana... desfrute da chuva, ela molja nossos sonhos e ajuda a disfarçar nossas lágrimas, sejam estas tristes ou alegres, são nossas...

B... disse...

é um ciclo vicioso..
..intensamente.
..eternamente...

Diego! disse...

Fazer o que né?
O segredo e saber cair... ou cair com estilo.
Isso é uma metáfora é claro!rss


Até...

Vivian disse...

...já que estamos todos no mesmo jogo, façamos então como os grandes
atores em suas representações.

quando caem, o fazem com arte...


obrigada pelas doces palavras
lá em casa...

muahhhhhhhh

Gilbamar disse...

O mundo capitalista treme feito vara verde e as peças começam a cair.

Haverá amanhã?

daniel disse...

CARLOS GIL

O interessante está na tua maneira de ver as coisas. De resto sofri um pouco, com duas anteriores recessões, que não passaram do país.
Esperava pela 3ª, previa que se viria a dar, quando tudo atingisse o génite. Julgo (julgo) ser menos afectado, mas tenho receio, se não puder ajudar a filha.
Julgava outra configuração, oxalá não seja apenas o começo!
Vamos deixar de péssimismos, pois até temos o governo mais optimista da Europa. Possivilmente, pelo facto de saber-se seguro, bem na cauda, onde mais para atraz já não pode andar!
Daniel

EternaApaixonada disse...

O mundo capitalista está a tremer...
E a sacudir o mundo...
O que virá a seguir?
Adorei a metáfora do dominó...
Beijos

PS: recebi o e-mail e já o respondi.

Taynar disse...

É, sempre uma nova pecça, ou então uma outra pessoa.
E assim vão-se as pedras.

Beijos, moço

Táxi Pluvioso disse...

Enquanto houver liquidez as peças não caem... é o efeito Dungeons & Dragons.

Carla disse...

Um texto muito bem escrito e uma análise bem conseguida.
O efeito "dominó" é inevitável em tdos os sectores da nossa vida...há sempre algo que é consequência e depois o efeito de outra coisa...também a nossa actuação diária é o resultado deste efeito dominó, umas vezes empurramos a peça outras vezes somos empurrados pela peça
beijos

AA disse...

Em primeiro lugar, quero dar os Parabéns por este blog, pois, põe-nos a pensar e a reflectir sobre o mundo, a vida... neste caso, a economia mundial, mais precisamente a crise económica e financeira que se instalou ou está a instalar no mundo e na Europa... nesta, está amplamente generalizado o medo do "efeito dominó"...
Gostei do ex. da família Bush...:)
Continuação de óptimas postagens...

AA

Luiz Caio disse...

Olá Carlos! Como vai?
Este seu ponto de vista, abre caminho para explicações à diversos questionamentos que as vezes nos fazemos. Exemplo: Por que uma determinada pessoa, é tão ruim a ponto de matar o próprio pai, ou a mãe, ou um filho... Enfim! Ou por que uma pessoa é tão boa a ponto de merecer ser santificada (Madre Tereza)por exemplo! Isto muito provavelmente tem a ver com a origem, ou criação da pessoa... Com tudo que ela viveu até chegar ao ponto em que chegou... Freud com certeza explicaria melhor!

TENHA UM ÓTIMO DIA!
UM ABRAÇO.

Gânia "notícias" disse...

Saiu mais um Decreto-lei direccionado ao tão afamado mundo do futebol, cujo objectivo final é acabar com esta crise, que por efeito dominó, chegou também ao futebol e tornar mais competitivo o desporto rei. Reza o mesmo: "A partir da próxima época desportiva dentro das quatro linhas, vão deixar de ser cobrados Livres. Quer isto dizer, vão deixar de ser cobrados impostos aos Livres por faltas de liquidação. Prevê-se ainda que esta medida deva estender-se igualmente aos Fora-de-jogo devido ao elevado número de outsiders desportivos, tal como, aos tão contestados Pénaltis que originam tão elevadas e polémicas discussões." Este Decreto-lei, irá com certeza introduzir no Futebol índices de competitividade extra, há muito ignorados nestas competições desportivas, ou, alterar completamente a maneira como é encarada esta modalidade desportiva.

Pronto, este será o último post do Gânia “notícias”, penso que se encontra desenquadrado com os restantes comentários, correndo o risco de poderem pensar que ando aqui a brincar com coisas sérias.
Não vale a pena andar aqui a agoniar, fica o histórico para memória futura, mas fecha-se a porta.
Amigo Carlos, muito obrigado por aturares os meus disparates durante 5 meses, numa tentativa frustrada de fazer humor, que só me fazia rir a mim próprio. Continuarei a participar no blog com outro nick.
E é tudo. Caros amigos, fiquem bem.

Zeus disse...

Caríssimos;
Coincidência ou não, ainda hoje tive uma conversa com um amigo também frequentador assíduo e de longa data deste espaço e dei-lhe também a conhecer a minha decisão em fechar o ciclo no Real Gana em consonância, ironicamente, com o melhor e mais imparcial serviço noticioso de todos os tempos...Gania notícias.
Desengane-se o amigo quando diz que apenas vc se ri das suas próprias piadas. As poucas vezes que por cá passo agora é para andar "à cata" dos seus comentários, pois apenas esses me fazem relembrar o que este espaço já foi há uns meses atrás. Penso que como eu, será um dos 2 ou 3 sobreviventes dessa geração infelizmente agora extinta. Neste momento não me revejo no blog apesar de adorar os posts colocados pelo Sr. Real Gana. São de uma qualidade extrema, sobretudo este do dominó. Só que isso não chega, pois ao ler os comentários aos post's...é o desastre total, revelando a pouca ou nenhuma qualidade e a total falta de interlocução entre blogueiros. Porquê? Essa pergunta deixo-a ao amigo Carlos a quem desde já endereço um forte abraço. Continuarei a visitar o blog e quando achar de há condições para comentar como houve em tempos, fa-lo-ei com todo o gosto, como sempre o fiz até aqui. Abraço a todos os que cá continuarem, aos novos...e aos que futuramente se juntem ao blog. A ti Carlos, um abraço especial.

Anónimo disse...

Pois, caros amigos precedentes e outros que aqui e ali têm manifestado a sua tristeza, também eu aqui há dias o fiz, também fui tentando alertar para o rumo que isto tomou. Fui logo apodado de xenófobo, parvo e mais sei lá o quê. Volto a sugerir que um amigo mais capaz indique ou crie um blog para podermos recuperar qualquer coisa do que foi a Real Gânia, não ao nível do "postado" em si - que esse continua com uma qualidade irrepreensível - mas os comentários, meus amigos...os comentários.
Não sei se entendem, fazem-me falta. Vocês todos fazem-me falta.
Fiquem bem.

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Cair faz parte, né?
Beijocas

Beato salú disse...

Gana...descambou...deu o que tinha a dar. Não foste pela opção mais certeira e caíu na vulgaridade, má qualidade. Parece que a crise mundial também afectou o blog...com o tal efeito dominó. Um foi empurrando o outro e a peça final está cada vez mais próxima. Não desanimes e luta...luta para rejubilares novamente como dantes e proporcionares bons momentos e o encontro do pessoal. Depois avisa. Um abraço do Beato

Zmb disse...

Olá, Amigo Gana.
Bom post (re-post), para mim – e outros - já conhecido. Não vejo necessidade, portanto, de o comentar... na última leva conseguiste a notável marca de 262 coments, e reconheço qualidade na sua maioria (enorme em alguns casos).
Comento sim, em jeito de actualização e enquadrando o título do teu nobre escrito - «Efeito dominó» - pela evolução recente (muito recente) dos coments; É um efeito dominó ao que estamos a assistir, quem derrubou a primeira peça terá sido um tal de Alquimista... outros lhe seguiram as pisadas e deixaram acontecer esse fenómeno típico do mundo físico, não sei se por as suas peças estarem colocadas «logo a seguir» ou se há uma peça que tenha tal capacidade que ao cair faz derrubar várias em simultâneo, mas a inércia é uma lei brutal;
Tanto serve para derrubar umas peças que representam coments deste teor, como outras que são (serão) o futuro da república.

Bom, eu não quero estar a ironizar, certamente que pretendo ser interpretado na brincadeira ou, mais objectivamente, na informalidade. Sou despretensioso a (quase) todos os níveis, a este também.

Volto a felicitar-te pela abrangência do blog – os teus textos têm, reconhecidamente, uma qualidade excepcional; Não acho mal que leitores/comentadores de outra cultura (Brasil) participem, pelo contrário, acho até muito bem e inclusivamente já o enalteci. Não me identifico, no entanto, com a futilidade da grande maioria dos coments, e não quero com isto rotular ninguém de fútil ou superficial. Posts como os teus não são relacionáveis com beijocas e outros mimos ou agradecimentos privados, e sinceramente to digo, não vejo como isso possa enriquecer o fórum e o debate a que estavamos habituados.

Tenho saudades de ler, em sequência lógica de comentários, o Branco das Neves, o Diabovesteprada, o Pescador do Alto, João Cara de José, o Carlão, a Sandra,... e tenho saudades de confraternizar virtualmente com esses e outros nicks, pois foram tempos deveras interessantes.
É claro que quem varre a casa não sou eu, se calhar ela varre-se sozinha, na melhor das hipóteses contribuo, eu próprio, para a sua desarrumação :-O, e por isso te peço desculpa por qualquer «sujidade» que tenha provocado.

Poderia, ao exemplo do que fizeram alguns ilustes comentadores que por cá andavam, remeter-me ao silêncio, mas estaria a ir contra a minha forma de ser – é por me considerar teu Amigo que estou aqui agora. Poderia, também, fazer o oposto disso, como o tem feito tão bem o Gânia notícias e o Darwin (dos poucos que sobrevivem e pelos quais – para além dos teus post – continuo a vir cá), e remar sempre. Não o faço porque não sou muito de «monólogos», apenas isso, e sem qualquer desprimor pelo trabalho do Gânia e do Darwin, que tanto tenho apreciado, a par com o teu.
Continuarei, a espaços, a visitar a Gânia, mas apenas isso, visitar.
Participar? Poderei fazê-lo, quando me sentir motivado para isso, ou familiarizado, ou enquadrado, ou integrado. Claro, e se assim o consentires, que acredito que sim.

Amigo, recebe um abraço neste espaço virtual, extensível ao espaço físico, e votos do melhor para a tua Gânia.


JJ
(ZMB/Chapuisat/Zé dos Plásticos)

zmb disse...

Cumprimentos também ao Zíngaro e ao Frank Ze Pá...
os vossos textos foram sempre muito bons de ler.

Abraço.
JJ

Bandys disse...

Eu que te agradeço a visita e seu comentario.

Efeito domino sempre tera, fazer o que?

beijos

NAELA disse...

Interessante metafora da vida!
Vivemos uma crise economica esperando dias melhores...
Beijo terno

alquimista disse...

E mais do mesmo...
Felizmente abriram-se alguns olhos aqui! Cheguei por momentos a pensar que eu é que estaria errado.

Humana disse...

Como o nome do teu blog, está-me a apetecer dizer o que me veio "à real gana" e dizer, talvez a propósito do efeito dominó, que tens um amigo que foi um pouco despropositado no comentário que fez.Claro que não tens culpa disso como é óbvio mas tal como eu que gosto de deixar beijinhos sem com isso me considerar estupida ou inculta, fico a pensar, se terei qualidade suficiente e segundo palavras do mesmo teu amigo, para comentar o teu blog!
Desculpa mas o desabafo não foi contra ti.Foi mesmo contra ele!
Acho que o espaço está aberto a todos e cada um interpreta como sente ou como sabe!
Será que posso deixar um beijinho ou é pouco intelectual?
Gostei do teu texto.Escreves extraordináriamente bem e colocas questões que como se vê dão asas à imaginação de muita gente que te lê!

PS O facto de mencionar pessoas de outra nacionalidade apesar de "achar bem"...é de péssimo gosto.

Tiago. disse...

È bom que hajam sempre peças a cair. :)

Boa semana ;)

Tiago

Anónimo disse...

Ai humana...humana. E conhecimento de causa...tem? É que RARAMENTE a vejo cá e não deve saber do que se está a falar. Actualize-se, depois opine. Ficava-lhe bem melhor e mais dentro do contexto. Ou então, a sua capacidade de interpretar comentários e post's resume-se mesmo a beijinhos e abraços. Já agora, sou o mesmo anónimo das 14:16

Nuno disse...

olá! obrigado pelo comentário! Quanto ao teu texto, esta vida é um jogo, em que os mais humildes, honestos e sinceros, são os que mais sofrem á custa da ganáncia dos mais ricos.

Zíngaro disse...

Amigos comentadores do "oquemevieraralgana", fico um pouco sensibilizado com a preocupação de alguns de vós quanto à qualidade/substância de alguns comentários. Em boa verdade, àqueles que comentam negativamente as participações de (sobretudo de)Bloggers do Brasil, lembro-os de que estamos num espaço livre onde o efeito dominó, se o não for, retira o sentido ao próprio Post "Efeito dominó". O Blog é isso mesmo: um jogo de dominó onde as peças se vão encaixando até chegar ao fim. Depois, serão baralhadas (novamente baralhadas), e o jogo prossegue. Não pode acabar. Se por qualquer motivo tiver que acabar (o que não espero), que não seja devido a alguns comentários fúteis (mesmo a futilidade pode ser motivo de discussão, de troca de idéias, etc...)pois esses não podem ser motivo suficiente para o afastamento dos nossos comentadores tradicionais.
PS: gosto imenso de ver os perfis de alguns dos novos comentadore(a)s:

mélita disse...

De dominó só conheço mesmo o jogo. Estou brincando, homenageando os nossos amigos brasileiros. Sim, tudo no mundo se dá em efeito dominó.

o que me vier à real gana disse...

Anónimo das 19:49 e das 14 e 16, que autoridade tens para falares assim de alguém k não conheces e a quem convidei a vir aqui?

o que me vier à real gana disse...

Zmb, Zeus, Gânia "notícias" e pescador do alto, a vocês reconheço-vos como amigos e verdadeiros eloquentes comentadores. Agora a alquimistas, anónimos e quejandos que se dizem meus amigos!... A esses eu digo: tenho agora muito mais visitantes; empre disse k o meu blog (até pelos posts) não é local, nem tão muito regional; não proíbo o antigo fórum.. A ees pergunto: por one andaram estes meses todos? Ó pá, se quiserem vir, venham... são sempre bem-vindos, se não quiserem...
P.S. os novos amigos k por cá andam, não cumpromentam só, tb comentam. Leiam!

o que me vier à real gana disse...

Imperdoável: o Zíngaro é, tb, alguém de cuja amizade não duvido!
Abraço!

Anónimo disse...

Ainda há pessoal aí a dar-lhe! Poça, qual é o problema continuarmos com o fórum?

Humana disse...

Obrigada Carlos!
Não será um "Anónimo" qualquer, que vai fazer com que deixe de te visitar.Eu posso não ter conhecimento de causa como o dito Sr. diz, do que aqui se passava anteriormente, já que agora me convidaste no meu blog, a visitar-te o que fiz com muito gosto, agora mal-educada como ele eu não sou e xenófoba muito menos.
É que ainda sei ler nas entrelinhas!
Lamento esta situação por ti e por mim, já que é a primeira vez que me chamam de "estúpida" mas há sempre uma primeira vez, não é?
Que continue com o fórum e como não sei dizer mais nada...beijinhos e abraços para si, Sr "Anónimo"!

PS.Peço desculpa Carlos mas não consegui deixar de responder. Apenas te vinha agradecer.

fj disse...

o efeito de dominó aplica-se em todos os "quadrantes" agora é o do financeiro...amanhã será um outro.
abraço.


ps: isto de estar em crise é mesmo contagiante.

Késia Maximiano disse...

Adorei sua passagem pelo Japonês em Braile..
Volte sempre que puder..
Bjs

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Os EUA é um exemplo, a economia caiu e os outros países cairam tb
;).
Te espero no meu!

Glau Ribeiro disse...

Olá Carlos,

Venho agradecer sua visita no meu canto. Volta sempre, táá? Será sempre bem vindo.

Desculpa o mau jeito, mas PROMETO que volto pra comentar teu texto.

[correria] =/

Beeijo meu!

Carlos Rebola disse...

O "efeito dominó" a "teoria do campo" ou a "teoria do caos" levam todas ao princípio de que tudo está relacionado.
- A queda de uma peça provoca uma cadeia de efeitos semelhantes, a (queda de outras peças).
- "Se deixo cair um grão de areia, a estrela mais distante no universo estremece" (Fernando Pessoa).
- O bater de asas duma borboleta na China pode provocar uma tempestade nos Estados Unidos.

Na economia criam-se tantos laços, que estes, devido a tensões desconcertadas e descontroladas, se podem transformar em nós tão difíceis de desatar que só a ruptura resolve a questão.
Aí o ditado "a corda parte sempre pelo lado mais fraco" o mexilhão.
No fundo o que se está passar com a crise financeira é mais um efeito, o da Globalização. No entanto tudo passa.

Zacarias disse...

Há dias, para obter a morada da minha seguradora, para a qual deveria enviar uma participação, deparo-me com a questão do ATENDIMENTO PERSONALIZADO. Foi mais ou menos assim:
“Bom dia, fala a Sandra, em que é que lhe posso ser útil?"

"Bom dia, é da Companhia de Seguros Litoral?"

"É sim, bom dia, fala a Sandra, posso saber com quem tenho o prazer de estar a falar?"

"Precisava de saber a vossa morada por favor."

"Mas posso saber com quem estou a falar?..."

"Não precisa de saber o meu nome... Só preciso de saber a vossa morada..."

"É para poder tratar o senhor pelo nome, com um tratamento mais personalizado..."

"A única informação de que preciso é a vossa morada, para enviar uma carta. É uma informação pública, não precisa de saber quem eu sou para me dizer a vossa morada..."

"É só para poder tratar o senhor pelo nome, com um tratamento mais personalizado..."

"Isto é uma gravação?..."

"Não, eu já disse ao senhor que fala a Sandra..."

"O Hal também tinha um nome, mas isso não o impedia de... Não interessa. O que lhe estou a dizer é que não precisa de saber o meu nome e mesmo que lhe diga o meu nome isso não torna o atendimento mais personalizado. Se nós tivéssemos de facto uma relação pessoal, seria razoável dizer-lhe o meu nome, porque você me iria reconhecer. Como não nos conhecemos, não é o facto de eu lhe dizer o meu nome que vai personalizar a nossa relação. Além de que eu não quero personalizar a minha relação consigo e algo me diz que você também não. Percebe? O facto de me perguntar o meu nome só quer dizer que você está a olhar para um monitor onde está escrito que me deve perguntar o nome ou alguma coisa do género. O que não só não é pessoal, como é até bastante impessoal e até um bocadinho desagradável....

"Eu acho que não estou a ser desagradável com o senhor... Se o senhor não quiser dizer o nome, não tem de dizer o nome, mas é só para poder tratar o senhor pelo nome e se não me disser o nome, não o posso tratar pelo nome..."

"É evidente que não pode..."

"É só o que eu estou a dizer ao senhor... Eu disse ao senhor o meu nome..."

"Sim eu sei. Sandra. Mas isto não é um baile de debutantes, não precisamos de nos apresentar uns aos outros antes de fazer uma pergunta."

"... Eu acho que estou a ser correcta com o senhor... Eu estou só a perguntar ao senhor o nome do senhor porque...

"Para o tratamento personalizado, já sei... (suspiro) Zacarias Humberto!..."

"Bom dia, senhor Zacarias, em que posso ajudá-lo?"

"Tem a certeza de que isto não é uma gravação? Eu..."

"Não é uma gravação, senhor Zacarias, eu estou a falar com o senhor a perguntar em que posso ser útil ao senhor Zacarias..."

"... só queria saber a vossa morada."

"Em que localidade, senhor Zacarias?"

"A morada da vossa sede."

"Mas nós temos muitas agências e sem me dizer a cidade..."

" A rua onde está a vossa sede. Quero enviar uma carta!"

"Posso saber se é um assunto relativo a seguro de vida, automóvel, de acidentes pessoais..."

"Ouça, Sandra. Acho que já percebi esta questão do tratamento personalizado... Em vez de estarmos aqui a falar ao telefone, porque é não nos encontramos pessoalmente? Isso ia ser muito personalizado. Aí eu podia explicar-lhe pessoalmente porque é que quero escrever a carta, podíamos discutir a epistolografia no século XVIII e, quem sabe, com o tempo, à medida que nos fôssemos conhecendo melhor, talvez conseguisse convencê-la a dar-me a morada. Não digo no primeiro encontro, porque estas coisas às vezes levam o seu tempo, mas talvez no segundo ou terceiro... O que me diz, Sandra?...

"... eu só estou a perguntar ao senhor Zacarias... e acho que estou a ser correcta com o senhor Zacarias... eu não disse ao senhor Zacarias que não dava a morada..."

"Claro que não disse. Aliás, ainda não me disse nada. Mas o que acha do meu convite? Acha que se pode escapar amanhã para nos encontrarmos? Eu podia levar um cravo na lapela para me reconhecer... ou acha muito marcado politicamente? Uma gabardine! Posso levar uma gabardine! Já ninguém usa gabardine. Ou um chapéu de coco. Ia ser fácil reconhecer-me. Acha que podia levar a morada escrita numa folhinha de papel e, se simpatizasse comigo..."

"A morada da sede é..."

Maria Dias disse...

Oi...

Quero agradecer o teu comentário no meu blog.bem...passei para conhece-lo voltarei com mais calma para ler-te.
abraços...

Darwin disse...

Amigo ZMB, em primeiro lugar deixa-me dar-te os parabéns (com algum atraso) pelo nascimento da tua filha. Vive bem o momento amigo, porque são momentos únicos nesta passagem pela vida.

Não quero aparecer aqui como elemento perturbador, mas regozijo-me quando ouço alguém a dizer o que os outros calam. Com isto quero dizer que estou totalmente de acordo contigo.

No entanto li aqui alguns comentários, que me deixaram a olhar para o monitor, de boca aberta. E se nos deixássemos dessas coisas e continuássemos a escrever como o fazíamos dantes? Nada nos impede que o façamos.

Termino por aqui com a seguinte frase:
"Ninguém é maior do que aquele que está disposto a que lhe assinalem os seus erros".
Esta frase foi de um tal DAVE BARRY. Coitado, deve ter sofrido algum trauma na infância.

Caraças, pá! Ao que isto chegou!

Uma Ilha disse...

E assim se vive peça a peça, uma que cai outra que nasce e logo cai outra vez...
Obrigada por sua visita e comentário.Abraço

Cadinho RoCo disse...

Caem umas, erguem-se outras.
Cadinho RoCo

Kim disse...

O ambiente está um pouco conturbado. É melhor deixar a poeira poisar.
Para os cometaristas mais exaltados recomendo o xadrez em vez do dominó.
Abraço

Kim disse...

O ambiente está um pouco conturbado. É melhor deixar a poeira poisar.
Para os comentaristas mais exaltados recomendo o xadrez em vez do dominó.
Abraço

Mary West disse...

Estamos todos empurrando uns aos outros, mas achu que um pouquinho disso vem da nossa natureza mesmo. Prezervação individual.

Satisfeito disse...

Anónimos assanhados e saudosistas do passado, estes que aqui andam. O Gil deveria de correr com eles, não entendem a evolução natural das coisas. Não percebem que isto já não é a sua pequena horta, para consumo próprio mas um grande campo de cultivo, produzindo para o mundo.
Actualizem-se amigos, aprendam a conviver nesta nova era ou caiam fora. Ou então experimentem calar-se, vão ver que não doi nada.

alberto joão disse...

Satisfeito, estou contigo. Há por aqui gente insatisfeita e sem razão para isso. Agora ainda dá mais gosto vir aqui. A comunidade é literalmente global.Porra, até eu que sou de direita assanhado gosto disto assim.

jose terra disse...

"O SONHO COMANDA A VIDA"
Quando acordei ainda não era dia.Logo hoje que podia dormir mais um pouco,levantei-me, sete menos cinco, isto tem que acabar não posso jogar tanto tempo...


abraço para todos , mas todos mesmo.
jose terra

Darwin disse...

Caro satisfeito,

Muito obrigado pela parte que me toca. Depois de ler o seu comentário fiquei com a sensação de que é necessário um Q.I. muito reduzido para alguém, sequer, esboçar um sorriso! O seu conceito de evolução e de cultura deixa muito a desejar, ou então, tem que rever a sua capacidade de interpretar comentários (talvez um bocadinho mais de cultura, não lhe faça mal). Por isso, felizmente avaliamos o que lemos e ouvimos segundo perspectivas diferentes.

Sei que alguns dos meus amigos estarão a pensar: "Epá, lá está este gajo a dar tempo de antena a tipos com comentários idiotas".
- Epá, não estou...Estou só a agradecer!...Afinal de contas, até as baratas fazem parte do nosso ecossistema.

ICH LÍEBE DÍCH disse...

Conforme seu pedido....estou aqui!

Vim conhecer seu cantinho....
Cheguei num momento um tanto quanto polêmico!
Esse assunto..crise econômica..não é bem o meu preferido...ou como dizem os mais jovens...a minha praia!
Seja por ignorância....ou por realmente não me interessar....
Mas você consegue dessa forma deixar os ânimos, de alguns....bastante alterados!
Como não foi com essa intenção(visão) que fiz um blog.....deixo aos mais entendidos comentarem sobre o assunto.
Me restrinjo apenas a ler.... e assimilar ou não, alguns conceitos, sobre o Tal "Efeito Dominó"....
Quando vc tiver escrito algo mais "leve"....então farei meu comentário!
Mas ..gostei!
Acredito de vou voltar...rsrsrssrsr
Tenha um lindo dia....
Bjs....Dina( será que não vou parecer...estúpida ou inculta)....Há!!! danem-se, quem assim pensar!
+Beijos.....

bairradino disse...

Pessoal, quase todos os dias leio este blog, embora não comente há uns dias valentes. Quero dizer que partilho da opinião do Satisfeito e que estou com o Gil. Isto estámuito melhor com pessoal de cá e de lá. Os irmãos brasileiros são bem-vindos.

Anónimo disse...

bairradino: neste momento são 99% os de lá porque os de cá...esses puseram-se na alheta...e muito bem!

Bairadino disse...

Anónimo. Vão. Isso é com eles. Eu já estive a ler o que escrevem os colegas brasileiros e gosto.
Aliás, li o que o Gil diz disto e vejo que ele se está bem marimbando para os mesquinhos como vocês.

zmb disse...

Sr. Satisfeito e Alberto João,

Antes de tudo quero que percebam, e é com sinceridade que o digo, que é com respeito de opinião que aceito todas e quaisquer evoluções que ocorram.
Se no meu post anterior alguém se sentiu melindrado ou incomodado é problema de cada um, pois não era essa a minha intenção.
Limitei-me a libertar esta verdade, que continuo a achar inegável, e que tem a ver com o teor descontextualizado de muitos coments.
Se eu visitar o blog XYZ, a dizer bem dele e a comentar (o que é legítimo), então o local apropriado para o proprietário agradecer essa visita é no próprio blog; isto é, e repito, não faz ponta de sentido estar a trocar galhardetes, mimos e agradecimentos noutro local que não aquele, corre-se o risco de, como se vê, passarmos o tempo a ler coisas que não interessam, por serem privadas.
Disse-o, e repito-o, tenho muito respeito pelo Gil assim como por todos, mas o meu tempo, aqui, terminou, simplesmente porque não estou interessado no que vejo.
Espero também que entendam isso e que respeitem.
Vou, portanto, efectivar o conselho do Sr. Satisfeito, e cair fora.
Felicidades a todos.

Zeus disse...

Assumindo agora o papel de visitante apenas, cabe-me sublinhar cada palavra dita pelo amigo ZMB e realçar que existe aqui uma forte falta de interpretação de palavras e idéias ou então eu, ele e muitos outros não soubémos exprimir de forma clara a verdadeira essência do problema. Quanto a mim e penso que posso também falar por todos eles, é tudo claro como a água e a grande prova disso é factual. Vejam quem eram os intervenientes do POST EFEITO DOMINÓ de 27 de Maio de 2008 com 262 comments e vejam os intervenientes do último post EFEITO DOMINÓ de 6 de Outubro. Agora tirem as vossas próprias conclusões e tentem de uma vez por todas perceber a mensagem. Lá diz o ditado que..."o pior cego é aquele que não quer ver".

bairradino disse...

Zmb; Zeus, já leu alguma coisa aqui do Gil a dizer que não pode existir aqui fórum? Eu estive a ler e li o contrário. Ele nada proíbe.

bairradino disse...

Mais uma coisa: penso que realmente vocês querem acabar com isto: Sabem que o Gil não proíbe o fórum mas que quer o blog global, como sempre disse, e vocês continuam com estas coisas. Será que são mesmo amigos do Gil?

Myla_angel disse...

Oi!!

:D

Ah! Obrigada pela visita lá no blog, e pelas doces palavras.
=)
Muito belo texto!
Parabéns,sucesso pra ti.

Quase Trinta disse...

Eu vivo em efeito dominó... qd cai um lado, socorro, posso me preparar pra tempestade...

Obrigada pelo elogio.. ADORO..RS

Anónimo disse...

Anda por aqui tempestade mas é bacano este
sítio. Tudo está em efeito dominó sim.

Karocha disse...

Eu conheço é o efeito da borboleta!...

Srta Emy disse...

Nenhuma peça cai ao acaso...Mas oq é mesmo o acaso?Boa reflexão!
Beijo malvado confuso!
:*

zeus disse...

Bons dias. Tinha prometido a mim mesmo continuar a participar neste blog apenas como leitor (temporariamente)mas algumas intervenções descabidas e infundadas fazem-me voltar a escrever para defender a minha pessoa e mostrar a alguém alguns valores da vida.
A minha intervenção é para o sr. bairradino, que de sr. parece não ter nada. O facto de não me conhecer, não lhe dá o direito de sequer cogitar e pôr em causa a minha amizade com o Gil. Tenho quase a certeza, ou melhor, tenho mesmo a certeza de que ele sabe quem é o zeus e a amizade e o respeito que a pessoa por detraz deste nick tem por ele, portanto, redima-se ao seu lugar e ao seu nick antes de falar de outros. Não ande por aí a pôr lenha na fogueira pois já todos percebemos que, falando na gíria, o sr. (que de sr. não tem nada) quer é ver o "circo a arder". Ainda lhe digo mais e esta, poderá servir-lhe de modelo para o resto da sua vida: o amigo, o verdadeiro amigo...é aquele que é sincero. É aquele que apesar de ser amigo, se achar que alguma coisa está mal com o outro, tem a hombridade e a amizade suficiente para dizê-lo sem medos encarando isso como um crítica construtiva. Percebeu agora? É que se não percebeu, pergunte lá ao Gil se por algum acaso está neste momento chateado comigo. Pergunte lá ao Gil se por eu não concordar com alguns procedimentos no espaço dele ele se sente "menos" meu amigo. E ainda mais...pergunte lá ao Gil se ALGUM DIA eu questionei ou opinei sobre a possibilidade de poder participar neste espaço, independentemente de sexo, idade ou raça. Apenas referi (e o sr...que de sr. não tem nada...pois não viu pois quer é ver o "circo a arder")que estava descontente uma vez que em tempos havia uma interlocução muito maior entre os blogueiros do que há agora, pois muitas mudanças aconteceram. É possível que daqui há uns tempos, toda esta gente nova já tenha estabelecido um elo de ligação e isto volte a ser o que era (na minha opinião). Percebeu BAIRRADINO? Mas será que desta vez percebeu mesmo? Ou será preciso um gráfico?? Um conselho para a vida: antes de falar seja lá do for e seja lá sobre quem...páre, pondere, meça consequências e depois abra a boca, para não ter intervenções ridículas e graves como a que teve. Bem haja a todos, um abraço para ti Gil. E desculpa lá esta confusão, mas tenho a certeza que tu percebes o meu ponto de vista. E sendo tu o "gerente" disto, é a ti que te devo satisfações, não a este sr. bairradino...que de sr...não tem MESMO NADA.

jose terra disse...

Um bom dia para todos.
então pescador do alto já não jogas comigo?!
escreve uma coisita prá gente!
só tu vais reslover isto......










bons dias
um bom dia para todos.

Zacarias disse...

Bom dia amigo José Terra,

Uma idosa da Cáritas veio pedir-me dinheiro e eu dei-lhe 2 euros. Já fiz a minha contribuição para salvar um banco americano.

Nanda Assis disse...

acho que este efeito esta acontecendo em tudo ao nosso redor.

texto bacana.

bjosss...

Anónimo disse...

Efeito dominó.

Caros amigos, lembram-se aquando da infame invasão do Iraque pelos americanos e seus acólitos ?

Lembram-se daquele ministro iraquiano que garantia em directo nas TV's que, mais coisa menos coisa, estavam a esmagar o invasor quando em pano de fundo rebentavam as bombas desse mesmo invasor ?

Pois, é o que me faz lembrar a postura do Bairradino.

Quem tem alertado para a absurda ligeireza em que isto se transformou passa imediatamente para o lado do inimigo.

Errado caro Bairradino, nós é que somos teus amigos. Nós é que sofremos com a apatia em que deixaste transformar o Real Gana.

Blogs como o Real Gana de agora, há para aí aos quilos.

Blogs como o Real Gana de há uns tempos, eram oásis.

Fácil, muito fácil, aumentar o número de visitas e de comentários insípidos.

Muito difícil e muito mais trabalhoso manter e ampliar a qualidade.

Não vás pelo caminho mais fácil Mélita.

Espreme todos os comentários e vê o que sobra, Alberto João.

Interpreta como quiseres Cristina, mas se tens gente que continua a alertar-te, apesar da tua permanente hostilização, então garanto-te, tens AMIGOS.

Carlos disse...

Penso que anda por aqui uma grande confusão. O facto de termos por cá comentadores de outro(s) continente(s) não pode, de modo nenhum, condicionar a qualidade do Blog. Pelo contrário. Na verdade, alguns dos amigos brasileiros que intervêm, não o fazem certamente com a mesma motivação que nós,pois conhecemos o Gil há muito tempo. Contudo, se visitarmos os Blogs desses intervenientes, encontramos temas interessantíssimos. Àqueles que não gostam: comam menos; aos que ficam indiferentes: é de cada um; aos poucos que gostam: vale a pene visitar a maior parte desses Blogs.

Darwin disse...

Senhor bairradino,

Eu sou um tipo com a garganta um bocado estreita, por isso tenho alguma dificuldade em engolir, nomeadamente sapos destes.
Sou muito céptico e por vezes experiencias conceptualizadas e dialécticas paradoxais, dizem-me que esse tipo de amizade que o sr. tenta promulgar é falsa. Não existe!

O meu conceito de amizade é precisamente aquele que o amigo Zeus manifesta no seu comentário. Queremos que os nossos amigos tenham honradez no discurso. Falem claro e respeitem também as nossas opiniões.

Os amigos ZMB, Beato Salú e Zeus, manifestaram aqui a sua opinião, sobre os novos caminhos do blog, foram logo convidados a sair, com certeza por alguém que tem alguma dificuldade em entender os seus comentários. Um indivíduo que não respeita a opinião dos outros com seriedade, é que não devia sequer andar por aqui.

O melhor é a conversa ficar por aqui. Amigos como dantes.

Desarranjo Sintético disse...

Bom, que caiam as peças até chegar o sucesso então! Tudo que temos que fazer é esperar e correr atrás...
Valeu a visita lá no blog!

Abraço.

Fábio.

o que me vier à real gana disse...

Anónimo das 12:38

Toma atenção: de amigo não tens nada! As insinuações k acabas de fázer são, no mínimo, pérfidas. Peços, corbadolas do caraças,não te faças meu amigo quando estiveres no café... e posta com nome cobarde do caraças. Vai-te daqui,k não te quero cá mais... Há-os por aí aos montões!? Então não estavas a ser hipócrita quando davas valor ao k escrevia!... Não, há muitos,sim senhor, mas não são aos montões! Desafio-te, cobarde, a dizeres-me quem és!
Aos outros zuas como eu: quem é k proibiu o fórum?... Eu não? Por onde é k têm andado!? Não sei! Eh pá,não gostam daqui dêem o fora.
Não, não sou da bairrada! Sou da Gândara.
Zeus, claro k sei k és meu amigo... tu não és cobarde, pq escreves sabendo k sei quem tu és! Esse parvalhão (não retiro as palavras até pedido de desculpas) faz-se de meu amigo, quando não passa de um hipócrita!
Não falo mais sobre o assunto.
Bem-vindos, amigos brasileiros!

Anónimo disse...

Gil,

Nunca tive grande convivência contigo. Olá, boas tardes e pouco mais.

Não me lembro sequer de algum dia ter estado no mesmo café contigo.

Não sou Zua, se isso te descansa.

Era teu amigo, daqui.

Só daqui.

Parecias outra pessoa...

Ainda assim, não baixo ao teu nível e desejo-te sorte.

Abraço

o que me vier à real gana disse...

Anónimo,pá. Desculpa,mas desculpa mesmo: não acredito no k dizes. O k me chateou mais foi a tua hipocrisia, pois todos os anteriores comentadores diziam muito bem dos posts, logo tu tb, e agora vens dizer ( ok, insinuar!) k o blog só era bom pelos comentários. Eh pá, modéstia à parte, os posts até são porreiros e mais, originais. Não copio. Outra coisa, tu sabes quem sou; eu não sei quem tu és. Isso, desculpa mais uma vez, é covardia!
Anda, identifica-te! Aí, equaciono... e até me retrato, embora devesses ser tu a retratares-te!
Não te acovardes: identifica-te!
Desculpa, mas pedes mesmo isto! Eu bem podia apagar os teus injustos comentários (injustos para comigo, pois dizes mal do que aqui faço; injustos perante os amigos brasileiros,pois são simpáticos e comentam... e não impedem em nada o anterior debate/brincadeira), porém não os apago. Sê pelo menos uma vez justo: identifica-te!

bairradino disse...

Anónimo, tu passas-te é? Tb gostava de saber quem és.
Não sou da Praia, mas é a minha terra de lazer. Amanhã vou estar no Contra-baixo para beber um copo com o gil. Estás convidado. Se apareceres não és covarde. Se não, é como diz o gil.

alquimista disse...

Bairradino...és mesmo um grande palhaço. Nem com as descascas que aqui levaste te calas. Não tens escrúpulos mesmo.

BelaCavalcanti disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ta ótimoooooooo isso: "Foi mais uma peça que caiu. Antes, porém, outras peças caíram para que a união dos pais de W. Bush se concretizasse."