quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

O sentido da vida em Woody Allen

O SENTIDO DA VIDA EM WOODY ALLEN


Em Woody Allen, a vida só tem sentido, só é digna de ser sofrida se houver permanência; se tudo não estiver destinado ao desaparecimento absoluto…; se houver um final feliz; se… se existir Deus. É, o absoluto sentido da vida reside, afinal, no final feliz. Não importa tanto o caminho; este deverá não ser mais do que instrumental, um meio para chegar à meta. Meta, é disto que se trata. A existir esta, a vida tem sentido.




Carlos Jesus Gil

5 comentários:

Anónimo disse...

Cá p'ra mim o Woody Allen tem é muito vagar e dinheiro a sobrar-lhe nos bolsos,senão não tinha tempo p'ra pensar em tolices.Ele até tem cara de atrasado.Tb deve ser algum joão com cara de josé...

oquemevierarealgana disse...

anónimo, o woody é um gajo porreiro... com muito dinheiro!

branco das neves disse...

Concordo Sr. Gana.
Mas já foi mais...

oquemevierarealgana disse...

Sim, isso talvez. Possivelmente um desgaste.

Tomas de Alencar disse...

È um gajo porreiro,pelo menos eu gosto dele.