segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Não sou contra o capitalismo, mas calma aí!

NÃO SOU CONTRA O CAPITALISMO, MAS CALMA AÍ!


É incrível (ou não) a “lata” com que alguns dos maiores entre os maiores defensores do neo-liberalismo aceitam a injecção de doses cavalares de dinheiros públicos, como forma de salvação do empreendedorismo privado que sempre veementemente defenderam. Este, segundo aqueles, é o idóneo; o outro, defendiam (e hipocritamente ainda defendem) os mesmos, não tem razão de ser.
Nada contra o empreendedor privado, absolutamente nada contra esta forma de dinamização económica da Sociedade, mas… sempre e sempre a par de iniciativas estatais. Só uma questão: quem é que, depois de tudo a que temos vindo a assistir nos últimos dias, vai confiar somente no sector privado a sua “mesada” de velhice?... Sim, alguns (mesmo assim nem todos!) daqueles que sabem dela nunca vir a precisar, por o que possuem chegar para entediar de tanto desentediar!




Carlos Jesus Gil

46 comentários:

daniel disse...

O QUER VIER Á REAL GANA

Devia-se exigir ao sector privado, pelo menos maiores garantias, para que não descurem os seus deveres.

Daniel

stériuéré disse...

Ora , eu estou como o outro, gastar dinheiro, só o dos outros.
E esses gajos fazem o mesmo. Gastam, gastam e quando chega a hora de apresentarem despesas, dizem que os filhos as comeram, que foi pela retrete abaixo, enfim...
Nesta altura do campeonato, nem os velhinhos escapam. Mas uma coisa é certa, quanto mais dinheiro se tem, ,mais dinheiro se faz, por isso eu agora pergunto : E quem é pobre , faz o quê?Enchem a carteira de areia, pa pesar mais e pensar que tem mais dinheiro?
Pois a minha real gana neste momentoera, obrigá-los a tentar sobreviver com a mesada dos pobres , durante uns míseros 2 meses.Será que conseguiriam sobreviver?
Eis a grande questão!

alberto joão disse...

Até eu estou de acordo consigo, veja lá!

J P G disse...

Privatizar a segurança social? Privatizar a saúde?
Privatizar a educação?

Então privatizemos os políticos!

Ou seja, criam-se empresas de gestão estatal e atribuindo um caderno de encargos e objectivos a atingir, aceitam-se propostas em carta fechada.

Consequências:
1 - reduziriam-se os Boys

2 - acabariam os partidos políticos (duvido que qualquer militante se reveja incondicionalmente em todas as medidas tomadas pelo seu partido (seja qual for)

3 - poupavam-se milhões em campanhas eleitorais

Estou certo, ou estou errado???

Abóbrinha disse...

>< Meo vc disse tudo :O

><

o que me vier à real gana disse...

É isso, daniel!... E nunca descurar o sector Público!
steriuere, eles não aceitariam o teu desafio.
alberto joão, sabia k podia contar consigo!
jpg, como sempre: diatribes geniais!
abóbrinha, obrigado!

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Hahaha, hj em dia se vc n tiver um capital para quaisquer empreendimento privado, vc ta ferrado, eh por isso que existe 900 milhoes de pessoas passando FOME em termo geral.

Tb adorei o blog!

gustavopinto disse...

Olá Carlos, obrigado pelo elogio :)

Fazendo um comentário a respeito, sou brasileiro e nos ultimos meses encontraram uma nova reserva de petroleo no meu país. engraçado saber que o investimento para exploração é publico, mas o lucro concerteza fica pra inicativa privada. acredito pouco que haja algum investimento em areas como saude, educação. ou que ao menos, eu pague uma gasolina mais barata.

B... disse...

ñ sei se essa onda neo-liberal vai mto longe...essa crise americana...fez com q o estado intevisse na ecomomia...sei..lah...vamo ve no q
vai dar...
obrigado...aki tbm continua mto boooomm!!

sp disse...

Esta é a nossa sociedade! Este é o mundo que lentamente deixamos que os governos nos apresentem e nós permitimos.
Pois!

É assim...

Carla disse...

concordo plenamente com a stuas palavras...não sou contra o capitalismo, mas o estado não pode nem deve alimentar o sector privado, até porque são dinheiros públicos que estão em causa
beijos

Darwin disse...

Meus senhores, alto aí e pára o baile!
Embora concorde que o estado não deve alimentar o sector privado com dinheiros públicos para financiar os seus deficits, até nem tenho pejo nenhum em dizer que uma grande parte dos nossos empresários, (que de empresários só tem o nome) são uns autênticos cancros da nossa economia! Cujo lema é: ganhar dinheiro o mais rápido possível, fugindo aos impostos e à segurança social e pagando ordenados de miséria! Depois de conseguido os seus intentos, fogem sem deixar rasto!

Então e os gestores públicos, que gerem o nosso rico dinheirinho?
Digam-me lá se eles não têm feito uma óptima administração ao longo do tempo? (para o bolso deles)
Se não fossem eles, quem geriria os milhões que vieram para Portugal e que o povo nunca os viu? (a não ser eles)
Tantas empresas públicas a chegarem ao fim do ano, a acumularem cada vez mais prejuízos (e gestores a ganharem fortunas colossais) mas se não fosse assim, o que faziam aos nossos impostos? Não tinham para onde ir!
Ora um país rico só trás desvantagens! (tais como não saber a quem dar o dinheiro) eles pensam em tudo, nós só temos que lhe estar agradecidos!
Se não fosse assim quem compraria os carros topo de gama?
Casas a custos milionários?
Quem comeria do bom e do melhor? (acabava tudo por se estragar)
Isto é só uma pequena amostra do que eles fazem por todos nós!

Caros amigos, 27 Milhões gastos com salários com gestores públicos em 2007, uma verdadeira constelação cadente que fere e arde de tanto brilho. Abrem-se feridas. O desempenho nestes cargos é desgastante e de altíssima responsabilidade. É um insulto generalizado aos trabalhadores, que contêm o sentido da proporcionalidade. Não é preciso recorrer a alta tecnologia para observar o serviço e as tendências levadas em vazas nas mãos dos gestores.

A esquerda liberal jura que o neo-liberalismo é uma espécie particularmente perigosa de vírus. Não duvido.
Os apologistas e serventuários do neo-liberalismo (capitalismo selvagem) andam de crista murcha e bico calado.
E têm bons motivos para tal: reina a maior badernice no sistema financeiro mundial, principalmente em casa do Tio Sam.
O banco central americano, empresta generosamente milhões de milhões de dólares, para evitar falências que arrastariam outras falências, numa cascata que ninguém sabe onde acaba. É cómico ver como gurus da alta finança, pagos a peso de ouro pela sua suposta brilhante gestão, andam de calças na mão a pedir apoio ao Estado.
Na realidade não é cómico, é trágico porque quem vai pagar a loucura é o cidadão comum com os seus impostos. O neo-liberalismo ou capitalismo monopolista pós-moderno não tem mais nada a oferecer á humanidade: esgotou-se.

Gânia "notícias" disse...

Em termos de cidadania, há duas espécies de portugueses - os que vivem a pagar ao Estado e os que vivem a tirar ao Estado. E o resto é conversa de comendadores.

Mas vamos às notícias, este fim-de-semana fui a Albufeira e notei que em 20 restaurantes dos que visitei, 18 tinham á porta e ementas em todas as línguas excepto em português.

Filhos da mãe!!! Quem lhes terá dito que todos os que vão a albufeira são estrangeiros?

Das duas três, ou houve uma emigração estúpida de reformados ingleses para o Algarve nos últimos 10 anos e por isso é preciso ir ao encontro desse mercado, ou os portugueses sabem todos inglês e somos tão fucken fashion da cabeça que misturamos no nosso speech as duas languages. Somos highly modern people.

E o pessoal da ASAE? Esses devem andar a comer “chicken piri-piri...very typical”....

Bandys disse...

Tem que se ter calma mesmooo...
bjs

Carlos Rebola disse...

Parece-me que, como se costuma dizer "a cota não bate com a perdigota", pois cada vez se exige menos Estado e na verdade ele está a diminuir, mas para um estado cada vez, menos, exigem impostos cada vez mais. Penso que os impostos deviam acompanhar a diminuição do estado.
Por outro lado se cada vez mais se dá valor e enaltece e a meu ver bem o empreendorismo privado, porquê então esta "dependência" do mesmo sector privado dos contribuintes de um Estado cada vez menor, isto quando o privado não dá conta do recado. Temos o exemplo bem actual do que se passa nos EUA com os contribuintes a pagarem os "desmandos" do sector financeiro privado. Por cá também...

Um abraço
Carlos Rebola

o que me vier à real gana disse...

tlles borges e borges moreira, tem razão...infelizmente!
Gustavopinto, pois, os dinheiros para a prospecção são públicos, mas depois a empresa vai ser privada!!! É incrivel e brutalmente injusto. O privado que invista de raíz com fundos próprios (a banca credita-os). Se querem petiscar, arrisquem!
b..., acredito que a onda neo-liberal iniciada com a inglesa "dama de ferro" e com o americano Reagan não irá muito mais longe. O POVO do mundo quer mais SOCIAL.
SP, sim, só nós quem o permite. Sou da tua opinião!
Carla, é isso!
Darwin, os seus eloquentes escritos contam sempre!
Gânia "notícias", o orgão noticioso mais independente k conheço.
bandys, sim, tem k se ter calma... mas tb é necessário reagir. Se quisermos muito, o POVO é quem manda!

Só Eu disse...

Não posso estar mais de acordo.
É tempo de olhar mais o social. Chega de economia contra as pessoas.
Obrigado pela tua visita.
Um forte abraço

Inside Me disse...

haha, oh mundinho louco esse nosso hein? rs acumular¹²³ essa é a ordem, aff ¬¬º
brigaDA por ajudar na "luta contra os códigos-chatos" eu até editei a postageme pus um passo-a-passo pra ajudar quem não sabe, bjssssssssss

Mariazita disse...

Venho agradecer tua visita ao SEMPRE JOVENS e ao mesmo tempo prestar um esclarecimento que deveria ter feito a 1ª.vez que vim aqui... Desculpa!
No Sempre Jovens eu sou apenas colaboradora. Lá eu publico apenas à terça-feira.
Hoje mesmo coloquei lá um post que acho muito bonito. Se quiseres ir lá ver...
No MEU blog A CASA DA MARIQUINHAS
eu posto à quinta-feira e domingo.
Terei o maior prazer em ver-te na minha "Casa".
Aproveito para comentar o teu último post.
Privatizar? Sim, mas acautelando muita coisa!
Há "coisas" que deveriam urgentemente ser privatizadas porque o governo não tem competência para as gerir (se fôssemos a ver bem era praticamente tudo...rsrs).
A saúde, por exemplo, está no lindo estado que todos sabemos.
Mas, privatizada, quem vai poder usá-la??? Os políticos, sem dúvida, e mais meia dúzia. Os reformados, com reformas miseráveis, num instante se lhes acabavam as doenças - iam directamente para os cemitérios!
E como indigentes!!!
Desculpa este desabafo, mas estou farta de tanta hipocrisia.
Um beijo
Mariazita

Eduardo Corrêa disse...

Obrigado pela visita, espero que sempre volte.

Eu sempre voltarei aqui! :)

o que me vier à real gana disse...

É isso amigo carlos. Temos dar umas ferroadas no sistema.

o que me vier à real gana disse...

eduardo corrêa, obrigado tb!

o que me vier à real gana disse...

mariazita, ok!

mundo azul disse...

...bem verdade!
O seu texto é um ótimo alerta...


Beijos de luz e o meu agradecimento pela gentil visita!!!

São disse...

Se o capitalismo é selvagem e só pretende dinheiro, que lhe impota de onde vem?!
É uma vilania tudo isto!!
Tudo de bom.

Zé Carlos disse...

Carlos, um forte abraço aqui do Brasil...
Zé Carlos

Anónimo disse...

Stop this Blog... now!!!! there are to much people who does'nt interest. I Pray You, Real Gana.

pin gente disse...

eu já ouvi dizer: "aquele fala de barriga cheia!


abraço

xistosa - (josé torres) disse...

Li tudo!

Nem fiquei mais esclarecido, nem menos.

Mas há alguém, neste mundo que acredite no voluntarismo das instituições financeiras?

Veja-se o que sucedeu em Portugal.
O filho pródigo em despesas gastou o que não era dele e s
ão os accionistas, (indirectamente TODOS NÓS), que vamos repor o que foi esbulhado.
O MELIANTE, compra um Porche novo, de cor diferente, para não o reconhecerem e continua a viver dos rendimentos alheios ...
Nos EUA, é a mesma situação.
Quero lá saber que o estado apalpe o cu aos desesperados ...
Se a crise chegasse aqui, então outra maneira de actuar se "alevantaria".

Sou um chato ... obrigo os bancos, CGD) a reporem o que me roubaram DESCARADAMENTE E POR OFÍCIO.

Fui e vou todos os anos com o Fisco para tribunal.

Pegaria em armas, não tenham dúvidas, contra os parasitas e não estaria só ...

Desiludido disse...

Chato e desinteressante, com meia dúzia de brasileiras que só sabem dizer oi e um bjo. O que me vier à real gana pena no meio da sensaboria. Requiem por um espaço nobre que meia dúzia de curiosos das dúzias transformaram num outro completamente diferente, onde o único intuito para quem o visita é agora procurar se alguém escreveu algo que valha a pena ler,e não avidamente ler todos os comentários, como acontecia há bem pouco tempo.Porque comentar nem apetece. Comentadores mais qualificados vão tentando dar algum brilho à coisa, mas a luz da glória vai-se apagando pouco a pouco. Mas o senhor Gil parece que gosta. Ele lá saberá...

Desiludido disse...

Chato e desinteressante, com meia dúzia de brasileiras que só sabem dizer oi e um bjo. O que me vier à real gana pena no meio da sensaboria. Requiem por um espaço nobre que meia dúzia de curiosos das dúzias transformaram num outro completamente diferente, onde o único intuito para quem o visita é agora procurar se alguém escreveu algo que valha a pena ler,e não avidamente ler todos os comentários, como acontecia há bem pouco tempo.Porque comentar nem apetece. Comentadores mais qualificados vão tentando dar algum brilho à coisa, mas a luz da glória vai-se apagando pouco a pouco. Mas o senhor Gil parece que gosta. Ele lá saberá...

Idylla disse...

amei seu coment la no blog....hahahah pode deixar...Don't Stop Never kkkkkkkkkkkk


bjooo ;)

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Te espero no meu , acabei de atualizar haha, recebi um email comico e postei la!

Gânia "notícias" disse...

Uma ponte de 12 metros foi roubada.

Um grupo de ladrões, conseguiu roubar uma ponte de 200 toneladas durante a madrugada, sem que ninguém tenha dado por isso.
O desaparecimento da estrutura metálica de 12 metros de comprimento, foi descoberto de manhã pelos habitantes que tentaram atravessar a inexistente ponte, que fazia parte da única estrada que ligava a vila local a uma área industrial.
Os responsáveis da Autarquia local, disseram que o custo de construir uma ponte nova, será dez vezes superior ao valor da antiga ponte, que se encontrava em más condições.
Queriam notícias destas, eh? Não somos nenhum órgão de comunicação social e não gostamos de sensacionalismos. Serve? Se querem saber essas coisas todas, leiam a porra dos jornais, pá!

Olho Vivo disse...

Também vou tirar "isto" dos meus favoritos.
De facto, já não está aqui nada, é uma completa perda de tempo.
Boa sorte a todos, até sempre.

Olho Vivo disse...

Esquecimento: um sarabá para o Gânia Notícias, que, apesar de tudo, vai remando contra a maré.

Quase Trinta disse...

concordo com o título do post.. calma aí...rs

Darwin disse...

De facto amigo Olho Vivo, o que é feito dos comentadores: Zmb, Carlão, João cara de José, Mirtota, Zeus, Amigo do Alheio, Cristina, Beato Salú, Zíngaro, Loirinha que não é de Aveiro, icrica, Bairradino, Verdadeiro Anónimo, Karateca da Marateca, priminha mai'linda, Pescador do alto, Palonço, Moralista, Mélita, Anonimo José, Zé terra, João Água, Maxmen, Frank Zé Pá, Sandra, Maria Róza, F.R., Alberto João, Zé dos plásticos, Calastricimo, Linda, O Diabo Veste Prada, Arribança, Simões, Branco das Neves, C.J., Amigo de todos, Errante, Silvana, Ramsés, Alfacinha, Mafalda contestatária, Crispim, Gastão Salsinha e outros que não me lembra agora. Epá que saudades!

desapontado disse...

esse individuo o desiludido, tem toda a razão. essas brazucas tão aqui pra fazer o quê?
Isto é , são bem vindasmas com bons comentários, agora" Olá! tudo na boa , bjs tb!" ou
"adorei sua visitinha viu cara"
OU
"Volte sempre, tenho minhas portas abertas pra você"
e sabe.-se lá que portas né?
usem outro paleio e serão sempre benvindas por aqui.
O blog não é nosso, mas acho que os leitores assíduos também têm direito a uma opinião daquilo que lêem. ora se o senhor gana é tão bom escritor(é sim senhora , não tenho dúvidas disso) não se devia deixar levar por esses lados.

Maria Zua disse...

Boa noite,como sempre gosto do teu blog amigo carlos, estou plenamente de acordo com o darwin,em desacordo com o anónimo das 22.03 (deve residir em Albufeira ou deve ser um dos empresários americanos). Também estou de acordo com os comentários dos que têm saudades de outros comentadores assíduos do blog, por este andar somos surpreendidos com comentadores chineses...

Teté disse...

Pois eu sou mesmo contra o capitalismo desenfreado, que é o que se tem estado a assistir impassivelmente nos últimos tempos.

Faz lá sentido nos Estados Unidos não terem Segurança Social (mais tarde ou mais cedo, quase todos acabamos por ter de recorrer a ela) e depois se a coisa corre mal, a população é que paga para uns banqueiros e donos de seguradoras não irem para o buraco?

Sorry, acho o regime americano do mais hipócrita que há. ;)

mélita disse...

Mais social, precisa-se!

Cyntia Taborda ") disse...

aiin capitalismo,neo-liberalismo....elaaaiiaa!!
:S
haiuahiauhiahai
isso me deixa doida,as vezes prefiro nem entendeer ;DDD

;*

Anónimo disse...

cyntia...tá mais que visto que o teu proble é que NÃO CONSEGUES entender. Nada de racismos, mas este blog foi subitamente invadido pelos irmãos brasileiros e ainda n consegui perceber porquê.

o que me vier à real gana disse...

anónimo das 7:51, este blog não foi invadido pelos irmãos brasileiros. Fui eu que os chamei... Que lhes pedi para virem!

São disse...

Boa semana.