sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Era nenhuma vez...

Veio-me à real gana que talvez fosse interessante repostar este texto:


ERA NENHUMA VEZ …


O Sol brilhava sempre, todos os santos dias; a temperatura era invariavelmente agradável; havia áreas reservadas à precipitação, incumbidas da recepção e armazenamento da indispensável água; havia áreas com neve, muita neve todo o santo ano, para turista ver e desfrutar .
Todos amavam, todos eram amados; todos os activos trabalhavam, ninguém era tramado; trabalhava-se por necessidade e prazer; o lazer variado era, e inquestionavelmente praticado.
Era nenhuma vez um país assim!

Devia ter terminado o texto com um simples ponto final.




Carlos Jesus Gil

43 comentários:

Carla P.S. disse...

Era nenhuma-vez que se faça o tempo ideal dentro de nós. E que mesmo assim ainda sobre um tempo para um bom café.
Grande beijo, ensolarado! (como deve ser).

jose terra disse...

Nós somos os que contribuimos para este mundo de tempestades.
acho que cada vez mais caminhamos para um espaço temporal muito cinzento onde vamos chegar ao ponto que tanto é o nevoeiro que não sabes quem és!:.
não te quero com tanta fartura.
abraço gil.

dragao vila pouca disse...

Meu caro um Mundo assim era uma seca! Nalguns países nórdicos, eles não têm essa qualidade de vida e matam-se, imagine esse mar de rosas!
Um abraço

Compadre Alentejano disse...

Acabo de ler a verdadeira utopia...era bom...uma vida assim durava mais de cem anos...
Obrigado por ter visitado o Papa Açordas e pelas palavras que nos dirigiu. Vou colocar o link de "O que me vier na real gana" nas minhas sugestões. Espero que faça o mesmo.
Um abraço
Compadre Alentejano

Uma Ilha disse...

Era uma vez gente que cultivava a terra sol a sol etc...
E viviam bem mais felizes e muitos mais anos.Uma ilha

Mas afinal o que estou eu aqui a fazer?... disse...

beeemmm... Nenhures é um país fixe! :D
Há uma canção de um grande senhor que se parece muito com esta fábula:
http://br.youtube.com/watch?v=Ka6EPx3nTGQ
Beijinhos

mélita disse...

Gil, a gente também não quer nenhum mar de roas.

anderson eduardo disse...

Bom seria se o mundo fosse assim... bom final de semana

Sargento Peixoto - O Monge disse...

Doces sonhos...
Era nenhuma vez onde acordamos todos os dias e não nos arrependemos de ter saído da cama. Mas ainda prefiro viver para morrer outro dia do que esperar que eles passem perfeitos algum dia.

Eu concluí ainda agora o ultimo trecho do capítulo um da minha crônica. Já que gostou se quiser saber como acaba a parte um.

Maria Zua disse...

era nenhuma vez... trabalho, sol, chuva, neve, história de encantar...ops, faltam o principe e a princesa, pois é, somos nós, nenhuma vez...vamos sonhando enquanto ainda não se pagam os sonhos, beijão.

O Gato das Botas disse...

O Mundo é uma esfera quadrada que gira parada em volta do Sol. Não era nenhuma vez nenhum castelo em nenhumas núvens para o qual não se subia por nenhum pé de feijão. João, que já não era nenhum menino, não se arriscou a subir nenhum pé de feijão para não chegar ao castelo que não existia. Quando lá não chegou não viu nenhum gigante porque, porque... enfim, Isto não é nenhum conto de nenhum João-Pé-de-Feijão nem eu não me lembro do resto do conto.

J P G disse...

Na Terra dos Sonhos... podes ser quem tu és!

Na Terra dos Sonhos toda a gente trata a gente toda por igual!

Abraço!

Lc disse...

Uma miragem, certamente, lol

Bom fim de semana.

sandra disse...

Passei, gostei e vou continuar a passar.

Bom fim de semana

xistosa - (josé torres) disse...

Se o sol brilhava era bom sinal, estávamos "cá fora" e só isso é um hino à liberdade.
Por isso eu que não sou nada de religiões, vou para a catequese.
pelo menos a moçoila que me ensine a por as mãos ...
Depois lá virá a lábia habitual, que vou decorar facilmente.
Aos 61 tenho uma memória incrível e rápida.
Parece-me que temos de nos saber ajoelhar.
Se o reumático deixar, fá-lo-ei ... se não deixar, dou uma joelhada nos ... e volto à vida livre.
Onde pago impostos aos impostores e contribuo com outros milhares, para o bem estar de alguns ... que feliz sou!!!

Cadinho RoCo disse...

Era uma vez um ponto final.
Cadinho RoCo

EternaApaixonada disse...

Era nenhuma vez... Um post tranquilo, sem polêmicas, sem traumas... risos...
Sem medo de deixar beijos e desejar um ótimo fim de semana!
Ah! prefiro sempre reticências...
Deixa em aberto quaiquer complementos... risos

philosophystrikesagain disse...

utopias são legais,às vezes.
por mais que o ser humano insista em dizer que quer toda essa paz,acho que,no fundo,não conseguiria e acharia monótono.

o que me vier à real gana disse...

Contente, muito, com todos os comentários. Se não estivesse..., paciência! Temos k nos aguentar à bronca!
Desde A Carla p.s., à philosophystrikesagain, passando por: josé terra, o amigo dragão, o recém-chegado compadre alentejano (andei na tropa em Évora... bela cidade!), uma ilha, mas afinal o k estou eu aqui a fazer, andersos eduardo, sargento peixoto - o monge, maria zua, o gato das botas, jpg, ic, sandra, o amigo josé torres, cadinho roco e eternaapaixonada, todos compreenderam, tenho a certeza, que não acredito na terra do nunca, tão pouco na inefável cidade "Utopia"!... Daí o ter rematado o texto com: "devia ter terminado o texto com um simples ponto final".

Gente boa k por aqui anda, tenham um excelente (real) fim-de-semana!

Táxi Pluvioso disse...

Não sei. Na voz das oposições (quaisquer) aos Governos (quaisquer) eles conseguem edificar um país assim. É só deixar a oposição formar governo, depois deixar a oposição formar governo, depois deixar a oposição formar governo e assim até o mundo acabar...

Táxi Pluvioso disse...

Para dançar ou maybe not...

Humana disse...

Seria o dito paraíso?
Acho que apesar de tudo prefiro viver aqui na terra!Acho que tudo tão certinho assim tb era demais!
Um beijo.

o que me vier à real gana disse...

Táxi, pr'a dançar e outras cousas mais!

o que me vier à real gana disse...

Humana, tb eu!
"Mera" provocação de consciências. A terra do nunca... se do nunca é, é pq... nunca mesmo. E tá bem assim, senão morriamos de tédio!

Auíri Au disse...

Convém fechar os olhos e imaginar.
Ponto final.

Mariazita disse...

País utópico, irreal.
Melhor que o nosso?
Quem sabe???
Beijinhos
Mariazita

deh disse...

acredito no seguinte: se não houver um lugar bonito como eu quero no mundo, então este lugar vai existir, nem que seja dentro de mim.

construa seu próprio castelo ensolarado à beira de um lago de águas calmas

bjo

alberto joão disse...

Esse lugar existde. É aqui na Madeira.

Karocha disse...

Num Pais assim, ninguém morreria aos 47 anos na flor da idade...:-(

Srta Emy disse...

O ponto final não ficaria muito bem, pq "Era nenhuma vez..." parecia por demais com o "Era uma vez..."
Beijo malvado-bom!
:*

Ana Maria disse...

Lugar existente em muitos lugares.
Beijinhos!

AB disse...

Um país como esse era uma grande chatisse! Senão vejamos o que acontece naqueles países nordicos onde a qualidade de vida é obviamente inferior á que falas e ainda assim, eles matam-se devido ao tédio.
è como aqueles meninos ricos, filhinhos do papá, que têm tudo para ser felizes e no fim não ligam a nada nem sequer lhe dão valor. A vida tem mais sabor se tivermos que lutar para vivê-la!
Beijinho e bom fim de semana.

stériuéré disse...

Era nehuma vez, em que sonhar não faz mal a ninguém!
E deixa lá o ponto final, onde há ponto final acaba, e nós não queremos que os sonhos acabem, pois não?

Peter disse...

Não se pode ter "Sol na eira e chuva no nabal" ...

Rafaela Abreu disse...

Talvez tudo venha de uma estória com esse começo ...

Abraço!

Nadezhda disse...

"Era nenhuma vez um país assim".

Nem um país, e nem um lugar, por menor que seja.

;)

Oliver Pickwick disse...

Conseguiu o mesmo clima de Thomas More. Li, mas tive dúvidas se a sua intenção é de sátira ou de um lugar idealizado.
Um abraço!

Gabriela disse...

Um lugar assim não existiria, exatamente pelo fato de as pessoas não acreditarem nele.

bom blog.

Rafeiro Perfumado disse...

Chato é depois o despertador que nos acorda...

Abraço!

Italo Lemos disse...

No fonal de toda fantasia existe uma realidade! Gosteii...beeeijo!

afonsinho disse...

Se isto fosse uma monarquia como eu defendo, seria como dizes.

Marlene Maravilha disse...

Vale a pena meditar nisso!
abracos

Gi disse...

Real ganamente falando,era mesmo nenhuma vez um país assim, senão como é que armazenávamos ganas?

Obrigada epla visita ao fotogínica (o meu blog de fotos).
Vá lá ... não te meteste num 31 (o meu outro blog).