sábado, 5 de julho de 2008

Currícula

Poderia muito bem falar da reunião de Sexta-Feira, do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol. Poderia, sim senhor. Poderia e deveria... se não quisesse prescindir dessa minha faculdade e eximir-me dessa minha obrigação!
Porque estamos em época de exames, numa altura embrionária - vá lá, de cópula! - em termos de currícula de tantos e tantos jovens cidadãos, optei por isto:


CURRíCULA


A propósito dos currícula, que pretendem traduzir a experiência de indivíduos, dos profissionais, dos candidatos a… :
A experiência engloba não só o “know how” adquirido com a prática continuada, mas também a capacidade psicológica de reagir perante situações com que o indivíduo se depara.

A todos os ganenses interessados, a minha permissão para abordarem, dos assuntos que invoco, aquele que mais lhes aprouver.
Caso assim o entendam, poderão continuar a debater a Barrinha... Ela merece!




Carlos de Jesus Gil

148 comentários:

ex-anónimo disse...

Qualquer dia até podem inventar mais apetrechos para adicionar à currícula... como o cheiro, o hálito, etc. Mas não vale aldrabar! Borrifar a papelada com eau's de toilette é falcatrua excomungável.
E depois inventar mais prefixos para acrescentar aos nomes, que os tradicionais Prof. Dr. e Eng. já começam a ficar gastos...

o verdadeiro anónimo disse...

Eu vou falar da Barrinha.
O grande problema da Barrinha são esses nefastos democratas que por aí grassam que se têm demitido das suas reais funções, coisa que nunca aconteceria nos saudosos tempos do Senhor Doutor. Nesses tempos a Barrinha era tratada com todo o carinho, as suas águas eram límpidas e transparentes, e após esse tal fatídico dia da dita revolução dos cravos ( flor que eu passei a detestar ) a canalhada que nos tem governado só tem contribuído para a degradação do nosso meio-ambiente. Portanto a nós, os verdadeiros defensores da Pátria Portugueza, só nos resta continuar a ... lá irmos cantando e rindo. Viva Salazar !!!

bairradino disse...

Olhó verdadeiro anónimo por cá! Assim é que é. Seja como for, você é dos melhores daqui do sítio. Sabia que está programado um Museu do seu sr. doutor lá na terra dele? É mesmo na casinha onde nasceu e também viveu. Eu acho bem; não estou a brincar, acho mesmo bem. Que lá se patenteie o bom e o mau que fez. É História de Portugal. Conto visitar o meseu, se for avante a ideia. O "avante" não é um trocadilho.

Mirtota disse...

Primeiro, em relação à reunião de sexta-feira, acho muito bem que o Sr.Pinto da Costa continue suspenso, só tenho pena que seja apenas por dois anos, mas isso é uma outra história.
Em relação aos curricula, hoje em dia com o europass as coisas são muito mais fáceis, e evita-se aquele paleio todo desnecessário, que mais parecia palha para o burro.
Quanto à capacidade de saber agir em conformidade com as situações que se nos deparam, penso que o amigo Gana se estava a referir a adequação dos curricula consoante a situação a que se destinam, ou seja não se tornam um relato real e sim uma peça de ficção. Infelizmente deve ser o modus operandi da grande maioria, a avaliar pela quantidade de pessoas que não sabem exercer os respectivos cargos, e não estou só a falar de cunhas.

o verdadeiro anónimo disse...

Bairradino, obrigado pelo apoio. Também hei-de ver se lá vou prestar a minha singela homenagem a esse grande estadista que foi o Senhor Doutor. Homem com H maiúsculo.
Eu essa coisa aí da "currícula" não comento porque acho tudo isso mariquices desse tansos que andam para aí a apregoar aos quatro ventos que "estamos na Europa". Eu sei que estou na Europa desde que nasci e isso para mim não é novidade nenhuma. Enfim, andemos...cantando e rindo!

Homessa disse...

Agora é "currícula"? Olha, pensava que era "canícula"! Deve ser por causa do efeito de estufa, será?

m.p. disse...

Pois olhem fiquei satisfeito pelo regresso do Verdadeiro... Não concordo com as ideias dele mas acho que tem piada, que é o que faz falta a estes intelectuais detentores da verdade que por cá andam últimamente. Um tal D'arrebimba o Malho do post anterior podia ter sido um pouco mais meigo, mas no geral acho que tem razão.Para mim o lema é : Praia de Mira 4 ever.

palonço disse...

m.p. - O que faz o senhor em prol da Praia de Mira? Não tome isto como uma crítica ou ataque pessoal, apenas gostaria de saber quais as suas ideias.

cristina disse...

m.p., estou como tu:muito contente com o regresso do verdadeiro anónimo. Sei as ideias que aqui veicula (que até podem não ser as que em verdade defende), contrárias às que defendo. Portanto, eu que sou pelo social, pelas políticas verdadeiramente sociais,também gosto de humor e de discussão útil. O verdadeiro anónimo proporciona-nos isso. Bem revindo, como o gana diz.

Carlão disse...

Caro conselheiro “d'arrebimba o malho”,

Em primeiro lugar não é minha intenção, nem nunca será, dar lições de moral nem muito menos ser reconhecido como dono da razão, limito-me a manifestar a minha opinião a denunciar situações que considero desadaptadas nos tempos que correm.
Sou Deputado Municipal, porque para isso fui convidado. Não tinha essa ambição porque não me agradava a ideia de exercer funções de carácter político.
Nunca deixei de fazer o que acho que devo fazer. Sempre defendi as minhas razões até me demonstrarem que não as tenho. Não me calo nem dou a razão a outros só para fazer jeito ou daí tirar proveito. Sei que não tenho um feitio fácil, mas procuro ser íntegro e isso dá-me uma grande tranquilidade e paz de espírito.
No que toca à minha terrinha, vou dizendo o que sinto e o que muitos outros sentem! E se o faço é porque tenho esperança que as minhas “mensagens” cheguem “aos ouvidos dos autarcas”! Algumas vezes com divergências, com dúvidas, com a minha total dedicação, disponibilidade técnica e pessoal, mas é claro que não deixarei passar em branco conveniências, contradições, faltas de rigor ou faltas de seriedade. Defenderei sempre as minhas razões até me demonstrarem que não as tenho. Não me calo nem dou a razão a outros só para fazer jeito ou daí tirar proveito. A frontalidade e o respeito pelos outros, serão sempre bandeiras da minha forma de estar.
Enquanto estiver na vida pública, estarei sempre com o mesmo propósito que tenho na minha vida pessoal: com respeito, educação e acima de tudo a lutar pelo bem-estar da minha comunidade e da minha terra.
Se somos intervenientes e participativos, falamos demais…é só conversa, se não intervimos, somos subservientes. Sinceramente não entendo!
Caro amigo, o meu lugar na A.M. estará sempre à disposição. Claro que também penso que haverá outros cidadãos que desempenharão melhor esse papel do que eu.
Hoje preocupo-me mais com a minha consciência do que com a minha reputação. Porque a minha consciência é aquilo que eu sou, e a minha reputação é o que os outros pensam de mim. E o que os outros pensam, é problema deles.
Não devo nada a ninguém, pelo contrário...as minhas contas estão saldadas. Estou consciente do dever cumprido e isso dá-me uma grande tranquilidade e paz de espírito.


PS: Conselheiro “d'arrebimba o malho”, a diferença entre nós está na coragem e na frontalidade, a quem dirigimos as criticas, como poderá verificar nunca utilizei o anonimato.
Amigo Palonço, agradeço-lhe a forma digna de como comentou este assunto. Já agora posso afirmar que a notícia da Gania sobre a Barrinha é verdadeira.

palonço disse...

D'arrebimba o malho...Penso que esta frase do Carlão diz tudo: "Se somos intervenientes e participativos, falamos demais…é só conversa, se não intervimos, somos subservientes. Sinceramente não entendo!" Foi precisamente o que o amigo fez...e por haver muita gente assim é que este país na vai para a frente, pq critica-se tudo e todos, se estiver bem...põe-se em causa a pessoa que fez o bem, se estiver mal...põe-se em causa o mal pq n se fez o bem.
Acho que deve ler, tornar a ler e ainda ler mais uma vez o comentário do Sr. Carlão e redimir-se à sua posição. Pelo menos a voz dele é ouvida e para ser ouvida foi CONVIDADO para que todos a pudessem ouvir. Se a voz é acatada ou não...isso já não lhe compete...mas a voz está lá.
Amigo Carlão: Não tem que agradecer. Procuro sempre ser o mais justo e coerente possível...e sei que o sr. luta por uma causa há bastante tempo. Tiro-lhe o meu chapéu por isso pela sua insistência. Bem haja!

D'arrebimba o malho disse...

Ora portanto eu sou cobarde porque usei um nick, sou atacado porque ousei exprimir livremente a minha opinião. O sr. Palonço, pelo contrário, como usou o seu verdadeiro nome, nome bem conhecido cá pela nossa praça, e defendeu o sr. "deputado eleito muito bem votado", é enaltecido e aparece como o herói do dia! Assim vai o mundo!
Sr. Carlão, a verdade é que há mais de VINTE anos que o sr.se pavoneia pela vida política deste distrito e até agora ainda não vi fruto de tamanha estafa. Mostre-me uma qualquer obra que tenha surgido do seu empenhamento e verá aqui desfiadas em rosário as minhas sinceras desculpas. Nunca acreditei em quem faz da política profissão, ou no seu caso, part-time. E como o sr. tem direito a pensar "assim" eu tenho direito a pensar "assado". Não lhe chamei nenhum nome, portanto não o ofendi! A liberdade que o sr. tanto evoca também me dá o direito de opinar, embora indo contra as suas pretensões. Permita-me o direito de manifestar as minhas idéias. A não ser assim ( e isto é também para si Sr. Palonço ), mudem o nome ao blog e passem a chamar-lhe " Não digas o que te der na real gana se não for conveniente dizê-lo"

Mirtota disse...

Acho que isto hoje está a aquecer.
A troca de mimos está acesa, mas tenho que concordar com o d'arrebimba o malho. Com tantos deputados e afins (não querendo insultar ninguem), o pouco a ser feito no conselho, normalmente só efectuado em vesperas de eleições, e depois há tambem aquelas obras que não sabemos qual a utilidade ou porque aparecem, ou pior que até são bem pensadas mas mal concretizadas. Enfim...

moralista disse...

Eu, que sou moralista, não vejo nada de mal nesta acesa discussão. Continuem, pessoal. Está quente mas sem febre.

palonço disse...

Arrebimba o malho: manifestar a sua opinião de forma livre mas com carácter ofensivo...com palavras do tipo..."pavonear-se" e atacando directamente uma pessoa pode com certeza fazê-lo...mas faça-o no sítio próprio e de preferência frente a frente com os intervenientes. Não encare este tema da Barrinha como uma oportunidade de...em consonância só e apenas consigo, esgrimir um combate político executivo/oposição, pois esse não é o objectivo deste blog. Comente e discuta a Barrinha e seus problemas no seu todo...e não em nada em específico. Sabe o que eu penso? Que da mesma maneira que afirma que ninguém dá ouvidos ao "deputado", a si tb ninguém deve dar...caso contrário não estaria aí de peito cheio com tanto parlapatá (palavra sua) pois dá a sensação que aqui, debaixo de um nick, é a sua chance de poder descarregar tudo o que aí tem em surdina e a rebentar pelas costuras. É de bradar aos céus vir para aqui, um espaço público, saudável e com grandes intervenientes (assim considero TODOS sem excepção os que aqui andam) dizer que "A" deve assumir mea culpa por causa do "B". Mas quem julga que é, para vir a um espaço destes exigir tal coisa? Mas é como eu digo. Deve estar a realizar o sonho de estar sentado numa sala camarária, no lugar da oposição e a atirar pedras ao executivo, no caso...ao Deputado Carlão.´Quando provavelmente estará sentado na cozinha ou no seu jardim em frente a um PC num jogo de faz de conta.
Caro amigo...só lhe dou um conselho (sim...pq se você os dá eu tb posso): Com tanto paleio e raiva, de certeza que nas próximas autárquicas se irá candidatar. Arranje maneira de sabermos quem é o verdadeiro Arrembimba o malho. É que assim, teremos a chance de votar no Salvador da Pátria, no caso...da Barrinha, pois com tanto patuá, de certeza que num ano teremos uma Barrinha internacionalmente conhecida. Falar é muito fácil, não é caríssimo? Pois é!
Só um conselho mais: Pegue em vários temas deste blog...perca tempo a lê-los e veja em quantos deles encontra comentários acusativos e depreciativos contra as pessoas...como os seus. Depois transcreva-os...se os encontrar.
Quanto a mim, dou esta discussão por encerrada, pois como costumo dizer...para arrebimba o malho, já lhe estou a dar muito cavaco!
(Não se esqueça agora de começar tudo outra vez por causa da palavra Cavaco!! )

Mandrake disse...

Caro arrebimba, por muita razão que possa ter, o tom do seu discurso deita tudo por água abaixo. Tenho que concordar com o palonço, vai-me desculpar. Aqui não é o sítio certo para o tipo de direcção por onde quer encaminhar a sua conversa.

mélita disse...

Moralista, tem razão. Isto continua quem mas sem febre, logo saudável.

D'Arrebimba o Malho disse...

Eu até nem lhe devia dar cavaco a si, porque também não sei quem se esconde por detrás do nome "Palonço", que não acredito ser nome de batismo de gente cristã. Mas acredito piamente que, você sim, terá pretensões a um qualquer cargo político, porque reflecte a imagem do tradicional lambe-botas sempre disposto a acenar com a cabeça e a enaltecer as palavras caras. Meu amigo eu só enveredaria pela política se me garantissem que os demagogos seriam desterrados para uma galáxia o mais distante possível deste pobre planeta maltratado.
Se calhar você pertence à comandita que rege os destinos do concelho! E desengane-se se pensa que isto é conversa de oposição. Infelizmente demagogia é apanágio dos politiqueiros cá do burgo, sejam eles de que partido forem. Então o sr. vive aonde? Não deve ser por cá de certeza, senão saberia do que eu falo. Há-de me dizer qual é a função dos representantes de qualquer assembleia. Então não é levar ao conhecimento do executivo as pretensões dos eleitores? Então não é batalhar persistentemente para honrar a confiança depositada por estes? Há quantos anos está esse senhor na Assembleia Municipal? Nunca o ouviram nestes anos todos? Então falhou redondamente a missão que lhe confiaram! Neste ou noutro qualquer assunto que ficou só no debate e nas belas palavras e nos aplausos de conveniência e de resultados saiu furado. O que eu penso meu caro senhor, é que não há pessoas imprescindíveis em nenhum cargo, mas há muitos cargos que são imprescindíveis para algumas pessoas. Se o sr., sr. Palonço, não faz parte do leque de iluminados que integram a política concelhia, não entendo o porquê da abespinhação. O tema não era para gerar debate? Debate gerámos. E da próxima vez tenha a fineza de não criticar o uso de um nick cómodamente abrigado à sombra de outro nick. Sempre ao seu inteiro dispôr, atenciosamente

D'Arrebimba o Malho

Zé Serrano disse...

Com menos paleio já tinham ida à barrinha apanhar uns sacos de lixo.Sempre faziam exercío e encontravam-selá todos a ver mas é quem apanhava mais.

zmb disse...

Bolas, uma pessoa diz umas verdades, ou mesmo que não o sejam, materializa-se a sua opinião e fala-se logo em "concorrência", "candidato a", "eleições"... tenham dó srs, na vida nem todos têm pretensões políticas.
Falam em "fineza", "frontalidade", "debate", e outros termos conotados positivamente mas o que alguns de vós estão a fazer não tem nada de positivo. Este não é o sítio ideal para trocas de galhardetes entre partidos. Eu sei o que estou a dizer, e sei que todos temos direito a expressar opinião, no entanto o "razoável" não está a acontecer aqui. Eu sei, com toda a certeza, que quer o amigo Palonço quer o amigo Carlão, têm a melhor das intenções ao defenderem-se como o estão a fazer, ainda assim, não estarão a dar demasiada importância ao assunto?

Se alguém está mal, utilizar o anonimato para atacar não o fará ficar melhor, concerteza que não.
Não me querendo alongar, porque o assunto não o merece, discordo com todo o tipo de conversa do género «a nossa parvónia», primeiro porque não há aqui nenhuma parvónia, há sim a nossa terra, que sendo mais ou menos perfeita, é amada, e fazendo nós (ou vós, a quem vemos na rua de 4 em 4 anos) mais ou menos por ela, lhe queremos bem; segundo, se é parvónia porque insistem, os que insistem,e sobretudo os que insistem sob anonimato efectivo,... em querer fazer dela o seu ganha pão? Então isto não é parvónia? Para "aspirantes" a "cargos públicos" numa "parvónia", o sr, ou melhor você que arrebimba o malho, ou melhor, TU (já que és anónimo, nem sequer devias existir, portanto nada me impede de tratar o "nada" por tu)... tens pouca ambição. E como eu não gosto de pessoas pouco ambiciosas, e menos ainda daqueles que esperam tudo cozinhadinho, não vou votar no teu partido nas próximas eleições. Toma!

J.S. disse...

Eu não concordo com o Palonço quando diz que não há discussões noutros posts. Já houve sim senhor.
Mas como havia muitos comentários com imensa piada ninguém ligava muito aos que gostam de falar de coisas mais sérias. Eu achava este espaço mais acolhedor nessa altura.
Era tudo discutido na base da brincadeira. Os comentários caíam como moscas no mel! Mas queriam fazer disto um espaço mais intelectual, aqui têm o resultado!
Muito obrigado por nos terem privado de momentos bem passados.

Anónimo disse...

amigo simões ou j.s. ou jorge eh pa, as pessoas dizem coisas, e brincadeira e sério tambem são coisas, logo as pessoas dizem umas vezes coisas sérias outras vezes coisas mais na brincadeira. Ou queres fazer disto uma perestroika do humor? Deixa o raio dos homens fartarem-se, ou nem é preciso, que já aí vem alguém comentar com piada para teu deleite, homem.
C'a raio, nem tu nem ninguém paga bilhete tás a reclamar de quê?

bairradino disse...

Tenho que dar o meu apoio ao d'arrebimba o malho. Excelente discurso.

bairradino disse...

Zé serrano, a ti também o meu apoio. Vá pessoal, toca a fazer o que o serrano diz.

Anónimo disse...

se encontrarem lá um saco de lixo com duas latas de coca cola vazias e 4 pilhas tipo AA que troquei do diskman durante o passeio de gaivota de hoje... esse saco era meu. Enfim, a gaivota balançou, e o saco do lixo caiu pra agua. Pena.

Dr. Boasmelhoras disse...

Estou só a ver a temperatura aqui do blog...
Tivemos uma febre muito ligeira entre as 18h e as 22h, sensivelmente, mas nada de mais.
Um ou outro supositório e está tudo bem, não há febre.
Só o Sr. Bairradino é que tem a língua ligeiramente áspera e avemelhada, que julgo ser do sal, que existe em excesso nos seus pacotes de batatas fritas. Receito-lhe kompensan... não é para a língua que essa já não tem remedio mas é para ver se ao menos se livra a uma azia, e losartan, para controlar essa tensão.

De resto, todos saudáveis.

bairradino disse...

Anónimo das 2:08, deixa aqui o endereço, que é para te podermos enviar isso para casa.

bairradino disse...

boasmelhoras, é moço, você é mesmo médico. Tem por aí humorix... tome duas doses, do forte.

dr boasmelhoras disse...

todos, quero dizer, não é bem assim,
que o Sr. Real Gana ainda não se apresentou para observações, não sei se estará são ou não.
Ele e outros que andam na boa-vai ela.
A Mélita e o Moralista, esses, respiram saúde.

Não se esqueçam do exercício díario...

dr boasmelhoras disse...

Sempre bem disposto, é assim mesmo Sr. Bairradino, é assim mesmo.

Quando sair chame o Sr. Zé Serrano tá? Se ele vai para a barrinha a estas horas é melhor receitar-lhe qualquer coisa para os mosquitos.

bacano disse...

Fogo em Lisboa, com ignição num prédio devoluto. É no que dá!... Os centros das cidades querem-se de novo habitados e com vida. Evita insegurança durante a noite; evita, ou pelo menos diminui, a possibilidade de situações destas e gera vida e riqueza. Carago, do que é que estão à espera para reabilitarem os velhos CBD (a sigla está em inglês). Quem não souber vá à wikipédia... Bem, o importante é a mensagem: reabitemos e habitemos de novo os centros das cidades!

bacano disse...

... reabilitemos e...

o que me vier à real gana disse...

Eh pá, parece k a coisa hoje aqui esteve bastante quente! Quente, mas como alguém disse: "sem febre". Sendo assim, continuai!

palonço disse...

Arrebimba o malho...caríssimo. Escondo-me por trás de um nick sim, pq isto é um blog, onde supostamente debatem-se temas do quotidiano como a nossa terra, as crianças, a saudade e por aí fora. Penso não ser gravoso, visto até o nosso maço Gil estar presente como "o que me vier a real gana". Não vejo a maldade de utilizar o nick. Agora...atacar directamente uma pessoa, citando nome, profissão, acusando-o disto e daquilo, dizendo que se pavoneia etc etc etc...isso tudo debaixo de um nick!?!?! Tem um nome isso: COBARDIA. Quanto ao ter-me chamado de lambe-botas, a mim não me agride. Não pertenço a nenhum partido político nem tenho intenções disso. Quanto ao morar ou não em Mira...não moro não senhor, apesar de ter lá passado toda a minha infância tendo saído de lá por questões profissionais já em idade madura. Praia de Mira é para mim a minha terra, percebe? E não preciso viver aí para saber o que se passa. Tenho amigos, existe a imprensa e muitos outros canais, para além de estar em Mira variadíssimas vezes, entendeu? E para finalizar...quanto à suposta abespinhação, penso que apesar de toda a sua inteligência, ainda não conseguiu entender o propósito de nenhuma das minhas intervenções, mas eu vou resumir, muito bem resumidinho para ver se entende: Tenha respeito pelas pessoas, porque o sr. aqui faltou com isso. Que não goste do deputado ou do seu partido ou do seu papel no executivo ou seja lá daquilo que não gostar...é livre para não gostar, assim como eu tb o sou e até posso não concordar com algumas coisas dele, mas isso não lhe dá o direito, nem a si nem a ninguém de vir para aqui atacá-lo com nomes depreciativos. E sublinho mais uma vez: Escondido debaixo de um nick. Entendeu agora sr. arrebimba? Ou ainda não? Respeitinho é muito bonito e toda a gente gosta! Comente...mas tenha nível.

Darwin disse...

Caro amigo d'arrebimba o malho,

O amigo, exerceu o seu direito à opinião e partilhou connosco a sua perspectiva. É de salutar que todos tenhamos opiniões diferentes. Só é lamentável não se ter lido qualquer sugestão válida, apenas o ataque pessoal.
Não querendo ser defensor do amigo Carlão, até porque não fui mandatado para isso, sugiro-lhe que preste mais atenção à nossa politica local, para não prenunciar o nome das pessoas levianamente.

O que se verifica e distorce a sua análise é que a sua opinião pessoal, para além de precisar de alguma magnitude, também carece de fundamentações para que suportem as suas afirmações. As coisas sempre foram assim, “quem não realiza o seu próprio potencial é improvável que reconheça o potencial dos outros”.
Neste contexto, não faz sentido (des)valorizar as pessoas em função dos anacronismos das suas visões de um mundo ideal, avaliadas à luz do que entretanto se progrediu. Sobretudo sem fazermos a menor ideia das conjunturas em que tomaram decisões polémicas ou defenderam posições insustentáveis aos olhos de alguns.

O Carlão, é dirigente do GEOTA há mais de 10 anos, participou no Projecto Coastwatch na zona centro, participou em Workshops sobre a orla costeira ao longo do país, participa activamente na vida politica concelhia e não é por acaso que se fez a requalificação do Parque de Campismo Municipal, a pista ciclo-pedonal, a recuperação do Faoj, a requalificação do centro da Praia, a inclusão da requalificação ambiental dos nossos recursos hídricos no Polis de Aveiro e muitas outras coisas que não vou aqui mencionar para não me alongar muito.

Em relação à Barrinha, informo-o que as entidades gestoras e reguladoras são: o INAG, o ICN, o DGOTDU e o CCDR-centro, tudo gente preocupada. Entidades Governamentais, mais preocupadas ainda, desde o Governador Civil aos Secretários de Estado. Estudos também não faltam. É sempre oportuno realizar mais um... Acção é que nada!... É o normal neste país... Infelizmente! Não há milagres. Por isso caro amigo, conseguir incluir a limpeza do nosso sistema hídrico no programa Polis de Aveiro, trata-se de um feito sem precedentes. Por isso já valeram as contestações do amigo Carlão e de muitos outros amigos.
No entanto ainda há muito caminho a percorrer. Nem tudo é, ou preto ou branco... pelo meio há um imenso mundo.

D'arrebimba o malho disse...

Digníssimo Palonço, compreendo perfeitamente que à falta de outros argumentos você me atire agora à cara a minha má educação por usar o verbo " pavonear " em vez de "passear", por exemplo, ou "arrastar", que também serviria na perfeição, ou tantos outros que eu poderia ter usado e que você de certeza criticaria do mesmo modo. E fá-lo-ia porque a questão se centra única e exclusivamente no facto de eu ter criticado o sr. Carlão. Note bem, e isto é importante, que o sr. Darwin em argumentos é quase um plágio do sr. Carlão, no entanto eu não o mencionei. É que ao contrário do sr. Carlão o sr. Darwin não tem responsabilidades políticas neste concelho, como tal não lhas posso exigir. O sr. Carlão a partir do momento que decidiu usar o nome pelo qual é mais conhecido,e sendo ele elemento integrante da política local, não se pode queixar de ouvir ( neste caso ler )as críticas que lhe queiram fazer. Se num outro local em que eu esteja e esse Sr. também, surgir a oportunidade de lhe dizer o mesmo cara a cara, pode ter a certeza de que não hesitarei. Mas movimentamo-nos em meios diferentes, pelo que aproveitei este espaço para expôr a minha opinião, sem ofender ninguém com palavras insultuosas. Se alguém encontrar nas minhas palavras um só termo que seja de algum modo injurioso e ofensivo para a pessoa do sr. Carlão que me aponte o dedo. O digno deputado em tantos anos de Assembleia deve ter ouvido palavras bem mais injuriosas, e isso nunca o demoveu do seu interesse a sucessivas candidaturas. Acho que terá por isso arcaboiço mais que suficiente para um suave " pavonear-se" que eu aqui utilizei.
No que respeita a si sr. Palonço, tem razão quando diz que ainda não compreendi nem a razão do seu desespero, nem o porquê de você me chamar cobarde porque uso um nick, como você e outros também usam. Quanto ao facto de não haver neste blog insultos a ninguém, aconselho-o a ler posts mais antigos, onde o próprio sr. Carlão usou de termos e insinuações menos carinhosas para mimosear alguns dos comentadores da altura. Pelos vistos o sr. é novato por estas andanças.

D'arrebimba o malho disse...

Meu caro sr. Darwin, já aqui o referi e volto a fazê-lo. O seu discurso é em tudo semelhante ao do sr. Carlão. Eu compreendo que comungando das mesmas idéias o sr.venha à praça defender as suas teorias. A mim o que me faz coceira,e atenção que ao contrário do que diz o amigo Palonço, não tenho pretensões a cargos políticos, é que por anos e anos a fio se vejam nos mesmos cargos as mesmas pessoas, as mesmas idéias já um tanto ou quanto bolorentas, e não se dê lugar a toda uma juventude que tem uma outra visão do mundo e que deve ser chamada à responsabilidade de construir o seu próprio futuro. Deixem florescer as idéias novas, substituam o discurso obsoleto por um outro menos fastidioso e mais determinado. Da forma que vai a nossa política local, faz-me lembrar as montras das lojas antigas, que por não terem novidades, todos lhe passam ao lado e já nem reparam no que lá está exposto. A única coisa em que eu insisto, é que já é tempo das pessoas entenderem, que na política como em tudo na vida, os artigos da montra têm que ser mudados de tempos a tempos e substituídos por outros mais actuais.
Olhem bem e analisem os elemento que há anos se arrastam pelas Assembleias Municipais, quer do partido no executivo, quer do partido na oposição. Há elementos que se fixaram lá há mais de 30 anos. Isto só se passa em países de mentalidade " terceiromundista "
como é o nosso. Por muito válidas que sejam, essas pessoas deixam-nos sem saber se haverá outras mais válidas. Barram aos jovens a oportunidade de mostrarem o que valem. E tudo isto porquê? Porque têm a pretensão de serem insubstituíveis. Que veleidade!

Darwin disse...

Caro d'arrebimba o malho,

Antes plagiar o amigo Carlão do que plagiá-lo a si! Isso é sinal que ainda tenho algum bom senso e algum gosto. Já referi aqui neste blog, que confundirem-me com o amigo Carlão, é para mim um elogio nunca uma ofensa! O amigo não respondeu minimamente ao que comentei, apenas se preocupou em voltar novamente ao ataque cerrado ao deputado Carlão, sem o mínimo de fundamento. Pode ter a certeza que há outros deputados a escrever por aqui, só que usam o anonimato. É diferente não é?
E depois diz o amigo que não ofende ninguém. Se é essa a única forma que tem de argumentar, pela minha parte não merece mais resposta.

palonço disse...

Bacano...de facto recuperar áreas abandonadas é boa ideia e evita muitas complicações como a do incidêndio. Bem visto!

d'arrebimba o malho disse...

Sr. Darwin

Se ter uma forma diferente de ver
as coisas constitui de algum modo uma ofensa, assumo plenamente que o meu discurso é ofensivo. Tenho pena que sendo vocês pessoas sensatas não tenham compreendido a minha lógica e achem normal que a política se continue a desenrolar no actual panorama. A continuar assim o progresso vai ser sempre uma miragem, e já que quem se manifesta contra este tipo de situações é automáticamente apontado como invejoso, frustrado e com pretensões ao que quer que seja, começa a ser difícil contribuir para alterar o rumo que estamos a tomar. O sistema está de tal forma viciado que só alguém que não tenha o rabo preso poderá sem medo dar um pontapé valente nos necessitados da política e mandá-los todos pentear macacos, e começar de uma vez por todas a chamar os bois pelos nomes. O Sr. argumentar que eu não debato, só ataco, é uma forma que tem de não enfrentar o desafio que deixei ao sr.Carlão, e a outros que como ele já fazem parte da mobília: Deixem o campo livre a novas idéias! Acho que não é pedir o impossível! Quanto ao facto de me considerarem cobarde por atacar aqui pessoas inocentes, respondo desde já que em política não há inocentes. Por acaso o sr.Carlão e outros de outros partidos, não têm nenhuma responsabilidade nos panfletos anónimos que por aí circulam aquando das campanhas eleitorais, esses sim,quantas vezes injuriosos
e atentatórios ao bom nome de família dos visados? Atiro só com este ditado popular : " Quem não quer ser lobo não lhe vista a pele"
Eu conheço muito boa gente válida, que de forma sensata e não ostensiva consegue levar a água ao seu moinho e pôr a mexer os seu concelhos e as sua freguesias. Aqui é o que se vê, quando se inicia uma obra que já devia ter sido concretizada há décadas, é ver uns e outros a desunharem-se para chamar a si o protagonismo da acção. Quando a coisa corre mal sacode-se a responsabilidade.
Eu defendo que a mudança deste país passa necessária e forçosamente por uma mudança radical nas mentalidades.

DAOM disse...

Sr. ZMB
peço-lhe imensa desculpa por não lhe ter respondido ainda, coisa que vou fazer de imediato.
Tem razão: D'Arrebimba o Malho, não sendo própriamente um anonimato, é no entanto um nome que carece de elegância para ombrear com o seu. Então vou fazer o seguinte, vou utilizar só as iniciais DAOM, a ver se assim ficamos em igualdade de circunstâncias e o sr. já poderá então dirigir-se às minhas iniciais com o mesmo respeito com eu me dirijo às suas. Além de que, sendo eu na minha vida profissional ambicioso q.b.,não seja a minha falta de ambição o argumento que leve a depreciar a minha posição neste já longo debate.

bacano disse...

Palonço, obrigado. Acho que é isso que todos os autarcas das grandes e médias cidades com centros abandonados devem começar a fazer.Há que trazer de novo vida aos centros das cidades.

D'Arrebimba o Malho disse...

Ao sr. Carlos Gil, feliz autor deste blog:

A si meu caro senhor dou-lhe todo o direito de me mandar calar quando achar que estou a ser ofensivo e inconveniente.

palonço disse...

parlapatá...parlapatá....parlapatá.Ai tanto paralapatá. Este arrebimba é mesmo um tipo reaccionário. Dispara para todos os lados. Viva o Arrebimba! Se bem que...com tantos tiros disparados, algum há-de voltar para trás. Aí...em vez de arrebimba o malho...teremos um arrebimba o tralho, pq a queda vai ser grande. No entanto...acho isto tudo saudável, apesar dos seus excessos.

D'Arrebimba o Malho disse...

Pois vou-lhe dizer o seguinte sr. Palonço, no dia em que eu começar a disparar a minha revolta tendo como objectivo alcançar qualquer tipo de proveito próprio, permito ao destino que me reserve um engasgamento de palavreado que me faça mossa.

palonço disse...

Aí chamaremos o Dr. Boasmelhoras, médico residente deste blog. Ele com certeza terá uma receita para si. É que neste blog não falta nada aos seus utentes.

palonço disse...

Aí chamaremos o Dr. Boasmelhoras, médico residente deste blog. Ele com certeza terá uma receita para si. É que neste blog não falta nada aos seus utentes.

Carlão disse...

Caro senhor d'arrebimba o malho,

Não quero transformar isto numa guerra de “egos” até porque não faço da minha vida um ressentimento permanente ou um ajuste de contas. Quanto à sua proposta de começar a dispensar algumas pessoas que já fizeram tudo o que podiam ter feito. (onde estou incluído, apesar de serem 16 anos de actividade parlamentar e não 30 como o senhor protela). Por mim poderia sair já amanhã, isso para mim seria um enorme alívio e uma forma de ocupar o tempo, com outros assuntos que me enriquecem culturalmente.
Mas gostaria que o senhor me dissesse na cara, aquilo que hoje aqui escreveu!
Passo a citar: “Por acaso o sr. Carlão, não têm nenhuma responsabilidade nos panfletos anónimos que por aí circulam aquando das campanhas eleitorais, esses sim, quantas vezes injuriosos e atentatórios ao bom nome de família dos visados?”
Para já caro senhor não lhe admito isso, nem a si nem a ninguém. Esse nunca foi o meu estilo, nem os meus princípios! Quem usa o anonimato para injuriar as pessoas é o senhor e não eu, como se pode constatar.
De facto o que eu preciso de ter é juízo, porque ainda perco tempo com indivíduos como o senhor.

Anónimo disse...

Já voltou o "verdadeiro" anónimo, qualquer dia voltam os outros que faziam disto uma palhaçada.

Anónimo disse...

Concordo com o amigo Carlão, claro que podemos obviamente criticar a acção das pessoas, mas dizer, que só por sermos jovens, que somos os únicos seres perfeitos e que os outros não prestam para nada, é na minha modesta opinião, um discurso irracional.
Senhor d'arrebimba o malho, se aqui se injuriou alguém, foi o senhor que o fez. Ou será que o bom nome e a família do sr Carlão não merecem respeito da sua parte?
Não acredito que tenha coragem de lho dizer pessoalmente, de facto o senhor é um cobarde sem escrúpulos.

D'arrebimba o Malho disse...

Realmente Sr. Carlão não é de juízo que o sr. carece, porque esse deve ser mais abundante na sua cabeça do que na minha. Pelo menos o sr. pelas tralhas e malhas lá vai angariando mais uns cobres que embora parcos, dão sempre jeito ao fim do mês. Defenda portanto a sua posição com unhas e dentes, já que dela depende também o seu equilíbrio orçamental. Não lho estou a invejar caro senhor, longe de mim. Mas se quiser ser honesto consigo e com os outros há-de convir que ninguém o impede de abandonar essa vida política de amargura que tanto parece lastimar.
Poucos lhe sentiriam a falta, acredite, a não ser talvez os seu correligionários políticos a quem faz falta o seu apoio subserviente.
Pois é fácil negar responsabilidades nos tais panfletos anónimos, já que são realmente anónimos. Acredito que não tenha interveniência na redacção dos mesmos. Outros haverá mais capacitados para tal missão. Quanto a ter conhecimento prévio de que vão ser lançados à praça, isso são outros quinhentos. E tão ladrão é o que vai à vinha...

Anónimo disse...

Pára de vez ó parvalhão, ainda não reparaste que estás a ofender as pessoas.
È fácil não é? Pelo menos sabes com quem estás a falar. Cobardolas!

palonço disse...

Bem...acho que já estava na hora de: ou esse senhor ter a coragem de se identificar e assumir tudo o que tem dito, ou então a gerência intervir com urgência. Ou quiçá...o Dr. boasmelhoras entrar em acção e accionar aqui um internamento de urgência.

Anónimo disse...

Ó srs. Palonço, D'Arrebimba, Carlão, Darwin, Bacano e ZMB, então e o curricula ?

Anónimo disse...

anónimo das 17:05, currícula é plural.

palonço disse...

Caro anónimo das 17h05: Este post do Sr. Gânia é duplo...e se reparar no anterior a este, muito ficou por dizer, daí a oportunidade dada com muita mestria pelo Sr. Gânia de podermos continuar a debater o tema da Barrinha, embora o Arrebimba tenha tornado isto um assunto político particular.

Anónimo disse...

Apoio total ao senhor carlão. Digno e respeitável cavalheiro, sempre com discurso elevado.
Sou o mesmo anónimo de há momentos.

Anónimo disse...

Sim, mas e o currícula ?

D'arrebimba o Malho disse...

Caro anónimo permita-me que ria agora um pouco pela sua ingenuidade. Eu sou cobardolas, porque não me dei a conhecer, no entanto não chamei ao sr. Carlão com termos do género " parvalhão", como o sr. fez comigo. Eu critico o sr. Carlão, com toda a legitimidade, na sua postura enquanto autarca com todas as responsabilidades inerentes ao cargo que desempenha. Fora desse cargo, entendo que não me é permitido apontar o dedo a nenhuma das suas condutas. Se o dito sr. não tem estofo para aguentar críticas, só vem dar mais força às minhas palavras.
São no mínimo saturantes esses discursos que aqui deixa à plateia, que no seu entender deveria ficar deslumbrada com tal nível de conhecimento. Ora sendo que eu sei que a maior parte dos seus escritos são na realidade transcritos, não me acho na obrigação de lhe dar o meu aplauso. Reafirmo aqui com toda a convicção que é muito paleio para tão pouca acção, e volto a frisar que me dirijo única e exclusivamente ao autarca.
Quem não estiver de acordo é livre de exprimir a sua opinião, como eu sou livre de contestar até à exaustão as idéias com que não concordo. Todos os nomes com que me possam brindar, aceito-os com toda a humildade, sem contudo entrar nesse jogo de infantilidades, e de donzelas ofendidas.

o que me vier à real gana disse...

d'arrebimba o malho, é óbvio que não lhe vou cortar a palavra. Até pq se o fizesse teria, em consciência, que gastar várias horas a ler e a apagar comentários antigos , cujo teor é vizinho do em causa. Não, só apago o que é verdadeiramente baixo e vil.

Anónimo disse...

Arrebimba, tu não tens mais nada pra fazer? É o dia inteiro nisto?

Anónimo disse...

O Arrebimba é uma pessoa muito espectacular. O sr. Palonço também.

Anónimo disse...

O que é pena é o sr. Provedor já não estar entre nós, senão ele dizia-vos.

D'arrebimba o Malho disse...

Sr. Anónimo das 17:40, não se preocupe que eu consigo gerir o meu tempo de forma equilibrada sem descurar o meu trabalho. É tudo uma questão de boa gestão.

palonço disse...

O sr. provedor já teria atirado uma granada ao blog e saído de fininho.

Anónimo disse...

Escusas de vir com paleio fiado, dizer que os textos dos outros são transcritos e os teus é que são originais, porque para esse peditório já demos!
A verdade é que ofendes-te aqui uma pessoa por mais que uma vez e não tens sequer a dignidade de reconhecer isso.
Achas bem que os filhos do Sr. Carlão, que são de maior idade, amanhã oiçam na rua que o pai é ladrão ou anda a distribuir panfletos anónimos denegrindo a imagem de outras pessoas.
Por isso para mim não passas de um parvalhão, que usas umas frases intelectuais já gastas.

D'arrebimba o malho disse...

Sr. Anónimo das 18:04, os filhos do Sr. Carlão, para além de não deverm ser aqui mencionados, já devem ter ouvido essas e outras, e nem por isso deixam de ser filhos exemplares. Quem anda à chuva molha-se. e se não tem melhores argumentos do que esses que aqui apresentou, tenha a dignidade de não tomar para si as dores alheias.

D'arrebimba o malho disse...

E mais Sr. Anónimo, se alguém ouvir chamar ladrão a esse sr., foi você que lho chamou e não eu, que nunca aqui utilizei tal definição.

Anónimo disse...

pois, equilibrio é coisa que não lhe falta não. É à paveia...

indignado disse...

É pá, vão ao programa da Júlia.Isto aqui é um sítio sério.

d'arrebimba o malho disse...

Sr. Anónimo das 18:20 se essa se dirigia a mim, ainda bem que se consegue manter o equilíbrio em qualquer questão, e sem descer de nível, e mantendo a mesma opinião.

Anónimo disse...

Concordo consigo senhor indignado.

anonimatoéqueé disse...

Não vejo onde é que o d'arrebimba o malho falhou!

D'arrebimba o malho disse...

Desengane-se o amigo se pensa vencer-me e convencer-me pela indignação. A minha paciência é infinita.

Anónimo disse...

Sim isso é verdade, és um porco paciente!
Desculpa um pouco paciente!

Anónimo disse...

E pá…ó bimbo o malho ou lá como tú te chamas.
Porque é que não te vais encher de moscas, e se possível pela boca abaixo, para não dizeres tantas asneiras.

D'arrebimba o malho disse...

Ah pois então, falta o argumento sobra a agressão verbal. Fica sempre bem e dá um ar intelectual à coisa. Além de que dignifica em muito este espaço que se pretende de discussão! Se optar por contar anedotas é capaz de ser mais o seu estilo. Mas enfim, são gostos.

Mirtota disse...

Tem piada, li os comentários acerca do mal que esteve o arrimba o malho, que era insultuoso e etc, mas parece que é o unico que ainda não baixou de nivel o discurso.

palonço disse...

mirtota: Até um certo ponto, foi ele o insultuoso. A partir de determinado momento, alguns que lhe apontaram o dedo, desceram mais baixo que ele. Alguns bateram no fundo mesmo e daí enalteço o facto de ele n ripostar no mesmo tom. Verdade seja dita.

Anónimo disse...

O anónimo anterior tem a sua razão... de facto as tuas últimas respostas a este tópico foram cagadas ou derramadas... o que lhes quiserem chamar.
Não venhas para aqui com mentiras se faz favor, Já estou farto de te "ouvir" a fazer de vitima.

Carlão disse...

Amiga Mirtota, se acha que não fui ofendido por este senhor, e que fui eu que baixou o nível do discurso. Peço-lhe humildemente desculpa!

Anónimo disse...

O Carlão é uma pessoa honesta e trabalhadora. Desde sempre tenho visto as suas diversas intervenções, principalmente nos jornais locais, defendendo as coisas em que acredita sem ofender ninguém. É uma pessoa educada e tem participado ao nível associativo. Pelo que sei tem uma vida humilde, não se lhe conhecendo extravagâncias.
E isto é porquê: para que se perceba que da política não lhe têm vindo grandes benefícios.
Desculpa Carlão estar a divulgar isto mas é para que percebas que se há alguém que te ataca, há muitos mais que te estimam.

palonço disse...

Amigo Carlão...já agora era o que mais faltava não? Os textos estão aí todos e só n vê quem n quiser. N se preocupe com isso. Quem o tem em boa estima continuará sempre a ter.

anónimo das 18:20 disse...

você é convencido, senhor Arrebimba. Convencido e presunçoso.
Fique descansado que não me diigia aqui, ou nunca ouviu dizer que há mais marias na terra?
Mas se o barreto lhe serviu....

icrica, icrica... disse...

Alguém que chame o Salsinha rapidamente!!!
Ele que traga as flovers todas e fisgas que encontrar, pois até eu sou capaz de sair da reserva e voltar a mandar umas pedras de sal...

Anónimo disse...

Arrebimba-mos

zmb disse...

Manifesto a minha estima e consideração pelo Senhor Carlão, sem outra intenção que não a de lhe mostrar que o seu valor, quer pessoal quer profissional, bem como os seus contributos são algo importante para todos nós, exemplares, de referência e sob os quais demonstro o mais sincero respeito e agradecimento.

Senhor Carlão, não o conheço pessoalmente apesar de o ver imensas vezes durante a semana, o mesmo acontece consigo em relação a mim, estou certo disso. Teria, obviamente, gosto em conhecê-lo, pois os seus contributos no panorama local (e não só) e a forma evidente como se coloca e se assume numa postura digna e recta deixam antever com alguma facilidade que estamos perante um homem de Bem e um homem inteligente de uma persistência muitos furos acima do que hoje em dia é vulgar encontarmos.

Parabens, portanto, pela força com que acredita e se aplica às causas que defende.
Bem haja, para si e para os seus!

palonço disse...

Excelentes palavras sr. zmb, excelente palavras.

Anónimo disse...

Pronto, agora que já é tudo amigo vamos lá falar dos currícula. Eu gosto dos currícula com fotografia.

zmb disse...

Amigo Gana,
Currícula? Pois bem... Este é um dos motivos porque eu acho que vale a pena fazer parte desta comunidade.
Até este seu post, nunca eu tinha ouvido (leia-se, lido) tal termo.
Pelo que depreendo, de comentários iniciais, parece-me que entendi o que são, ainda assim vou enveredar por uma postura ao nível do meu conhecimento, que é pouco mais que nulo, e por isso comentar dentro do que sei.

Duas pequenas histórias, ambas verídicas, servirão para o propósito.

Há alguns anos atrás, aquando da minha primeira expectativa de incursão realmente remunerada no mercado de trabalho, vi-me na obrigação de refinar o meu curriculum; regressei à cidade onde fui estudante pela última vez (univ Minho) para procurar as várias fontes que haviam sido decisivas para a formação do meu currículo, quer as académicas quer as duas experiências profissionais que por lá vivi, enquanto estagiário. A questão académica foi fácil, pois o certificado estava pedido, e foi só levantar nos serviços. Já as questões do estágio e experiência a termo certo, não foi bem assim. Acontece que um dos professores de disciplinas técnicas era, também, proprietário de uma pequena empresa regional, e portanto foi relativamente fácil a esse professor encontrar mão-de-obra qualificada para alimentar as expectativas de progressão e produção da dita empresa. Assim aconteceu, quer no estágio quer durante um projecto empresarial, que o professor habilmente "transportou" para o ambiente académico, que eu e alguns colegas, e incluindo um dos assistentes das teorico-práticas desse professor, nos vimos a exercer.
Em termos académicos, ambas as experiências foram um sucesso, em termos empresariais, idem, já em termos de remuneração, foi, para mim e os meus colegas, um desastre. Nem ajudas de custo, nada. Mas enfim, se servia para enriquecer o nosso currículo, nem olhámos para trás.
Agora vem a parte pior, quando procurei o dito professor, no local onde deveria ser as instalações físicas da sua empresa, qual não é o meu espanto quando dou de caras com uma loja de roupa. Ainda perguntei ao funcionário, se sabia o que acontecera ao anterior negócio ali instalado, mas isso foi em vão. No site da empresa, a localização era aquela, e obviamente o site estava desactualizado; telefonei para o contacto fixo e móvel, e nada, nunca mais. Fiquei, literalmente, sem saber o que aconteceu.
Ora, isto passou-se no início de carreira, e nessa altura o currículo era tão mau, tão pobre, que qualquer destas duas experiências teriam sido enormes pérolas cintilantes e às quais daria um destaque Bold e tamanho 16ou maior. Imaginem a minha decepção.
Bom, isto tudo para dizer que, corri, corri, fartei-me de correr por causa de umas simples linhas no currículo, para nada. É caso para dizer que, na realidade, CURRI CU LA, ou melhor, andei de cú tremido, por assim dizer.

Salvaram-se esses dias porque aproveitei para visitar amigos, pois para além disso, nada mais trouxe de lá.
Este é, portanto, a minha melhor definição de Curricula, infelizmente (ou talvez felizmente, quem sabe...) apreendida de uma forma não muito proveitosa.

A outra história... depois

Cumps a todos.

Serrano disse...

Li há tempos qualquer coisa sobre o (ou a...) currícula. dizia-se que havia dois: o informal(da vida)e o formal(da escola, instituição).O que eu acho é que na escola o cuuricula devia ser único até ao 6 ano.A partir daí em função do nº de pontos alcançados(consequência das notas) e motivação individual os alunos optavam por diferentes vias ou diferentes curriculos.

Anónimo disse...

Eu só gostava de saber onde é que vocês viram os insultos do arrebimba para o carlão.O homem não lhe chamou nenhum nome, só disse o que pensava deste assunto.
Se é para não se podercriticar fexem isto e não deixem entrar mais ninguem. Fica só o carlão e os que concordam com ele.

serrano disse...

Por este andar nem se vai ao curriculo nem tão pouco à barrinha fazer aquilo que todos gostavam de ver.

Anónimo disse...

e se ficassem, anónimo das 22:32, não ficavam mal. Mas vai ver que não será assim.

zmb disse...

A outra pequena história ou, talvez seja mais adequado, os meus currícula - revisão II:

Há tempos, no final de um dia de trabalho e antes de recolher,
passei por casa dos meus pais, ao chegar vi-me na obrigação de aguardar uns instantes, pois a minha mãezinha escutava pacientemente uma senhora, jovem e esbelta e muito bem falante. Preparei-me e mentalizei-me para esperar, educadamente, até que a formalidade terminasse e pudesse, então, estar um bocado com a família. Não demorou muito, pois a senhora ao aperceber-se da minha presença estanque e sem o mínimo de indício de quem arredaria pé dali, começou também a dirigir-me a sua lenga-lenga meio feita meio decorada.
Era sobre uma campanha que uma operadora de telecomunicações "Óptimus" andava a fazer, para angariar clientes. Na boca da promotora, aquilo era vantagens e mais vantagens. Para imaginarem, se traduzissemos todas as vantagens em chuva, por exemplo, daria para encher 3 ou 4 barrinhas de vantagens.
Estarei a exagerar um pouco, é certo, mas vá lá, daria umas boas garroas.

Para cúmulo, optou a senhora por um tipo de discurso que, pessoalmente, desaprovo, e em boa verdade em nada beneficia ou promove a dita campanha, pois centrou a sua exposição numa evidente crucificação do serviço prestado pela PêTê. Não é que a Pêtê seja um bom exemplo, porque não o é, mas não é isso que está em questão agora. Mas nessa conversa, estava. E foi-o, de tal forma, que com duas simples questões desarmei a senhora promotora, para logo seguir vê-la descer toda a escadaria que havia trepado nos minutos precedentes.
Claro, para não ser (muito) deselegante, terminei, dirigindo-me à minha estimada mãe, que até estava cheia de paciência para a aturar, e disse-lhe que ela não tinha razão absolutamente nenhuma para ter que suportar tal sermão, sendo que, pedi-lhe a sua autorização maternal (concedida) e fiz o que me apeteceu com a senhora, ou melhor, fiz o que me veio à real gana: CURRI COM ELA.

Tão simples quanto isto.
Estando em discussão este assunto, eu achei importante partilhar convosco estas experiências, que como muito bem refere o nosso Amigo Gana, revelam sempre um pouco da nossa capacidade psicológica de reagir perante situações com que nos deparamos, e como tal deveriam ser parte integrante do nosso Curriculum.

Cumps a todos. Abraço Palonço.

Anónimo disse...

Muito bem sr. ZMB. O senhor é o fanal augusto da nossa pátria.

Anónimo disse...

O anónimo que me respondeu há-de ser o mesmo que começou logo a torcer o nariz ao verdadeiro anónimo. Não ficavam mal pois não? foi por isso que aqui os comentários utimamente tem sido demais.È porque toda a gente gosta muito do que vocês para aí escrevem, Eu acho é que haviam de vir muitos arrebimbas só para ver se a gente não bocejava tanto quando cá vimos ler uma coizita ou outra e o verdadeiro anónimo ao menos anima isto.E ainda cá faltam os outros todos que escreviam coisas tão engraçadas e que se foram daqui embora.Venham eles.

tó disse...

E o sr.ZMB ainda se gaba de ter corrido com a senhora. Olhe é porque você felizmente tem um emprego. Nem lhe passou pela cabeça que essa senhora ´deve ter passado um tormento até conseguir arranjar esse trabalho.Feliz é você se tem trabalho certo mas deve-se lembrar que ainda um dia pode vir a precisar de andar de porta em porta e sujeito ao que lhe quiserem dizer.

Dr. Boasmelhoras disse...

Sr. ZMB e Sr. Serrano, por favor não se coibam de dar sangue, pois pode vir a ser necessário iniciar aqui uma série de transfusões.

Anónimo disse...

anónimo das 23:39, os outros todos foram-se embora, mas pelos vistos você continua por cá. Ou isto é bom demais para você resistir ou então é masoquista!

ZMB disse...

Olá, Sr. Tó.
Pois claro que gabo e pois claro que posso, mas tenha a certeza que no dia em que acontecesse o que diz não iria vender enganos por numerário. E depois, ao ter a senhora passado algum tormento inimaginável para mim, não poderia ser algo muito diferente de uma lavagem cerebral. Todos nós sabemos o quão agressivo é o marketing destas empresas.
Estava à espera de quê?, se a senhora não estava ali a fazer outra coisa senão a enganar, literalmente.

Olhe, por falar nisso, esqueci-me de actualizar o perfil de competências...

Anónimo disse...

Sim, por acaso já se queimou aqui muita linha com piaditas e piadolas. Pelo menos o debate agora é sério, a maioria das vezes. Como já aqui foi dito, quem está mal muda-se. Se querem graçolas vejam os malucos do riso que penso ainda dá na televisão.

dr. boasmelhoras disse...

A todos os utentes anónimos:
Caros utentes, queiram corrigir os vossos currícula de forma a albergar espaço para uma linha mais, onde deverão incluir o seguinte dizer, "Comprovadamente capaz de cativar pessoas com textos sérios e geniais, daqueles que deixa qualquer um rendido ao seu encanto".

E depois imprimam-no e venham ter comigo amanhã, que eu trato-vos da saudinha e depois vamos todos dois-a-dois em fila até ao registo civil para autenticar o documento e a ver se vos arranjamos um nome para vocês todos.
Tá?

Anónimo disse...

Exmo. Senhor dr. das boas melhoras,
Se fui anónimo às 0.06 é porque não pretendo associar o meu nick a discussões pueris sem qualquer alcance. Gosto de debater de uma forma séria, sobretudo, gosto de aprender. Com gracejos e graçolas do jaez dos que por aqui se produzem não aprendo nada. Mais, nem sequer me divirto. Aborrece-me ver um espaço com potencial transformado em campo de ensaio de humoristas de pacotilha.

priminha mai'linda disse...

Bemmmm~, eu sinceramente até perdi a vontade de comentar o que quer que fosse...( e palavra que qdo li o tema, até me senti motivada a faze-lo), mas pronto, a minha curiosidade levou-me a ler atentamente todos os comentarios, e, sinceramente, tou decepcionada...
Conheço o Carlao pessoalmente, sinto por ele muita amizade , apesar da distancia, e sei ( sempre soube!)o quao sério e honrado ele sempre foi, e é...Contudo, e nao fazendo a minima ideia de quem possa ser o Sr.Arrebimba, lamento que o simples facto de nao se comungarem das mesmas ideias e convicçoes, sej amotivo para tanta disputa...Eu nao achei o Arrebimba ofensivo(!)
E 'tou como ja nao sei quem que disse" se é para nao se poder opinar livremente, masi vale fechar isto" ( o que seria uma pena!!), portanto, melhor nao vir...
Ta na moda culpabilizar o stress para atitudes menos correctas; eu ca por mim, atribuo culpas sabem a quê???? Ao ANONIMATO...!
Sim, caros comentadores...comece cada um a identificar-se e a dizer realmente o que lhe der na real gana, a ver se o ambiente nao melhora logo?!!!
Cordiais saudações a todo/s ( sou a Mena Gil)
Passem bem*

Dr boasmelhoras disse...

Doutor Boasmelhoras trata todos com paixão, desde a ponta dos pés ao fundo do coração.

Anónimo disse...

Anónimo às 00:06 e às 00:32, nem precisa associar o seu nick, porque com uma simples e vulgar análise ao teor do seu texto se percebe que assinar como anónimo ou como Arrebimba, é a mesma coisa...
sempre a desancar em toda a gente, é essa a sua "conversa séria"...

Anónimo disse...

Agora percebi: anónimo das 00:06 = Arrebimba = Verdadeiro Anónimo.
Ó homem, deixe-se lá dessas picardias e adopte um nick definitivo e verdadeiramente explosivo: Verdadeiro Arrebimba, que tal?
Bora daí, homem.

o que me vier à real gana disse...

zmb, tinhas direito a algo que o Direito, em equidade, te confere: justiça. Não foram leais (legais) contigo. Um aparte, há tempos que tento perceber quem é este "zmb"... parece que já sei. Se fores quem eu penso, estudaste e trabalhaste no Minho em simultâneo comigo. Serás...?

o que me vier à real gana disse...

Boa noite, malta! A coisa continua quente mas, e pq tirei a temperatura, sem febre. Não há virus nem bactérias por aqui; tão pouco fungos. Não vislumbro infecção.
Porquê tanta barafunda? Não sei, não faço a mínima... Talvez nem se trate de barafunda mas tão só de debate.
Continuemos!

o que me vier à real gana disse...

Olá primita! Como estamos de curricula aí em pleno continente?

palonço disse...

Priminha...tb "tá na moda" dizer-se que não se vem mais aqui mas a malta acaba sempre por vir, ou com o nick habitual ou disfarçado de Anonimo. Mas n diga q n vem mais, pq a malta já n consegue viver sem isto.

Mirtota disse...

Sr, Carlão,mas quando dei razão ao Arrebimba o malho foi em relação aos politicos em geral e não a um em particular. Quanto ao nivel do descurdo foi para todos quantos o defenderam. Portanto peço desculpa pelo mal entendido.

Anónimo disse...

O dono disto agora é o Palonço??? Quanto é que ele teria dado pelo trespasse???

m.p. disse...

Eu não sei quem é o Palonço mas quem o ouvir fica a pensar que ele faz trabalho de voluntariado na Praia de Mira, tipi limpeza da praia, da barrinha etc. Para me estar a perguntar o que é que eu faço em prol da Praia de Mira só pode? E o que é que você faz pergunto eu?

palonço disse...

anonimo da 11h13. Custou-me 3 títulos de Certificados de Aforro dos CTT. Coisa pouca.

m.p. disse...

Desculpem todos que eu não queria estar aqui a começar outra discussão mas estive a ler tudo com atenção e o Palonço tomou conta do blog foi? O anónimo às 11 e 13 fui eu. Se Palonço for um nick do Gana até se compreende. É que sempre que alguém comenta vem o Palonço dar resposta.

palonço disse...

Caro m.p.
Da única vez que troquei palavras consigo foi nestes termos já por causa de más interpretações: "Não tome isto como uma crítica ou ataque pessoal, apenas gostaria de saber quais as suas ideias."
Dado o teor da sua resposta de agora...não vou perder tempo em responder-lhe. Ficará a questão no ar.
Qto ao Palonço ser o Gana...não, não é. Qto ao facto de eu responder sempre...é porque gosto deste espaço e gosto de participar e por isso "espreito" o blog com bastante frequência. Julgo não haver qualquer problema a esse nível a não ser que tal o incomode. Se o sr. era o anonimo das 11h13 ou não...isso já é um problema seu. Se tem medo de utilizar o seu verdadeiro "nick" qdo tem que fazer perguntas de carácter conflituoso e esconde-se debaixo de um ANONIMO...também não tenho nada com isso. Cada qual age em conformidade com as suas convicções.
Portanto caro m.p ... não se chateie com isto porque eu tb n me chateio e nem me quero chatear. Já li vários comentários seus e até é das pessoas, quanto a mim, mais razoáveis que cá andam. Portanto...sanidade nas nossas conversas.

ex-anónimo disse...

M.p., primeiro pede desculpa e depois riposta?
Para quem não quer iniciar outra discussão, não está a fazer muito por isso.
Deixem-se disso, carambitas.

Carlão disse...

Amiga Mena,

Para além da nossa amizade, também sinto muitas saudades.
Lamento que não vejas as ofensas, vou transcreve-las uma a uma e comenta-las.

Passo a citar: “Por acaso o sr. Carlão, não têm nenhuma responsabilidade nos panfletos anónimos que por aí circulam aquando das campanhas eleitorais, esses sim, quantas vezes injuriosos e atentatórios ao bom nome de família dos visados?”
-Desculpa a linguagem, preferia que me chamassem filho-da-puta!

“Pelo menos o sr. pelas tralhas e malhas lá vai angariando mais uns cobres que embora parcos, dão sempre jeito ao fim do mês.”
-Estou rico à conta desta porra!

“E tão ladrão é o que vai à vinha...”
-Sem comentários!

“São no mínimo saturantes esses discursos que aqui deixa à plateia, que no seu entender deveria ficar deslumbrada com tal nível de conhecimento. Ora sendo que eu sei que a maior parte dos seus escritos são na realidade transcritos”
- Fiquem descansados que não vou perturbar mais ninguém com os meus discursos saturantes.

Vou-te dizer mais, este senhor embora com outros nick names, já anda há muito tempo a fazer-me uma perseguição acérrima, fazendo copy-past de artigos de opinião na internet, publicando-os no blog com o meu nome, e seguidamente acusa-me de plágio. Não sei que mal fiz ao homem! Mas isto há gente para tudo.
Analisa bem os meus comentários, e os do senhor, e poderás verificar que se torna difícil haver dialogo. Porque o senhor sabe a quem está a dirigir as criticas e eu estou a falar para o vazio. Aprecio as pessoas que fazem críticas justas, que apresentam ideias e soluções. Mas pessoais, pelo menos que tenham coragem de dar a cara!

Desculpa lá este desabafo, e recebe um abraço amigo.

m.p. disse...

Eu acho que o Palonço deve ser uma pessoa maldosa a querer armar-se sempre e a atacar tudo. Eu enviei como anónimo porque às vezes acontece e até ao Gana isso já aconteceu mas lá vem logo acusar. Não espere por mais nenhuma resposta minha que eu não lha vou dar.

ex-anónimo disse...

Sr. Carlão, só uma coisa, quando diz "Fiquem descansados que não vou perturbar mais ninguém com os meus discursos saturantes";
Primeiro, meu amigo, os seus discursos não são saturantes;
Depois, se estiver mesmo a pensar em abandonar o blog (o que para mim é uma pena, creia), estará a dar a esse senhor motivos para achar que o que fez (e faz) está correcto, pois com a sua retirada quem ganha é ele.
Não riposte, antes ignore-o, mas faça-o com a consistência que o assunto merece.

palonço disse...

m.p. ... o mais provável é conhecer-me pessoalmente e tenho a certeza de que não tem essa opinião sobre a minha pessoa. Pessoa maldosa é coisa que não sou MESMO. Há aqui algumas pessoas que sabem quem está por detrás do Palonço e sabem bem qual a minha conduta de vida. Assim sendo ... e visto que os meus comentários são todos mal aceites...apenas pelo simples facto de os comentar (objectivo de um blog), não tenho mais nada a fazer ou a dizer neste espaço. Um bem haja a todos e 3 abraços especias: um ao ZMB que me deu a conhecer este espaço que tanto me fez rir com excelentes momentos e comentários, outro ao Sr. Carlão, por quem tenho grande estima, admiração e sei que só não faz mais pela Praia de Mira pq não pode. Tive muito orgulho em o defender ao longo destes dias do tal do arrebimba, que já me faz crer que até pode ser o m.p.
Já agora m.p. ... o meu nome é CARLO MIGUEL MARTINS DE CARVALHO.
O 3º abraço, logicamente, para o meu amigo Carlitos Gil.

D'arrebimba o malho disse...

Era minha intenção não continuar a abordar um tema que está, em minha opinião, mais que esgotado. Mas penso necessário clarificar aqui alguns pontos.
1º- Não sou m.p., e nem faço idéia de quem seja.
2º- Concluí que houve uma má interpretação do ditado popular " tão ladrão é o que vai à vinha como o que fica ao portão". Não quis com isto chamar "ladrão" ao sr. Carlão, como é óbvio. Foi nome que nunca mereceu, e se intuiram isto das minhas palavras, quero pedir as minhas mais sinceras desculpas.
Não vou mais " bater no ceguinho" mas é bom que se leiam todos os comentários e que se entenda o que quis dizer quando utilizei essa frase. O resto mantenho, naturalmente.

Amigo do Alheio disse...

Palonço,
SURPRESA!!!
Fartei-me de embirrar contigo e afinal somos amigos. Isto há com cada uma.
Quando cá vieres digo-te.
Já sei que não te vais embora, que voltas com outro nick (aqui p'ra nós eu fiz o mesmo).

1 Abraço

m.p. disse...

Ó Palonço assim é que é fica mais fácil conhece-lo. O meu nome é MARIO PEDRO MIRANDA PEREIRA.

Carlão disse...

Cara Mirtota,

Concordo consigo. Mas o que faz comichão a esse senhor é eu ser dirigente nacional do GEOTA, portanto, um acérrimo defensor das questões Ambientais. Falo e escrevo muito, como diz esse senhor, faço workshops pelo país, sou solicitado por escolas, escrevo para a revista ambiente, participei no programa Coastwatch Portugal, tento transmitir aquilo que aprendi ao longo da vida e que defendo.
Esta minha participação nesta ONG é consciente e sobretudo voluntária, colocando os meus conhecimentos técnicos ao serviço das lutas pelos direitos dos cidadãos, podendo até ampliar a capacidade de pressão e de formulação de certas lutas ambientais.
Como deputado municipal a minha postura é a mesma, com dificuldades, com discussão acesa, com controvérsias e com bater de portas, lá vou conseguindo levar a água ao meu moinho.

Desculpe-me o desabafo, mas acredito que ser passivo a esta lamentável forma leviana de criticar os outros, deixaria minha condição de cidadão reduzida a zero.

mandrake disse...

Oh mp...afinal já respondes???

Carlão da Silva Darwin disse...

Sou engenheiro sim senhoras. Do ambiente quando chove e informático quando escrevo.

Anónimo disse...

Perante este comentário das 14:24, já estou convencido que querem correr com o homem deste espaço.
Cambada de abutres! Para não lhes chamar outra coisa, até porque as suas mãezinhas não terão culpa disto.

Anónimo disse...

viva o sr. carlão darwin.

mandrake disse...

Mário Pedro Miranda Pereira. Já agora...BIRUTA?

Anónimo disse...

Não. Esse é Mário Luís.

mandrake disse...

Pois. Não estou a ver quem seja o Mário Pedro então.

Carlão disse...

O comentário das 12:45 não é meu.
Escusado será dizer que o das 14:24também não é!

d'arremalha o bimbo disse...

O comentário das 12:31 não é meu.
Escusado será dizer que o das 12:44também não é!

Anónimo disse...

Adivinha cascalhinha

Sou do GEOTA,
Falo e escrevo muito,
Faço workshops pelo país,
Sou solicitado por escolas,
Escrevo para a revista ambiente,
Participei no programa Coastwatch Portugal,
Participo nesta ONG,
Coloco os meus conhecimentos técnicos ao serviço das lutas pelos direitos dos cidadãos,
Amplio a capacidade de pressão e de formulação de certas lutas ambientais.
Sou deputado municipal
Quem sou eu?

D'Arrebimba o Malho disse...

Penso que já é hora de acabar com isto. Peço as minhas desculpas públicas ao Carlão.

D'arrebimba o malho disse...

O comentário das 17:10 não é meu. Já pedi desculpas pela má interpretação que se possa ter feito com um adágio popular que utilizei. O resto, já o disse e mantenho. E a partir de agora todos os comentários que sejam feitos com este nick não devem ser relacionados comigo. O nick termina aqui e agora.
Agora que tenho estado a ler tudo reparo que alguém também usou o nome do sr. Carlão indevidamente com o único intuito de gerar mais polémica. Portanto faz ainda mais sentido o que atrás escrevi.

Tó disse...

Discutiram, falaram, insultaram-se e a barrinha (ainda agora lá passei), está como o Rio de Janeiro: CONTINUA LINDA.
Quando alguém arranjar uma solução, chamem toda a gente para colaborar na limpeza, agora andar aí a perder tempo com trocas de galhardetes e disscussões e no fim ficar tudo como estava acho que é pura perda de tempo.

priminh amai'linda disse...

Finalmente o fim da polémica...UFA!!!Até ja me apetece via ao Blogue outra vez:)
Carlao,sim, vendo as coisas por esse prisma, se fosse algo acerca de mim, seguramente tbm largaria fumaça pelo nariz ( o que nao quer dizer que tivesses largado(!), refiro-me mesmo a mim, que, qdo estou com os azeites, tbm "arrebimbo o malho" q.b.)
Bem, mas o mais importante agora, é que reconsideres, e nao deixes de frequentar o Blogue...afinal o Sr Arrebimba até ja te pediu desculpas publicamente, e seria uma pena, que tanto tu como ele, deixassem de frequentar o espaço, so por causa de alguns desentendimentos...Abraço e continua a deliciarnos com as tuas "cronicas"; estou certa de que a maior parte do pessoal pensa como eu :)

Quanto ao Sr Arrebimba, tenho a dizer que apreciei o pedido de desculpas publico ao Sr Carlão...Isso so prova que o Sr, ainda que com este nickname ja aniquilidado, venha a ter o bom senso de, com outro nick, nos continuar a deixar dsfrutar do seu bem escrever,pois a minha perspicacia leva-me a crer, pelo modo como escreve e pela maneira com que defende os seus ideais, seja tbm uma pessoa de bem...( Continuemos, como diz o Real...)

Aos outros, que se servem do anonimato com o intuito de "enferrujar", nem uma gargalhadita de desprezo...e até'tou em crer que, muitos deles,o fazem impulsionados pela "pica" que o proprio debate gerou...quem sabe se nao leremos mais um pedidozito de desculpas aqui e ali?? ( sim porque, a meu ver, quem se fez passar pelo Sr. Arrebimba, deveria pedir-lhe desculpas tbm...)
Sejamos coerentes, tolerantes, sociaveis...afinal a Gania merece.

Finalmente a Curricula...
Por ca, modernizada e de que maneira...?!Antigamente bastavam as aptidões, (bacharelatos, licenciaturas, doutoramentos)...Hoje em dia nao so se pede tbm uma foto tipo B.I a acompanhar ( ai' tbm é assim?), como -a ter em conta a maneira como uma vizinha minha "perdeu" um lugar num balcao camarario por ja ser grisalha e ter bem visiveis as rugas "cinquentinas", nao ter sido aceite depois do Serviço Nacional de Emprego a ter quase escolhido a dedo para aquele part-time-enfim...leva-me a crer que ( e a ter em conta as beldades -e ainda bem que o sao!-predominam em tudo qto é atendimento ao publico em geral , e nao me refiro so ao sexo feminimo como é evidente)deveriam levar tbm no Curriculum( ou na Curricula como parece que agora se diz ), as operaçoes de estética ao nariz,ao queixo etc, qtas aplicaçoes de botox, se ja foram ou nao siliconizados, qtas vezes oxigenaram os cabelos, se usam unhas de gel...e sempre um clip a segurar a foto reveladora do produto final...ahhhhhhhh...aqui convém tbm que se falem os 4 idiomas!!! A saber, o francês, o alemão, o luxemburguês, e desde ha +/- 1 ano a esta parte, tbm o inglês é visto agora como uma mais valia( net's)...se for estrangeiro, se dominar razoavelmente a lingua materna, tanto melhor...
Assim vai a Curricula por ca...Alguém levantando a perneira das calças para nao se molhar?? (Risossss)
Posso até ter exagerado um pouquito, mas... por este andar, até os bicepes e a depilaçao masculina tera que figurar no Curriculum!!LOL
Okey, Curricula!:P
Abraços a quem me conhece e merece ser abraçado por mim...
Aos restantes, saudaçoes Bloguistas.
Ao priminho, um xi coraçao apertado e um "despentear" à maneira;)
P'ra quem nao sabe, despentear = a festinha no cabelo...ele detesta! rsrs

Xi c'une'raio...desta vez nao vou ter quem me leia!! Acho que por um triz, nao esgotei os caracteres permitidos a cada usuario~

Fiquem bem:)

priminha mai'linda disse...

correcçao:
via = a vir*


E acabei por nao falar da Barrinha... :(((

priminha mai'linda disse...

Esqueci de deixar espaço, depois do "Assim vai a Curricula por ca"...sempre teria dado mais ênfase à coisa, mas pronto...

( hoje 'tou assim~ )

priminha'mai linda disse...

Porrinhaaaaaaaa...!!!
E a seguir à "depilaçao masculina" nao era "tera" mas "terao"!!! LOL ( é que 'tou a reler o que escrevi, e a cada gafe gargalho...

Oxala encontre ainda mais gafezitas, pois gargalhar so faz bem;)

E viva a Gânia!!

o que me vier à real gana disse...

Carlo, grande amigo e colega... músico, espero, sinceramente, que não abandones "isto". O blog ficaria a perder, e muito!
PS:para quem não sabe, apesar de não ter nascido na Praia de Mira; apesar de cá já não morar, o Carlo e a família viveram cá muito tempo... são, como todos os de cá, "Zuas".

Carlo (ex-Palonço) disse...

Caro Carlos: Músico já não sou, pq a minha vida profissional e pessoal (agora com o Rodrigo de apenas 9 meses) tiram-me quase todo o tempo que tinha disponível para essas "andanças", embora agora sinta-me uma pessoa verdadeiramente realizada e de bem com a vida. Ficam as saudades de pisar um palco e sabes como é, o bichinho...esse nunca morre e nunca se sabe se num futuro próximo.....Obrigado pelas tuas palavras! Aquele abraço.

o que me vier à real gana disse...

Amigo Carlo, parabéns pelo bébé! Quanto à música, tu sabes...,como bem disseste,o "bichinho"...
Fiquei contente de saber que andas por aqui com regularidade. Não te vás, fica e interage com os porreiros.
Abraço!

Anónimo disse...

It references the amount of visible light that gets to your eyes throughthe glasses.[url=http://www.philae.fr/news/vanessabruno.html]vanessa bruno[/url] In a relatively short period of time the giant sunglasses industry had been born where only a few decades earlier none existed.
Oakley Sunglasses have been extensively appreciated as well as acclaimed.
"Some investors expect that headsets would be completely commoditized," says Robert Tango, VP for equity research at Lazard Capital Markets.


Your use of the site indicates your agreement to be bound by the Terms of Use.The RB 3429 004 models oakley sunglasses cheapThe RB 3429 004 models oakley sunglasses cheap of this model of eyeglasses make one recall the classics the Signet design, the contour upright and selects high, but also has the unique dual nose truss.[url=http://www.capitolcms.com]fake oakley sunglasses[/url] Britain has a small military presence in Bahrain, Qatar and the Emirates, Cameron added.
Designer to help you show that shift on up-to-date fashion - 40 retro-style assembly, high tortoiseshell and even geometric sizes and shapes to help you bring, and not to help you reflect treatment.
hopkins hopkins dear john derrick rose torn acl pacers undrafted free agents braveheartNEXT POSTDaniel Cormier takes Strikeforce heavyweight grand prix and Gilbert Melendez defends belt (VIDEO) Daniel Cormier can no longer be called an exciting prospect, as he showed he's among the best heavyweights in MMA with a dominating unanimous decision win over Josh Barnett on Saturday night.


2010 Cabernet Sauvignon MerlotIn this classically styled wine, the flavours of blueberry, plum and cassis are prominent, enhanced by coffee and toffee undertones.Trying to condense it down to a working ideology, art, and game-plan in which one can productively engage tweens on a hot day inside of 2 hours - is tough, to say the least!Established within 1913 by Mario Oakley within Milan, thebrand witnessed total overhaul years later and was re-introduced to the global scene by Miuccia Oakley, child of Mario Oakley.[url=http://www.themikeschrullteam.com]oakley sunglasses cheap[/url] Trust GoingThis suggestion has nothing to do with the team talent or the fact that the Gaels won both the regular season and tournament titles in the WCC, although those are fine reasons to back the California school.