sexta-feira, 28 de março de 2008

Escolham, por favor!

O governo anunciou uma descida no IVA, em 1%, com efeitos a partir de Julho. Ora, aqui é que a meu ver se encontra a questão: “com efeitos”. Que efeitos? Nos preços, uma descida de 1% nos preços das mercadorias que são, agora, tributadas com 21%?... Não, não me cheira. A não ser em casos pontuais, por isto ou por aquilo, entendendo isto ou aquilo como idoneidade e escrúpulos, ou, então, como manobra de marketing. Se aquilo que me cheira ficar mesmo a céu aberto, o que vai acontecer é que o pessoal das vendas vai meter ao bolso mais 1%.
Querem impulsionar, de modo efectivo, a nossa economia? Vocês sabem, senhores do consulado socrático, mas eu digo na mesma: desçam o IRS, o IRC e o imposto sobre os produtos petrolíferos. Façam contas, desçam-nos na medida do possível, mas desçam-nos!


Caros leitores, escolham vocês! Comentem esta coisa séria e chata ou, então, visitem o post de 30 de Julho de 2007 “ Arroz de Tomate”, tb designado por “Tomatada”, e dissertem sobre esse (uma verdadeira brincadeirazita). Mas comentem, por favor!




Carlos Jesus Gil

58 comentários:

Carlos Monteiro disse...

Perante este quadro de resultados, apresentados pelo INE, o país «tem as contas públicas em ordem e controladas», restaurou «a sua credibilidade internacional» e reforçou «a confiança dos mercados no Estado Português».
O défice público baixou para 2,6%
O défice em 2007 de 2,6% foi «o mais baixo dos últimos 30 anos».
A despesa em percentagem do PIB «voltou a diminuir pelo segundo ano consecutivo.
Quanto à descida do IVA, Luís Filipe Menezes, diz que se trata de uma medida eleitoralista.
Este senhor usa um discurso demasiado primário, que o mantém preso à figura de autarca e o afasta do primeiro-ministro que sonha ser. Penso tratar-se de um autarca em bicos de pés.
E sinceramente acham que é esta oposição que vai melhorar as coisas? Uma oposição frágil, sem soluções e quando fala só diz asneiras.
Concordo com o Gil quando diz que esta descida de IVA vai ficar nas empresas e não vai passar para os consumidores. Penso que a descida do IRS seria uma melhor solução.
Nesta matéria penso que o governo de Sócrates tem estado bem, o seu problema continua a ser a politica social e a falta de diálogo dos seus ministros.

oquemevierarealgana disse...

Pois, amigo Carlos, o problema desta administração,suportada por um Partido eminentemente(era!) social, é pelo "social" pouco tem feito. Claro que se o IRS baixasse,o poder de compra aumentaria. Quando a conta não está errada, 2 mais 2 são 4! Tão simples... Excelente análise,a tua, amigo Carlos!

oquemevierarealgana disse...

Aquilo da "tomatada está porreiro". Ri à farta!

oquemevierarealgana disse...

... Quando o escrevi... Pronto,vocês não gostam. Carago!

errante disse...

Também ri com a "Tomatada".Tá porreiro.

romagnoli disse...

Desçam o IRS!

L.Botas. disse...

É Gil diz que havia aí arroz de tomate e eu fartei-me de procurar e não vi nada.Fui até ao fim do que tu escreveste e só se forem os tomates do albino e do alberto porque arroz de tomate nem cheiro. Não levem a mal isto dos tomates é só a brincar. Não venha lá depois o anónimo ralhar comigo como ele ralhou por causa do padeiro.O das neves onde é que ele anda? Esse é meu amigo.Msso um abraço.

oquemevierarealgana disse...

I.botas, a tomatada é o post do dia 30 de julho de 2007.Já é antigo. Tens que andar um pouco para trás. O anónimo vai-te deixar passar esta! Pois o das neves é um gajo(sr.) bué fixe, e já se viu que é teu amigo, sim senhor. Ela anda por aí...
Ah, leste a saga do Alberto e do Albino... Eh pá, tive que dar-lhes cabo da canastra... Estavam a dar comigo em maluco (bem, juízo já se viu que não tenho muito, mas...). Abraço, masso!

isidoro disse...

É pá, a tomatada é de partir a rir!

afonsinho disse...

Isto parece-me porreiro. Devo desde já avisar que não gosto deste governo e que sou , claro, BENFIQUISTA! Saudações a todos (socialistas, comunistas, bloquistas, sportinguistas, portistas e restantes...)

oquemevierarealgana disse...

Seja bem-vindo, afonsinho! Saudações leoninas.

Anónimo disse...

Sr. Gana, diga aos rapazes para descerem e IRS!

Sobral de Monte Agraço disse...

Olá, já me tinham dito: blog fixe, malta fixola. É baril. Contem comigo!

eurípedes disse...

Viva, pessoal. Isto aqui é porreiro! Sim, estou de acordo: é preciso descer o IRS. Gostei da Tomatada.

branco das neves disse...

Oh Sr. Gana
Você está um sucesso com o seu blog. Diariamente aparecem personagens por aqui a um ritmo impressionante. Olhe que isto é bom, mas a sua responsabilidade está a aumentar. vai ter que se desmifrar a arranjar novos temas para debate, que esta malta parece-me exigente. Cative-os, se faz favor. Não gostaria nada que de hoje pr'amanhã a rapaziada começasse a ficar farta e desse às de Vila Diogo.

branco das neves disse...

Este Sr. Monteiro, este Sr. Monteiro, sempre a defender o José homónimo daquele que bebeu a sicuta!

branco das neves disse...

Quem é este Afonsinho do Condado que apareceu agora?
Oh amigo, discorra o ideário que quiser, mas não venha avermelhar isto se faz favor...
Cuidado com o Sr. Monteiro, não diga mal do Governo.

branco das neves disse...

Sr. Isidoro
Não se ponha afazer julgamentos sobre tomates. Quanto muito, fale sobre salsichas...

branco das neves disse...

Eurípedes???!!!
Oh caríssimo, de gregos já todos temos a nossa parte.

branco das neves disse...

Botas
Delicio-me com a estima e admiração que me faz o favor de presentear.
Foi súbita empatia, foi o que foi!
Olhe,como seu amigo de peito,que o sou,aconselho-o a não andar por aí a avaliar os tomates de toda a gente. Sabe que há gente maliciosa e podem julgá-lo erradamente. Todo o cuidado é pouco.
Um abraço do seu dedicado amigo.

branco das neves disse...

Sobral de Monte Agraço, você deve ser contra o Governo, não?
Aquela questão da Ota deve-lhe estar ainda atravessada na garganta.
Chame nomes ao Sócrates e ao Lino que o Monteiro vai aos arames!

oquemevierarealgana disse...

anónimo, se fosse eu que mandasse!...

oquemevierarealgana disse...

Obrigado, isidoro!

oquemevierarealgana disse...

Sobral de Monte Agraço?... aquele que já tem um parque infantil?!!!
Seja bem-vindo!

oquemevierarealgana disse...

eurípedes, seja bem-vindo. Gostou da tomatada? porreiro!

oquemevierarealgana disse...

É verdade, das neves, vou ter que fazer horas extraordinárias!; ele há pessoal que gosta de experimentar tudo, até venenos! (mas não é o caso do Sr. Monteiro); pois, este afonsinho..., será um membro daquela banda musical de há uns anos, era eu puto?; pôça, nem a vermo-nos gregos conseguimos levá-los a melhor!

oquemevierarealgana disse...

botas, vá, dá um "passou bem" ao sr. das neves!

Anónimo disse...

Quer-me parecer que as personagens a quem o sr. Branco se refere, e que curiosamente apareceram logo após a sua entrada, são outros seus heterónimos. Também me parece que os comentários aos comentários deveriam ser exclusivo do sr. Real Gana. Brinquemos mas não exageremos.

oquemevierarealgana disse...

anónimo caríssimo, não pá! Vocês aqui têm praticamente o mesmo estatuto que eu.

João Cara de José disse...

Caros amigos concomentadores (é um neologismo mas se existe concidadão por maioria de razão também haverá concomentador e logo o seu plural) temos usado este espaço para libertar o que nos vai na alma, sem dar o devido apreço ao senhor Real Gana, zeloso tratador deste cibernético albergue. É o nosso hospedeiro que muda as flores das jarras, que solicito limpa o pó dos móveis e troca os lençóis e toalhas. Fracos hóspedes temos sido. Como pulgas e carraças não cuidamos de saber se quem nos garante o alimento e a vida, cão de raça se trata ou apenas vulgar rafeiro, se tem o pêlo escovado, ou se tem sido bem tratado (não me leve a mal sr. Real Gana, eu que nem o conheço, nem sei se é alto ou baixo, se tem barba aparada ou usa bigode, não lhe estou a chamar nada, são apenas metáforas).
Por isso, e para que se faça alguma justiça, daria aqui inicio a um novo tema, para que se comente e debata - comentar e debater, sendo verbos tão diferentes são irmãos no querer dizer -. Filosofia barata à parte, passaria então a indicar o tema a que chamo tão somente:
“ O sr. Real Gana é uma jóia de moço”.

Carlos Monteiro disse...

Podem dizer mal à vontade de Sócrates, se necessitarem eu ajudo. Quanto a Mário Lino não tolero comentários depreciativos, não se nota “a olho nu”, não gosto nada desta expressão, eu pessoalmente nunca vi um olho vestido. Mas adiante.
Conheci o camarada Lino, peço desculpa pois já não faz parte do Partido Comunista, o Ministro Lino, era docente de Cursos de Especialização do LNEC. Era um tipo porreiro e dizia umas piadas giras. Mas aqui vai a minha opinião séria sobre o homem:
O Lino é um habilidoso!
O Lino veste-se mal!
O Lino usa ceroulas de malha!
O Lino especula e inocula os concubinos!
Mas o Lino é um grande técnico!
Lino o homem que comenta mais rápido que a própria sombra, o Lucky Luke da opinião, que é capaz de falar com o mesmo ar convicto da temperatura a que coze o Bacalhau com Natas.
Este homem de grande visão delineou um projecto grandioso que iria resolver todos os problemas que têm afligido Portugal nas últimas décadas. Infelizmente, por razões mesquinhas, foi impedido de o pôr em prática.
Estou preocupado...esperem um pouco...
Afinal não vale a pena esperarem mais, pois vou acabar aqui este post e vou passar a próxima meia hora à frente do espelho para ver se vislumbro algum tique estranho.

noronha disse...

Sim senhor este blog está imparável. Novos personagens, novas idéias, mudanças de atitudes, isto só prova que as pessoas que aqui vêm têm uma imaginação fértil, o que contribui para o enriquecimento de todos. Esta noite, duas vezes longa, privei com o sr. Real Gana. Vi-o cantar, vi-o prestar a devida homenagem ao deus baco, como se quer numa noite (madrugada) de sábado, falámos do blog,mas, apesar se considerar que ele é um bebedola, afirmo aqui também que é um dos meus grandes amigos, e ele sabe-o. Gil, um grande abraço.

oquemevierarealgana disse...

Oh, pá, oh pá!... pois estais à vontade.Fico envergonhado mas..., tenho que confessar: agrada-me bué o tema!

oquemevierarealgana disse...

Tá boa, sr. Monteiro! Mais uma vez pergunto: não tem o sr.Monteiro sentido de humor?

oquemevierarealgana disse...

Um grande abraço, noronha manuel... És um idefectível amigo!

branco das neves disse...

Oh Sr.João Cara de José, tirou-me as palavras da boca, ou neste caso, a pena da mão.
Que belo tema nos propõe!
" O Real Gana é uma jóia de moço", não podia estar mais de acordo consigo, teríamos aqui pano pra mangas.
Sr. Gana, se se sentir constrangido em falar de si próprio, compreensível, atendendo à perceptível humildade que põe nos seus escritos, delegue aqui no caro João Cara de José, que, tenho a certeza, ele teria muito gosto em biografá-lo. Certo, caro José?

Sr. Gana, aceite lá o desafio, os seus concomentadores, como diz o JCJ, ficar-lhe-iam eternamente gratos pela possibilidade de lhe prestarem esta tão singela homenagem...

branco das neves disse...

OH Sr. Monteiro, você endoidou de vez?
Oh homem, agora só fala de boxers e ceroulas?
E mal do Sócrates? E goza com o Lino?
Olhe que o que é demais é demais... Depois não se venha queixar, se o SIS o começar a controlar.
E essa sua fixação por espelhos está-me a deixar apreensivo.
Pense bem na sua vida homem. A prudência, a prudência...

branco das neves disse...

Sr. Gana, quer dizer que você também aprecia os superfluos da bebida?
Esse Noronha também podia ser mais discreto, não?

f.r. disse...

Sr. joão cara de josé, não sei se o sr.conhece o meu amigo Gil, ou antes o sr. real gana como, de uma forma carinhosa ,o apelida. Eu, que o conheço, posso afirmar sem reservas que « o sr. real gana é uma jóia de moço». Tem aqui um blog que é a imagem dele, sem tirar nem pôr: inteligente, bem humorado, sensível e tudo o mais que se possa dizer. Não lhe estou a fazer nenhum favor, ele sabe que se as minhas palavras não fossem sentidas eu limitar-me-ia a não comentar. Acho que toda a gente que visitar este blog pode, sem qualquer dúvida, corroborar a minha opinião.

oquemevierarealgana disse...

das neves, claro que fico um pouco constrangido,mas..,, desafio aceite: o joão cara de josé pode biografar-me. Biografia autorizada! É preciso eu assinar alguma coisa? Se for... eu assino.
Pois, o noronha a noite passada tramou-me: primeiramente apresentou-se-me como sendo o dito cujo, depois, bem, depois disse que ia postar sobre um bloguista abundantemente bebedor. E logo eu, que só faço isso quando me apetece!... Ei, Ei... não conduzo quando bebo!
Tás feito, noronha!

oquemevierarealgana disse...

comovido te digo obrigado, f.r. Menina linda!

arribança disse...

Eh Caracitas
Tás melhor desde ontem?
Estive a ler os teus posts, tens ali coisas interessantes, vou-me debruçar sobre eles nos próximos dias. Isto está mesmo um blogue humorístico do caraças. Agora deve-se recomendar. Mas também tem que se tratar de coisas sérias né?
Por exemplo, essa polémica toda com o tema dos professores, acho que muita dessa gente não pode compreender o que é ser professor, porque simplesmente não o são ou foram. Eu que já passei por essa experiência não posso concordar com muitos pontos de vista que aqui vi. É tudo muito lindo, mas não é bem assim como alguns pensam.
Os professores não são nenhuns parasitas, e muitas vezes são incompreendidos, eles que possuem o espírito de missão, que outras profissões não experimentam. Gostava de ver estas pessoas que criticam, dentro de uma sala de aulas, por vezes autênticas comunidades de indíos, e ficarem expostos à má criação de muitos alunos, como aconteceu agora com o caso do telemóvel. E depois vêm alguns pais, apontar o dedo aos educadores, como se fossem eles os culpados da violência na escola.
Quanto à vossa avaliação, eh pá neste momento é-me difícil comentar sobre isso, porque não estou bem dentro do assunto. Mas avaliação só para os profs? E os gestores estatais, e os políticos deste país, e os Srs. deputados, e os Srs. Governantes, ninguém os avalia?
Não deixes morrer o assunto.

arribança disse...

Desculpa Gil
Só agora é que vi que estou no sítio errado para o debate deste assunto.

Anónimo disse...

Tomatada só de tomaTE. O PS está louco.

Socretino

oquemevierarealgana disse...

Muito bem arribança. Não importa que tenhas postado no post "errado".Postaste, e isso, aqui,é bom; é vital!

oquemevierarealgana disse...

anónimo, é a essa que eu me refiro!

Carlos Monteiro disse...

Olhe caro amigo branco, quanto à sua frase: “essa sua fixação por espelhos está-me a deixar apreensivo”. Ficamos por ai…não se alargue muito!
Lamentavelmente, tenho uma noção algo antiquada de respeito que me impede de o deixar a falar para o boneco.
É esse o mal das regras de decoro. Há conversas e pessoas que me saturam num ápice, mas as convenções sociais de educação impedem-me de o mandar às urtigas.
Seria melhor? Seria pior? Não sei.
Quanto ao resto pode continuar a bater à vontade, tenho arcaboiço suficiente para isso, meço 1,94 m e tenho 130 Kg de peso. Ao contrário do que diz, não me chamam “Carlinhos”, tratam-me por “Carlão”.
Platão disse "O sábio fala porque tem alguma coisa a dizer. O tolo, porque tem que dizer alguma coisa". Eu faço parte da segunda metade da frase... com muito orgulho.

Anónimo disse...

Sr.Real Gana, eu tenho andado muito angustiado nestes últimos dias. Vou abrir o coração e explicar-lhe porquê: Eu sou pessoa humilde, de escassos conhecimentos literários,ainda assim aventureiro o suficiente para ousar escrever no seu blog. No entanto, há certas palavras aqui utilizadas por essa rapaziada letrada e com sonoros títulos académicos que me deixam estarrecido e acabrunhado. Desta vez, porém, foi o sr. que usou um termo (e já mais que uma vez )que me deu que pensar. INDEFECTÍVEL foi o termo. Indefectível ? Não sei porquê remeteu-me para o verbo « defecar»,que eu questionei a mim próprio se não seria «defectar». Sendo que o prefixo «in» indicaria o contrário, achei de mau tom o sr. estar a lembrar ao seu amigo a sua(dele)incapacidade fisiológica. Palavra que tive medo que o sr. descobrisse também algumas das minhas limitações e se apressasse a pespegá-las no seu blog. No meio destas aflições, lembrei-me do velho diccionário. Verifiquei para meu grande alívio que afinal o sr. quis adjectivar o seu amigo como « o que não pode enganar-se», «o certo», «o que não falha».Respirei de alívio e contentamento, quer por o sr. estar a expôr o ao ridículo o seu amigo, quer por me ter dado a oportunidade de conhecer novos vocábulos. Também eu já posso dizer emocionadamente : Obrigado meu indefectível amigo!

Anónimo disse...

Desculpe sr. Gana,não é «estar a expôr», mas sim « não estar a expôr»

oquemevierarealgana disse...

anónimo, é isso! no presente caso: o que não falha... na amizade. Sempre...

zacarias disse...

Este não me podia falhar: baixem o IRS!

Anónimo disse...

Zacarias, meu indefectível,paga muito irs? Deixe lá, também deve ganhar bem...

branco das neves disse...

Meu caro Sr. Gana
É com o coração despedaçado que a si me dirijo, não que contra si algo me mova, mas, pesaroso lhe confesso, o sentimento de derrota e incapacidade que do mais profundo da minha alma emerge, provoca-me um sufoco, ditado por vis dúvidas, relacionadas com a minha conduta em relação a alguém por quem nutro elevada estima e que, até hoje, tinha como certo em igual nobre sentimento ser correspondido.
Magoado me sinto pela incompreensão, pelo desrespeito, pela ingratidão,com que fui apoucado pelo nosso caro Sr. Monteiro. Eu, que nestas páginas o defendi,eu que nestas páginas o compreendi, eu que nestas páginas lhe abri e fiz ver os benéficos e saudáveis caminhos do humor, contribuindo para que evoluisse como ser, frustrado me sinto por verificar que o nosso caro amigo, neste momento, retrocede no processo de aprendizagem a que vinha sendo submetido. E tudo por uma simples questão de espelhos, veja lá! Ainda se o caro amigo se tivesse prostrado em frente ao dito e tivesse feito a fatal pergunta "Espelho meu, espelho meu, haverá alguém com mais humor do que eu?" e o bom do espelho lhe tivesse respondido "Há sim, o Branco...", eu ainda poderia ter compreendido tanta animosidade, e, humildemente esperar pela maçã envenenada. Assim, sinto-me traído, confuso, revoltado, sem saber que rumo imediato tomar, se, qual Egas Moniz, com a corda pelo pescoço, me submeter ao seu piedoso perdão, se, com a forte convicção interior, que por vezes experimento, de não ter ofendido o amigo Monteiro, sentir-me eu ofendido e desafiá-lo para um duelo em manhã de nevoeiro. Se tal trágico acontecimento vier a acontecer, e na obrigatoriedade de se ter padrinho ou madrinha nestas ocasiões, nomeio meu padrinho desde já o Anónimo das 12.04.

Senhor Gana, desculpe-me lá o texto poético e a inflação de adjectivos.

oquemevierarealgana disse...

Pois é, zacarias, o anónimo se calhar tem razão. Pagas muito?... Então tb ganhas muito!
Eh pá, tá bem. Estou por ti: Baixem o IRS!

oquemevierarealgana disse...

branco, como se atreve a pedir-me desculpas!!!
Estou aqui numa enrascadela,ora eu que acabo de propor uma sociedade entre mim, si e o Monteiro, de responsabilidade limitada, acabo de me aperceber da real dimensão do conflito! Ai cum caraças. Tenho que resolver isto. Não posso perder estes sócios (agora estava a falar para o anónimos de todas as horas e minutos,bem como para todos os nossos leais companheiros). Vou designar altas personalidades da comunidade internacional, como por exemplo o Silva dos Plásticos, convocar uma troika, ou lá como é que isso se chama, para dirimir o problema. Tem que ser!

M.G. disse...

Quando entro neste espaço,a troca de galhardetes e mesuras entre alguns comentadores dá-me sempre ume enorme dose de boa disposição que eu procuro renovar sempre que dela necessito (e a necessidade é frequente). Porém acho que o nosso caro Real Gana merece que deixemos aqui um comentário aos assuntos mais sérios que gentilmente coloca à nossa disposição.
Relativamente a este assunto da descida da taxa do IVA, só me ocorre a expressão de um general, quando a península ibérica fazia parte do império romano, que dizia, referindo-se à nossa longínqua Lusitânia: « No extremo ocidental do império existe um povo esquisito que não sabe governar-se nem deixa que outros o governem». Tantos séculos passados e esta frase continua a encaixar-se perfeitamente no panorama político actual.
Não temos em Portugal gente com capacidade para nos governar? Resolva-se o assunto de uma vez por todas, importando um governo capaz, não importa de que parte do mundo. Importa-se quase tudo! A esta altura do campeonato chegamos à triste conclusão de que temos um estado torto num Estado de direito.

oquemevierarealgana disse...

m.g., custa-me concordar consigo no k toca à importação do dito produto, custa-me, mas tenho k concordar!... porque, efectivamente, temos um Estado torto num Estado de Direito!

Tomas de alencar disse...

Sobre a tomatada jà comentei eheheh...
sobre o iva... nem te conto ...tou aqui abraços com ele...